World Trade Center - Memória viva e Inesquecível
World Trade Center - Memória viva e Inesquecível
World Trade Center – Memória viva e Inesquecível
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Carlos Alberto Teixeira de Oliveira*

 

As fotos do edifício do World Trade Center, que a seguir aqui reproduzo, foram tiradas por mim em 1985 – ano em que ocupava o cargo de CEO – Executive Vice-Presidente do Safra National Bank of New York, em Nova Iorque, nos Estados Unidos da América.

Naquela época, não existiam telefones celulares e estas fotos que ora exponho foram tiradas por uma Câmera Canon, com rolo de filme Kodak e reveladas em filme, posteriormente impressas em papel.

Ali no World Trade Trade Center, bem antes, pude ter a oportunidade de ir várias vezes, seja para participar de alguns eventos principalmente profissionais, cursos, seminários e, até mesmo, para desfrutar de jantares que considero relevantes reportar, ocorridos no restaurante “Windows of the World” localizado no último andar do prédio  – localizado no número 104º.

Sempre estive  acompanhado, principalmente de brasileiros que, por motivos outros sejam profissionais ou turísticos se encontravam na cidade, eis que esse era um dos principais cartões postais da cidade, que havia desbancado o Empire State Building, como o edifício mais alto do mundo e, como tal e também por esta razão, lá tinha de levar os meus amigos especiais ou os profissionais brasileiros do meu círculo de relacionamento, em visita à cidade.

Em 2001, quando ocorreram os ataques às Torres Gêmeas e naquele momento trágico, tive a lamentável oportunidade de presenciar ao vivo aquela tenebrosa e indignada situação através de cenas televisivas retransmitidas pelas TVs americanas e reproduzidas pela TV brasileira.

World Trade Center - Memória viva e Inesquecível 2
World Trade Center – Memória viva e Inesquecível

Na qualidade de diretor-geral, à época da Faculdade Estácio de Sá de Belo Horizonte e em processo de coordenação de sua instalação, nesta data eu me encontrava no Rio de Janeiro para participar de alguns encontros estratégicos da instituição. Foram cenas que vi, assombrado e que, ainda até hoje, continuam comigo, e por mim são consideradas um verdadeiro pesadelo que espero o mundo jamais possa testemunhar novamente.

Além de recusar integralmente o ato terrorista que condeno veementemente, a história daquela tenebrosa e indignada destruição permanece viva na minha memória, como uma autêntico repugnância e se aliam a ela uma outra pergunta: como contumaz frequentador daquele local eu também poderia ter sido uma das vítimas daquele que é considerado um dos maiores  atentados, não apenas contra os americanos, mas também contra a democracia e a civilização humana.

Deixando de morar em Nova Iorque, todas as vezes posteriores  que voltei à cidade e aos Estados Unidos, sempre fiz questão de retornar ao local onde se localizava o  World Trade Center, mesmo após a sua destruição e hoje ainda, faço absoluta questão de lá comparecer e render homenagens especiais às suas quase três mil vítimas.  Não posso me esquecer ou desconsiderar que eu também poderia ter sido uma delas!

World Trade Center - Memória viva e Inesquecível 3
World Trade Center – Memória viva e Inesquecível 

* Administrador, Economista e Bacharel em Ciências Contábeis, com vários cursos de pós graduação no Brasil e exterior. Ex-Executive Vice-Presidente e CEO do Safra National Bank of New York, em Nova Iorque, Estados Unidos. Ex-Presidente do BDMG-Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais e do Banco de Crédito Real de Minas Gerais; Foi Secretário de Planejamento e Coordenação Geral do Governo de Minas Gerais e Diretor-Geral (Reitor) da Faculdade Estácio de Sá de Belo Horizonte; Ex-Presidente do IBEF Nacional – Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças e da ABDE-Associação Brasileira de Desenvolvimento; Coordenador Geral do Fórum JK de Desenvolvimento Econômico; Presidente da ASSEMG-Associação dos Economistas de Minas Gerais.  Presidente da MinasPart Desenvolvimento Empresarial e Econômico, Ltda. Vice-Presidente da ACMinas – Associação Comercial e Empresarial de Minas. Presidente/Editor Geral de MercadoComum. Autor de vários livros, como a coletânea intitulada Juscelino Kubitschek: Profeta do Desenvolvimento.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Mercado Comum: Jornal on-line BH - Cultura - Economia - Política e Variedades

Rua Padre Odorico, 128 – Sobreloja São Pedro
Belo Horizonte, Minas Gerais 30330-040
Brasil
Telefone: (0xx31) 3281-6474
Fax: (0xx31) 3223-1559
Email: revistamc@uol.com.br
URL: https://www.mercadocomum.com/
DomingoAberto 24 horas
SegundaAberto 24 horas
TerçaAberto 24 horas
QuartaAberto 24 horas
QuintaAberto 24 horas
SextaAberto 24 horas
SábadoAberto 24 horas