Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Por: Kiko Ferreira

A conversa com Hermeto, que aconteceu no dia 23 de abril, dia de São Jorge e do chorinho (aniversário de nascimento de Pixinguinha), provou que o bruxo continua um observador im­placável dos equívocos musicais. Mesmo que bem intencionados.

Perguntado sobre a nova geração do choro, ele narrou ter visto na TV um garoto de 16 anos tocando chorinho de um modo antiquado, “quadrado”. Segundo Hermeto, enquanto ia to­cando, o menino parecia um velho, sem criatividade, tentando parecer “autêntico”.

Autor de “Chorinho Pra Ele”, talvez o mais importante choro dos últimos cinquenta anos, Hermeto deu a entender que não se pode confundir respeito as “raízes” com imobilismo e falta de criatividade. Os músicos jovens que estavam na plateia entenderam e comentaram a polêmica. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *