Cenário desfavorável

2 de setembro de 2013 0

Por: Fernando Soares Rodrigues   A queda de popularidade da presidente Dilma Rousseff acompanhou, desde o início do segundo semestre, a piora no ambiente interno de negócios, a queda da credibilidade externa do país, as manifestações de protestos nas ruas e o despreparo dos comandos das polícias estaduais em coibir os atos de vandalismos. As…

Outro semestre difícil

31 de julho de 2013 0

Por: Fernando Soares Rodrigues   Obter rentabilidade acima da inflação no mercado financeiro continua muito difícil no segundo semestre, a exemplo do que ocorreu nos seis primeiros meses do ano. Até a rentabilidade dos títulos públicos foi colocada em xeque. As projeções de inflação anual próxima de 6%, crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) abaixo de…

Cenário pouco otimista

4 de junho de 2013 0

Por: Fernando Soares Rodrigues   O investidor de médio porte é o mais afetado pelas incertezas da política econômica do País e as previsões que ajudaram a derrubar a rentabilidade líquida dos principais ativos financeiros até maio passado. Inflação em patamar próximo a 6%, Produto Interno Bruto (PIB) de 3% e em baixa, superávit na balança…

O desafio do investidor continua o mesmo diante das incertezas do combate à inflação pelo governo ao se aproximar o término do primeiro semestre de 2013 e do fraco desempenho do mercado acionário no primeiro trimestre. O índice das ações mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo/BM&F, o Ibovespa, recuou 7,5% no primeiro…

Inflação derruba rentabilidade

27 de março de 2013 0

Por: Fernando Soares Rodrigues (Jornalista especializado em economia e finanças)   Sem conseguir ao menos superar a inflação neste início de ano, o investidor em renda fixa ou na maior parte dos fundos e ações fica atento a fatos econômicos e políticos, atos e declarações de autoridades para tentar recuperar as esperanças de melhores dias para…

Falta visão de longo prazo

1 de fevereiro de 2013 0

Investidores, corretores e gerentes de bancos precisam se convencer de que o novo cenário de juros baixos veio para ficar, especialmente para quem aplica o dinheiro. Esse posicionamento é indispensável para que o mercado financeiro brasileiro possa operar menos destravado. Investidores continuam buscando juros nominais altos no curto prazo. Gerentes oferecem ativos de curto prazo…

Poupança fica mais atraente

9 de maio de 2012 0

Fernando Soares RodriguesJornalista especializado em economia e finanças   Os investidores em fundos de investimentos financeiros e CDBs (Certificados de Depósitos Bancários) – renda fixa – são obrigados a realizar cálculos sobre a rentabilidade real de suas aplicações a cada corte que o Comitê de Política Monetária (Copom) realiza na taxa Selic, os juros básicos…

Fernando Soares RodriguesJornalista especializado em economia e finanças Os desafios neste início de ano continuam os mesmos dos últimos meses para os investidores que querem preservarseu dinheiro da inflação ou obter remuneração mais elevada, mas com risco na bolsa de valores. De acordo com as previsões do mercado (boletim Focus) até a primeira quinzena de…

A mudança do posicionamento das autoridades em relação ao combate à inflação, após o agravamento da crise fiscalna Europa e EUA eleva o grau de incertezas na economia brasileira neste final de ano. A disparada do valor do dólarfrente ao real em setembro ainda incorporou mais dificuldades no cenário econômico, o que obriga o Banco…

“Não faço planos para o futuro”. Essa afirmação do personagem cínico Rick interpretado por Humphrey Bogart no filme clássicoCasablanca, de 1942, deve ser considerada por grandes investidores e gestores de recursos no dia-a-dia. Pelo menos,enquanto continuar a alta volatilidade do mercado acionário mundial. O personagem Rick disse a célebre frase no turno damanhã para recusar…