Stellantis encerra o semestre na liderança de mercado na América do Sul
Stellantis encerra o semestre na liderança de mercado na América do Sul
Stellantis encerra o semestre na liderança de mercado na América do Sul
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

A Stellantis encerrou o primeiro semestre do ano na liderança do mercado na América do Sul, respondendo por 23,5% das vendas de automóveis e comerciais leves na região no acumulado do ano. A empresa liderou os três maiores mercados sul-americanos.

No Brasil, a empresa emplacou 288 mil unidades, o equivalente a 33,6% do mercado. Na Argentina, a Stellantis superou as 65 mil unidades vendidas entre janeiro e junho, com uma participação de 33,7% das vendas totais. Outras 25 mil unidades foram vendidas no Chile, com uma participação de mercado de 11,1%.

NO BRASILFiat lidera o mercado brasileiro

No topo do ranking brasileiro de vendas, a Fiat garantiu 21,9% de market share e mais de 187 mil emplacamentos no acumulado de janeiro a junho. A marca está na liderança há 18 meses consecutivos.  No acumulado do ano, a Fiat posicionou três modelos entre os 10 mais vendidos: Nova Strada, Mobi e Nova Toro. Fiat Strada é o veículo mais vendido no Brasil entre todas as marcas, com mais de 51 mil unidades emplacadas desde janeiro. O Fiat 500e, lançado há pouco menos de um ano, já está em sétimo lugar entre os veículos 100% elétricos mais vendidos do Brasil.

Jeep mantém liderança entre os SUVs no Brasil

A Jeep garantiu a liderança no segmento SUV no acumulado do ano de 2022, com 20,7% de participação entre os utilitários esportivos e 65,6 mil carros vendidos. Considerando o mercado nacional total (veículos de passeio e comerciais leves), a Jeep fechou os seis primeiros meses do ano com 7,7% de participação, um crescimento de 0,4 ponto percentual em comparação ao mesmo período do ano passado. O Jeep Compass está entre os 10 modelos mais vendidos no acumulado do ano, com mais de 31 mil unidades emplacadas.

Peugeot avança no ranking nacional de marcas

Com 21.687 unidades comercializadas no acumulado de 2022 e 2,5% de participação de mercado, a marca Peugeot registrou crescimento de 81% em comparação ao mesmo período de 2021. Em junho, a marca alcançou o maior volume de emplacamentos em nove anos (5.016 unidades). Com este resultado, ganhou importantes posições no ranking das marcas mais vendidas no Brasil.

Citroën tem melhor desempenho em uma década

O último mês marcou um momento histórico para a Citroën. Após mais do que dobrar sua participação no mercado, a marca alcançou 2,4% do volume total de emplacamentos em junho, o melhor resultado dos últimos dez anos. No mês foram registrados 3.971 veículos novos da Citroën, um aumento de quase 100% em relação ao mês anterior. Com este resultado, a marca acumula 12,3 mil unidades emplacadas de janeiro a junho, com 1,4% de participação no mercado brasileiro.

NA ARGENTINAStellantis continua à frente no mercado argentino

A Stellantis continua liderando o mercado argentino. No acumulado do ano, a empresa superou as 65 mil unidades vendidas, com 33,7% de participação de mercado. Entre os destaques no período, estão a liderança e vice-liderança do ranking de modelos mais vendidos, com o Fiat Cronos (22.549 unidades) e o Peugeot 208 (12.503 unidades). Os dois modelos mais vendidos no segmento premium são os DS 7 Crossback e DS 3 Crossback. A empresa também liderou no segmento de SUVs, com mais de 13 mil unidades vendidas.

A produção nas duas plantas do grupo na Argentina somou 72 mil unidades, com um crescimento de 38% em relação ao primeiro semestre do ano anterior.

NO CHILEStellantis lidera mercado chileno em expansão

Com 25 mil unidades emplacadas de janeiro a junho, a Stellantis liderou as vendas no Chile, cujo mercado está em expansão. O mercado chileno cresceu 24% em comparação com o primeiro semestre de 2021 e se tornou o segundo da América do Sul, atrás apenas do Brasil.

Dentre as marcas do grupo, Peugeot é a mais destacada no Chile, com mais de 10 mil veículos emplacados e 4,6% de participação, seguida por Ram, com 4,4 mil unidades e 2% de participação de mercado. Seguem Citroën (4,2 mil unidades), Opel (2,2 mil), Jeep (2,1 mil) e Fiat (1,3 mil). As marcas DS e Alfa Romeo se destacam no segmento premium, com 6,4% e 1,2% de participação, respectivamente.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades