Itália x França

4 de junho de 2013 0

Por: Sérgio Augusto Carvalho   Não existe nada melhor do que ficar pesquisando qual é a melhor comida: a francesa ou a italiana. Essa disputa não pode ter fim. Não pode e não deve. E cada vez fica mais gostoso buscar respostas para a questão. A ultima pesquisa, entretanto, deve prevalecer. Encontrei recentemente na Itália argumentos…

Que carne é essa?

2 de abril de 2012 0

1. Cupim2. Acém3. Contrafilé de costela4. Contra Filé5. Filé mignon6. Picanha7. Alcatra8. Coxão duro9. Coxão mole10. Lagarto11. Rabo12. Músculo do traseiro13. Patinho14. Maminha da alcatra ou ponta de alcatra15. Fraldinha16. Costela17. Costela ponta de agulha ou minga e ripa18. Miolo de paleta19. Raquete20. Peixinho21. Pescoço22. Peito e peito com osso23. Músculo do dianteiro. Uma dificuldade…

…mas precisa melhorar!

2 de fevereiro de 2012 0

Apesar de todo o progresso do comercio de materiais de cozinha – ingredientes e utensílios – que tivemos em BH nosúltimos 15 anos, ainda sentimos falta de algumas coisas importantes que ajudam no trabalho dos cozinheiros. A evolução da oferta dos supermercados atingiu muitas áreas. A de vinhos, por exemplo, e a de importados emsegundo…

A arquitetura e a cozinha

2 de janeiro de 2012 0

Sérgio Augusto Carvalho Se eu tivesse seguido sem desvios a trilha que escolhi na minha adolescência, hoje seria um arquiteto. É para mim uma distração e tanto ficar rabiscando formas e imaginando soluções para os espaços e usando materiais mais complicados ou simples. Jornalismo foi uma fascinante armadilha do destino. Aliás, são missões que andam…

Duas pérolas

3 de outubro de 2011 0

O mundo da cozinha não para de reservar surpresas para quem vive ao seu redor. Surpresas e revelações que o tornam cada vez mais fascinante.Às vezes a gente depara com uma história que fica tanto tempo guardada como um segredo a ponto de se tornar inacreditável. São casos, descobertas, novidades, pesquisas, produtos, modernidades e uma…

O paladar não tem asas

1 de setembro de 2011 0

Um tema que não vinha me agradando muito nos últimos anos é essa coisa de ficar classificando os melhores e piores da gastronomia – por dever de ofício, como jurado, sou obrigado a fazer essa avaliação. Não que eu tenha alguma dificuldade para distinguir o bom do ruim. O fundamental é não cometer injustiça. Mesmo…