Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Em 2018, os juros nominais alcançaram R$ 379,2 bilhões (5,52% do PIB o que representou 0,60% menor do que o observado em 2017). Ao longo do ano e na comparação em 12 meses, após crescer no meio de 2018, a despesa com juros voltou a registrar tendência de queda nos últimos meses do ano, atingindo o menor patamar em dezembro de 2018 desde janeiro de 2015. Passada a deterioração do curto prazo, a expectativa é de que a manutenção da Selic em patamar baixo e os índices de inflação comportados impactem positivamente as despesas com juros.

De acordo com matéria publicada pelo jornal Valor Econômico de 1º de fevereiro último “O Banco Central cortou a taxa básica de juros à metade nos dois últimos anos, para o menor percentual da história. Mas a despesa com juros da dívida pública dos governos federal, estadual e municipal e das estatais vem caindo num ritmo bem mais lento, mostram as estatísticas fiscais do setor, divulgadas em 31 de janeiro pela autoridade monetária”.

 

Fonte: Valor Econômico – 01.02.2019

Anúncio

Acrescenta a matéria do Valor que “a modesta queda nos encargos com juros se deve a um conjunto de fatores: perdas do Banco Central com operações com swaps cambiais, aumento do endividamento público depois que o país passou a ter déficits primários e o fato de que, nos últimos anos, o Tesouro emitiu títulos prefixados que pagavam taxas de juros mais altas do que as atuais

O resultado nominal do setor público consolidado, que inclui o resultado primário e os juros nominais apropriados, foi deficitário em R$ 68,0 bilhões em dezembro, acumulado déficit de R$ 487,4 bilhões em 2018. O resultado nominal apresentou déficit de 7,1% do PIB em 2018, 0,7% menor do que o observado em 2017.

1/ Inclui INSS.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades
2/ Exclui as empresas dos Grupos Petrobras e Eletrobras.
* Dados preliminares.
(+) déficit   (-) superávit
Fonte: Banco Central do Brasil
 

 

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *