Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Por: Paulo Queiroga

 

Eventos esportivos (1)

 

Crianças e adolescentes na pauta de preocupações durante os grandes eventos esportivos no Brasil

 

A proximidade da Copa das Confederações, Copa do Mundo e Jogos Olímpicos mobiliza a sociedade organizada e governos em Brasília para enfrentar violações aos direitos das crianças e adolescentes. Exploração sexual, trabalho infantil, tráfico de crianças e adolescentes, além do uso abusivo de álcool e drogas estão na pauta das preocupações.

Uma das principais preocupações com a chegada em massa de turistas é o turismo sexual com crianças e adolescentes. Em discussões iniciadas no ano passado, redes de entidades não governamentais e representantes dos governos federal, estadual e municipal traçam ações a serem implementadas nas cidades que sediarão os jogos.

De acordo com a presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Maria Izabel da Silva, alguns estados, para dar agilidade ao controle e atendimento, cogitam criar postos de plantão para funcionar durante os eventos, com representantes dos órgãos de proteção dos direitos das crianças e adolescentes.

Também serão intensificadas as campanhas de prevenção contra a exploração sexual. “Temos feito uma abordagem junto à rede hoteleira, aos setores de turismo. Temos feito capacitações ao longo dos anos e haverá uma intensificação das campanhas de sensibilização”, conta a integrante da Rede Ecpat Brasil, Tiana Sento-Sé.

A representante da Associação Nacional dos Centros de Defesa da Criança e do Adolescente (Anced), Denise Campos, lembra que é importante garantir que as ações ultrapassem os limites das cidades-sede dos jogos esportivos. “A agenda está focada nas cidades-sede dos jogos, mas existem outras cidades que também vão sentir o reflexo dos jogos. Por isso, as ações têm que ser pensadas de forma mais ampla”

A intenção é que as ações e a rede de proteção que funcionarão pela primeira vez durante a Copa das Confederações, no próximo mês de junho, sejam repetidas em todos os grandes eventos internacionais e também em festas nacionais e regionais como carnaval e festas juninas. É o que explica a secretária nacional de promoção dos direitos da criança e do adolescente, da Secretaria de Direitos Humanos, Angélica Goulart:

“A ideia é construir uma grande metodologia para atuarmos nestas ocasiões e esta metodologia pode ser permanente. Os eventos esportivos vão deixar esse grande legado”, conta Angélica.

 

Eventos esportivos (2)

 

Copa da Confederações: Campanha prepara recepção de turistas em aeroportos

 

Segundo informou o Ministério do Turismo (MTur), os aeroportos das cidades-sede da Copa das Confederações já estão prontos para receber, com mensagens de boas vidas, os turistas que prestigiarão o evento.

Composta por grandes adesivos estampados por portas, paredes e saguões de embarque e desembarque, a campanha publicitária “A Pátria de Chuteiras” se espalhou pelos terminais das seis sedes – Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Fortaleza, Recife e Belo Horizonte -, além do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo.

A ação deve impactar turistas da Copa das Confederações e Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014. Os terminais das demais cidades – Curitiba, Cuiabá, Manaus, Natal e Porto Alegre – serão “adesivados” até a Copa 2014. São Paulo já conta com a campanha, pois é porta de entrada de 60% dos turistas dos grandes eventos no Brasil.

O MTur assina a campanha feita em parceria com a Secretaria de Comunicação da Presidência da República. As peças publicitárias contam com um grande “Welcome” e saúdam os turistas com frases que remetem ao linguajar e à cultura de cada cidade.

As frases trazem o incentivo aos turistas a conhecerem mais o país, como “Viaje e conheça as maravilhas do Brasil” e “Viaje pelo Brasil e divirta-se cada vez mais”.

“Se tem um trem que nos deixa feliz, é receber visita”, diz o adesivo da campanha mineira, que estampa lugares como o Museu de Artes e Ofícios, Igreja da Pampulha e Praça do Papa.

As praias, o boêmio bairro da Lapa e pontos turísticos como Cristo Redentor e Pão de Açúcar são alguns dos ambientes das peças cariocas. “Para quem está chegando, aquele abraço” e “O Rio está de braços abertos para sua visita” são algumas das frases que recepcionam os turistas no lugar.

“Que bom que você chegou, meu rei!”, saúda um cartaz de Salvador, onde os ícones mostrados são Elevador Lacerda, Pelourinho e Farol da Barra.

A arquitetura e o céu de Brasília são os principais personagens da campanha na capital federal, que traz fotos de Palácio do Planalto, Congresso Nacional e da Catedral. “O céu, a arquitetura e a alegria são nossos três poderes”, diz uma peça.

“Na cidade com gente de todo lugar, só faltava você” é uma das frases da campanha paulistana, onde os destaques são Masp, Avenida Paulista, Monumento às Bandeiras e ponte estaiada.

Praias e locais históricos, como Porto das Dunas e Praia de Iracema, em Fortaleza, e o Cais e a Praça da Bolsa de Valores, em Recife, ilustram as campanhas nessas cidades. “Faça sol, faça chuva, aqui o clima é de alegria” e “A gente adora quando chega visita” são algumas frases que recepcionam os turistas. O material de divulgação pode ser visto nas redes sociais do MTur (Flicker, Facebook e Instagram).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *