Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

O jornal “O Globo” foi o único jornal que registrou crescimento em número de assinantes totais, terminando 2018 como o maior jornal do país em circulação total – de acordo com dados divulgados pelo Instituto Verificador de Circulação (IVC)

O número de exemplares impressos e assinaturas digitais registrou avanço de 6,6%, passando de 295.408 em janeiro para 315.044 em dezembro de 2018. O resultado foi conquistado pelo crescimento da carteira de assinantes digitais apurada pelo IVC, que teve expansão de 17,1% no ano.  No período de 12 meses, O Globo também se consolidou como a maior circulação impressa em seu segmento, atingindo 120.303 exemplares vendidos diariamente, em média.

De acordo com a ComScore, empresa de monitoramento de audiência da internet, O Globo obteve em média, no ano passado, 22,8 milhões de visitantes únicos mensalmente em seu site. A Folha de S.Paulo teve média de 19,5 milhões de visitantes únicos mensais e o Estado de S.Paulo, 17,9 milhões.

Anúncio

Em Minas, o jornal Super Notícia teve uma circulação total – entre tiragem impressa e assinatura digital de 184,4 exemplares e o Estado de Minas, 39,8 mil.

 

CIRCULAÇÃO TOTAL – 2018

(Tiragem impressa e assinatura digital)

Jornal                                   Tiragem – Mil exemplares

O Globo                                              315,0

Folha de S.Paulo                                310,6

O Estado de S.Paulo                          239,4

Super Notícia                                      184,4

Zero Hora                                           174,3

Valor Econômico                                   88,2

Correio Braziliense                               53,0

Estado de Minas                                   39,8

Fonte: IVC

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *