Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

A quarta edição da Bienal do Livro de Minas Gerais, que acontecerá entre os dias 14 e 23 de novembro, no Expominas, em Belo Horizonte, receberá um investimento de R$ 5,17 milhões, um aumento de 20% em relação à última edição. Esse total inclui os investimentos diretos realizados pela Fagga | GL events Exhibitions somados aos aportes dos expositores e patrocinadores. O principal evento editorial de Minas Gerais deve contribuir também com o aquecimento do setor. A previsão é que R$ 17.568.768,00 em negócios sejam gerados. A Bienal do Livro de Minas é realizada pela Fagga l GL events Exhibitions, em parceria com a Câmara Mineira do Livro (CML), e deve atrair um público de 250 mil pessoas.

De acordo com a diretora de Negócios da Fagga, Tatiana Zaccaro, a Bienal do Livro de Minas é a principal vitrine do mercado editorial em Minas Gerais. “Em oito anos e quatro edições, é possível perceber que os expositores aguardam com ansiedade a chegada do encontro. É uma oportunidade para as editoras destacarem seus lançamentos e aumentar o volume de vendas, para autores independentes promoverem seus trabalhos e para o público ter contato com seus escritores favoritos e saber quais são as novidades da área”, analisa. A presidente do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel), Sônia Machado Jardim, concorda. “Eventos como feiras e Bienais são fundamentais para estreitar os laços entre autores e leitores. Já os editores encontram nesses eventos a melhor maneira de entender tendências e aferir o mercado”, afirma.

Para esta edição, está confirmada a participação de 160 expositores, entre as principais editoras e livrarias brasileiras. Um exemplo é a Leitura, presente no evento desde a primeira edição. Para Oberdan Almeida, gerente geral da rede, que nasceu na capital mineira e inaugura, este mês, a sua 51ª loja, agora no Recife, “o mineiro é o leitor que mais tem raízes em si próprio, com um gosto especial pela literatura”, afirma. A afirmação faz sentido. Segundo uma pesquisa realizada pela Associação Nacional de Livrarias (ANL), Belo Horizonte é a cidade que tem o maior número de livrarias por habitante no Brasil, com um estabelecimento para cada 13.848 habitantes. O índice está à frente até mesmo de São Paulo, com um para cada 35.664 moradores.

A Bienal do Livro de Minas também representa uma importante contribuição para a formação de público, além de incentivar o crescimento de todos os mercados, principalmente do público infantojuvenil. “Estes leitores são contemplados em toda a programação do evento. Para eles, são pensados espaços como Bienal em Quadrinhos e Conexão Jovem, que contarão com a presença de alguns dos maiores best sellers brasileiros”, adianta. Rosana cita, ainda, um importante dado: em 2012, o evento registrou uma média de seis livros vendidos por pessoa. A previsão para este ano, portanto, é que este número cresça, principalmente em função da proximidade da data com o Natal.

INCENTIVO À LEITURA E DIVULGAÇÃO DE NOVOS AUTORES

Sucesso em todas as edições, o projeto de Visitação Escolar, promovido pela da Bienal do Livro de Minas, teve as inscrições esgotadas em tempo recorde. Em 2014, as 46 mil vagas que permitem o acesso gratuito de alunos de escolas públicas e particulares ao maior evento literário do Estado foram preenchidas em apenas cinco horas e meia. O projeto foi viabilizado através do programa oficial de Visitação Escolar, que prevê uma limitação da capacidade da organização de receber os alunos com segurança e bom atendimento. A iniciativa tem como principal objetivo aproximar os estudantes, com idade entre 7 e 14 anos, do universo da literatura, estimulando a leitura e a aproximação com os autores.

Outra importante contribuição do evento está relacionada à difusão dos novos escritores. Reforçando seu interesse em apresentar ao público as mais recentes produções literárias, o evento oferecerá a oportunidade para os autores independentes promoverem o lançamento de suas obras com estandes próprios. A Travessa dos Autores, como será chamado, contará com área de 4 m2, pensados exclusivamente para pessoas físicas. Os espaços já estão à disposição e os interessados podem entrar em contato pelo bienaldolivrominas@fagga. com.br.

A Bienal do Livro Minas é organizada pela Fagga | GL events Exhibitions e realizada pela Câmara Mineira do Livro, com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura da Prefeitura de Belo Horizonte – Fundação Municipal de Cultura e patrocínio master dos Correios. O evento também conta com o patrocínio do Banco Mercantil do Brasil (Café Literário e Minas de Histórias), Itambé (Visitação Escolar), Ale Combustíveis (Biblioteca Rubem Alves), Panini (Bienal em Quadrinhos) e Contec Brasil. Mais informações no site: www. bienaldolivrominas.com.br 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *