Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

A TIM encerrou 2018 com o maior EBITDA anual de sua história, R$ 6.563 milhões, um crescimento de 10,3% em relação a 2017, de acordo com balanço divulgado na noite, desta terça-feira (19). A expansão do resultado operacional acontece há dez trimestres consecutivos. Margem EBITDA normalizada também é recorde: 41,7% no trimestre e 38,5% no ano. Já o lucro líquido normalizado encerra 2018 com R$ 1.566 milhões, um crescimento de 26,6% ano a ano.

No 4 º trimestre de 2018, a TIM demonstra evolução de todas as suas frentes de negócio, com crescimento dos serviços móvel e fixo, e de produtos. A receita líquida totaliza R$ 4.479 milhões no período, avançando 5,2% em comparação com igual trimestre de 2017. No ano, o indicador atinge R$ 17.050 milhões, com alta de 5,0%. A receita líquida de serviços cresce 3,7% no trimestre e 4,7% de crescimento no acumulado do ano. Já o CAPEX soma cerca de R$ 4 bilhões em 2018, dando continuidade aos sólidos investimentos em infraestrutura.

“Apesar de ser um ano de vários desafios, entregamos tudo o que prometemos no início de 2018. Nosso foco na execução nos permitiu alcançar números recordes de EBITDA e Margem, além de gerar caixa sólido e dar continuidade aos fortes investimentos em infraestrutura. Em 2019, continuaremos a sustentar resultados positivos com foco na nossa missão de nos tornarmos a operadora mais amada e a empresa mais rentável do mercado”, destaca Sami Foguel, CEO da TIM Brasil.

Anúncio
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *