Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Lançamento do voo Dubai-Rio de Janeiro- Buenos Aires cria oportunidades de negócios entre Brasil, Argentina e países do Oriente Médio, Ásia e Europa

A Emirates SkyCargo, divisão de cargas da Emirates Airline, uma das companhias aéreas que mais crescem no mundo,
aumentou sua operação na América do Sul para atender à crescente demanda por transporte aéreo de carga entre
Brasil e Emirados Árabes Unidos.

Após o lançamento da rota diária de Dubai para Rio de Janeiro e Buenos Aires, em 3 de janeiro, a Emirates SkyCargo agora tem capacidade para transportar cerca de mil toneladas da América do Sul para os mais de cem destinos da extensa malha aérea da companhia.

Além das 160 toneladas que pode carregar nos 14 voos semanais entre Dubai, Rio de Janeiro e Buenos Aires, há
capacidade para outras 160 toneladas nos 14 voos que a empresa opera por semana de Dubai para São Paulo.

A capacidade de 320 toneladas nessas duas rotas – ambas operadas por um Boeing 777-300ER – é reforçada pelos
três voos semanais da Emirates SkyCargo entre Dubai e Viracopos (Campinas), com espaço para carregar 620
toneladas por semana no Boeing 777F.

“O novo voo não só vai estreitar os laços comerciais com os Emirados Árabes Unidos, mas também com os principais
parceiros comerciais da América do Sul no Extremo Oriente, como China, Hong Kong e Japão, além de países na Europa
“, disse Dener Souza, gerente de carga para a América do Sul.

“Esperamos ainda estimular o comércio entre Rio de Janeiro e Buenos Aires, principalmente de produtos farmacêuticos e
peças automotivas. Como a Emirates é a única operadora de aviões de grande porte nos dois destinos, estamos inovando
também em soluções de carga”, acrescentou.

De acordo com a Câmara de Comércio Árabe-Brasileira, as exportações brasileiras para países do Oriente Médio somaram
US$ 13,8 bilhões de janeiro a novembro de 2011, representando um crescimento de 22% sobre o mesmo período de 2010. Apenas para os Emirados Árabes Unidos, foram US$ 2 bilhões, um aumento de 19%. Já as importações registraram
crescimento significativo de 44%, totalizando US$ 9,3 bilhões.

Como o novo serviço da Emirates SkyCargo é o único nonstop do Rio de Janeiro para o Oriente Médio – e a rota mais rápida para a Ásia -, a expectativa é a de gerar comércio a partir de outros países da América do Sul. A Emirates SkyCargo
pode conectar as empresas sul-americanas a 19 pontos no Extremo Oriente e Austrália e outros 20 na África, incluindo Angola, um destino consumidor em potencial.

As exportações brasileiras na nova rota incluem produtos químicos e farmacêuticos, frutas e peixes frescos, que serão transportados para os Emirados Árabes Unidos, Hong Kong e China e para países europeus como França, Itália, Alemanha, Portugal e Reino Unido.

Na outra direção, petróleo, gás natural, equipamentos eletrônicos e seus componentes serão os principais produtos importados para o Rio de Janeiro, principalmente de países como Itália, França, Alemanha, Espanha e Reino Unido, na
Europa, e China e Japão, no Extremo Oriente.

A malha aérea da Emirates está sempre em expansão. Os próximos lançamentos serão Harare (Zimbábue) e Lusaka (Zâmbia), em 1º de fevereiro, aumentando a atuação da companhia para 120 destinos em 72 países.

O voo EK 247 parte de Dubai diariamente às 07h10 e chega ao Aeroporto Antônio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, às 15h37. Ele decola do Rio às 17h23, pousando em Buenos Aires (Aeroporto Ministro Pistarini – Ezeiza) às 19h30. De Buenos Aires, o EK 248 sai às 21h30 e chega no Rio à 01h23 do dia seguinte. A aeronave parte do Rio às 03h10, pousando em Dubai às 22h50.

Sobre a Emirates SkyCargo
A SkyCargo é a divisão de cargas da Emirates Airline e serve três destinos na América do Sul: Rio de
Janeiro, Buenos Aires e São Paulo. A Emirates opera uma rota de passageiros para São Paulo desde
2007 e um voo cargueiro para Campinas-Viracopos, via Frankfurt e Dakar, desde outubro de 2010.
Refletindo a política global de excelência em todas as áreas de atuação, o alto investimento da
SkyCargo em pessoal qualificado, tecnologia da informação, frota moderna e eficiente e serviços em
solo fez da companhia uma força significativa na indústria global de transporte aéreo de carga.
No ano fiscal 2010-11, a Emirates SkyCargo transportou 1,8 milhão de toneladas de carga, contribuindo
com 17,4% (US$ 2,4 bilhões) da receita total da companhia aérea. Baseado no Aeroporto Internacional
de Dubai, o Mega Terminal de Cargas de US$ 327 milhões e 43.600 metros quadrados foi projetado
para lidar com 1,2 milhão de toneladas de carga por ano.
A frota da Emirates, com 168 aviões de longo porte, incluindo oito cargueiros (três Boeing 747-400F,
dois 747-400ERF e três 777F), é uma das mais jovens nos céus.
Em 2010, a companhia lançou nove rotas, incluindo três serviços cargueiros – para Almaty, Bagram e
Campinas. Em 2011, os novos destinos foram: Basra, Erbil (cargueiro apenas), Genebra, Copenhague,
São Petersburgo, Lome (cargueiro apenas) e Bagdá. As novidades deste ano incluem Rio de Janeiro
e Buenos Aires (lançadas em 03 de janeiro), Dublin (em 09 de janeiro), Lusaka e Harare (ambos em 1º
de fevereiro), Dallas (02 de fevereiro), Seattle (01 março) e Ho Chi Minh (04 de junho).
A Emirates SkyCargo serve uma rede global de 118 pontos em 70 países, incluindo 11 destinos
exclusivamente cargueiros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *