Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Desembolsos da empresa no Estado foram de mais de US$ 2,1 bilhões no primeiro trimestre

A Vale desembolsou US$ 2,16 bi­lhões em Minas Gerais no primeiro trimestre de 2014, incluindo investi­mento e custeio. Os recursos foram destinados a áreas diversas como minério de ferro, logística, pelotas, pesquisa mineral e energia. Os inves­timentos socioambientais no período foram de US$ 26 milhões.

A produção de minério de ferro da Vale no Brasil, nos primeiros três me­ses do ano, chegou a 71 milhões de toneladas (excluindo-se a produção atribuível à Samarco, de 2,4 milhões de toneladas). O volume supera em 9,6% o resultado do primeiro trimes­tre do ano passado. Este é o melhor resultado da Vale para um primeiro trimestre desde 2008.

A produção das unidades da Vale em Minas Gerais (com Samarco) foi de aproximadamente 46,4 milhões de toneladas no período, aumento de mais de 10% sobre o registrado no primeiro trimestre do ano passado. O Sistema Sul, composto pelos com­plexos Vargem Grande, Paraopeba e Itabiritos, bateu recorde de produção para um primeiro trimestre no 1T14. O sistema registrou produção de cerca de 20,6 milhões de toneladas, quase 21% a mais do que o registra­do em igual período do ano passado e 4,4% acima do quarto trimestre do ano passado.

O Sistema Sudeste, que abrange os complexos Itabira, Mariana e Minas Centrais, também aumentou sua pro­dução de minério de ferro na com­paração com igual período do ano passado. Foram produzidos mais de 25,8 milhões de toneladas, aumento de 4,2% na comparação com os três primeiros meses de 2013. A produ­ção de pelotas pelas usinas da Vale em Minas Gerais (Fábrica e Vargem Grande) ultrapassou 2,2 milhões de toneladas, aumento de 14% no com­parativo com o produzido de janeiro a março do ano passado. A Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) regis­trou transporte de 33,5 milhões de toneladas nos primeiros três meses de 2014.

Projetos em implantação

A maior parte dos investimentos com os projetos Itabiritos (para beneficia­mento de minérios de menor teor de ferro) no primeiro trimestre foi dedica­da ao projeto Vargem Grande Itabiri­tos, que recebeu US$ 106 milhões. Foram concluídas a montagem me­cânica do prédio de peneiramento e moagem e obras da correia transpor­tadora de longa distância. Também parte integrante do projeto, a expan­são do terminal ferroviário de Andai­me está bem avançada, aumentando a capacidade de transferência de minério para a ferrovia da MRS. Os investimentos para os projetos de Cauê Itabiritos e Conceição Itabiritos II somaram US$ 67 milhões e US$ 60 milhões, respectivamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *