Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

O uso do cartão de crédito proporciona uma série de benefícios para o consumidor, mas sem planejamento, pode levá-lo a ultrapassar os limites. Quando a situação foge do controle, alguns optam por abandonar essa forma de pagamento. É o que revela Pesquisa de Endividamento do Consumidor, realizada pela área de Estudos Econômicos da Fecomércio MG. Segundo o levantamento, para saldar os compromissos em atraso, 38,2% das pessoas endividadas deixaram de usar o cartão de crédito em outubro deste ano.

De acordo com a analista de pesquisa da Fecomércio, Luana Oliveira, os clientes confundem o meio de pagamento ou financiamento, utilizando-o sem controle para comprar produtos e serviços. “Esse é um indicativo do uso indiscriminado do cartão para a aquisi- DIVULGAÇÃO ção de uma ampla gama de bens e serviços seguido, muitas vezes, do não acompanhamento sistemático das contas por meio dos comprovantes de compras”, diz.

A taxa de inadimplência em Belo Horizonte aumentou em outubro, registrando 5,3%. No mês anterior, esse valor foi de 4,5%. O nível de endividamento em Belo Horizonte também cresceu, passando de 49,9%, em setembro de 2014, para 58,5%, no mês seguinte.

Segundo a pesquisa, 74,2% das pessoas endividadas comprometeram sua renda com o cartão de crédito. O principal motivo dos atrasos é o descontrole e a falta de planejamento, com 70,6% das respostas. O estudo indica, ainda, que cerca de 40% dos entrevistados possuem algum compromisso financeiro em atraso com menos de 30 dias.

PAGAMENTO ELETRÔNICO EM ALTA

A participação dos meios eletrônicos de pagamentos correspondeu a 82,2% do total dos compromissos financeiros em outubro de 2014, mantendo-se na liderança entre as demais formas de pagamento. Os carnês de lojas, por outro lado, foram utilizados por 3,3% dos entrevistados, enquanto os cartões de lojas ou private label representaram 8% das respostas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *