Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Estimativa da Conab supera a produção anterior, de baixa bienalidade, e a safra de 2009, último ano de ciclo positivo

A produção nacional de café da safra 2012 está estimada entre 48,97 e 52,27 milhões de sacas beneficiadas. Este é
o primeiro levantamento realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vinculada ao Ministério da
Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

O resultado representa crescimento situado entre 12,6 e 20,2%, quando comparado com a safra anterior, que foi
de 43,48 milhões de sacas de 60 kg. O aumento se deve, principalmente, ao ano de alta bienalidade. Caso se confirme,
será a maior safra produzida no país, superando o recorde anterior de 48,48 milhões de sacas, do período 2002/2003.

Anúncio

Em relação à safra 2009, último ano de ciclo positivo, a nova safra é 5,22% superior.
A espécie arábica, com a produção estimada entre 36,41 e 39,02 milhões de sacas, corresponde em torno de 74,5% da
produção nacional. Minas Gerais, maior produtor, representa aumento entre 25,25 e 26,82 milhões de sacas.

A produção da espécie conilon, avaliada entre 12,56 e 13,25 milhões de sacas, média de 25,5% da produção cafeeira do
país. O Espírito Santo, maior estado produtor, tem a safra projetada entre 8,97 e 9,53 milhões de sacas.

Os dados referem-se à pesquisa realizada no período de 8 de novembro a 17 de dezembro, quando foram visitados os
municípios dos principais estados produtores (MG, ES, SP, BA, PR e RO), que representam 98% da produção brasileira
(com informações de Raimundo Estevam/Conab).

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *