Tributos na era Elon Musk
Tributos na era Elon Musk
Tributos na era Elon Musk
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

A modernidade do século 21, a despeito dos avanços, ainda manteve intacta a tensão permanente entre a relação de arrecadação de tributos e a afetação do custo tributário nos negócios. Leva-se, principalmente, em conta que a carga tributária brasileira comparada a países da Escandinávia com retorno de países subdesenvolvidos.

Nesses novos tempos, também dão aparição novos desafios, especialmente vivenciado pela pandemia global da covid, vindo da Àsia, semelhante ao impacto da peste negra na idade média, que devastou a população europeia. Especialmente a covid impôs uma devastação nos negócios, comparável a um inverno nuclear vivenciado por muitos empreendedores. Pedidos de falência, recuperação judicial ou um simples fechar as portas abateu-se nos meios empresariais brasileiros.

Diante desse terrível quadro econômico sofrido pelo empresariado brasileiro, a duras penas por parte do poder público, como em um navio em naufrágio, promoveu “coletes salva vidas”, que pela natureza e calamidade não seria capaz de aplacar o resgate de todos. Vieram planos de incentivos tributários, totalmente administrativos, de adesão imediata, disponibilidade gratuita nos portais oficiais dos órgãos de arrecadação federal.

Para fins deste artigo, consignamos nossa atenção ao detalhe da baixa adesão aos planos de incentivos vigentes, cuja afetação econômica de imediato, permite a mobilização do passivo tributário em muitos casos a separação dos que vão seguir a vida empresarial e os que vão colapsar pelo endividamento tributário. Esses planos totalmente administrativos nos livra do calvário das demandas judicias longas e sem balizas firmes que possa autorizar a estimativa de risco e demora de uma demanda judicial, concedendo descontos e parcelamentos, benefícios, gratuitos e imediatos, exigindo apenas expediente, preparo do profissional na adesão dos referidos planos de adesão tributários.

Disponível, mas letal, onde o empresariado e contadores, se comportam como um rato diante de uma ratoeira com um naco de queijo, que intuitivamente sabe que o queijo não é de graça, se não tiver habilidade, poderá lhe custar sua vida. Nessa pequena alegoria, nossa assessoria empresarial, supre essas aflições, com a entrega de acompanhamento permanente de todo o efeito na celebração e extinção dos pactos realizados em cada adesão tributária, adequada ao empresário, precedido da análise de verificação e adoção da estratégia a ser desempenhada, com o destemor de realizar em caráter para o êxito sem conflitar com os profissionais de contabilidade, nem trazer embaraços ao empresário.

Combinando celeridade, por serem tarefas administrativas, entregando benefícios econômicos concretos, medidos no êxito de cada adesão com efeitos imediatos no passivo tributário. Uma espécie de Êxodo do deserto a uma terra prometida.

*Administrador, com MBA em Marketing, especialista em gestão estratégica tendo vivencia em áreas comerciais, Comercio Exterior e Logística. Exerceu funções em grandes empresas nacionais e multinacionais. No Grupo Exodus atua como sócio, assessorando as empresas no desenvolvimento de uma estratégia fiscal e tributária.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Mercado Comum: Jornal on-line BH - Cultura - Economia - Política e Variedades

Rua Padre Odorico, 128 – Sobreloja São Pedro
Belo Horizonte, Minas Gerais 30330-040
Brasil
Telefone: (0xx31) 3281-6474
Fax: (0xx31) 3223-1559
Email: revistamc@uol.com.br
URL: https://www.mercadocomum.com/
DomingoAberto 24 horas
SegundaAberto 24 horas
TerçaAberto 24 horas
QuartaAberto 24 horas
QuintaAberto 24 horas
SextaAberto 24 horas
SábadoAberto 24 horas