Saiba quais são os principais erros e desafios para se criar uma startup
Saiba quais são os principais erros e desafios para se criar uma startup
Saiba quais são os principais erros e desafios para se criar uma startup
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Sebrae oferece conjunto de soluções para ajudar empreendedores desse segmento.

Nem a pandemia foi capaz de frear o crescimento do mercado de startups.  De acordo com o estudo Inside Venture Capital, durante o 1º semestre de 2021, o volume de investimentos em negócios dessa natureza, no Brasil, foi de US$ 5,2 bilhões. Esse valor, em apenas seis meses, já ultrapassou em 45% o total investido em todo o ano de 2020. O estudo ainda revela que foram realizados 339 aportes de janeiro a junho de 2021, número aproximadamente 35% superior ao ano passado.

Entretanto, mesmo com o mercado aquecido, os empreendedores de startups precisam ficar alerta em relação aos desafios e erros mais comuns cometidos por quem resolve criar uma empresa desse segmento. Essas pessoas devem ficar atentas também ao que significa uma startup, que de acordo com o Marco Legal de Startups (Lei 182/2021), aprovado nesse ano pelo Congresso Nacional, é uma organização empresarial com atuação em inovação aplicada a modelo de negócios, produtos e serviços ofertados.

Anúncio

A analista de inovação do Sebrae Natália Bertussi destaca que o primeiro ponto a ser analisado é se a ideia é inovadora e se resolve um problema real, requisito essencial para essa atividade. “Depois disso, é importante desenvolver um protótipo, validar hipóteses no mercado, buscar parceiros e captar recursos e clientes”, comenta a analista.  Ela ressalta que o Sebrae tem diversos programas que ajudam os empreendedores a lançarem suas propostas no mercado.

O Sebrae atua na aceleração do empreendedor e do seu negócio, bem como potencializa conexões de modo a fortalecer o ecossistema. “Desde 2012, possuímos uma atuação estruturada com startups, por meio da realização e apoio de diversas iniciativas como mentorias, capacitações, consultorias, missões e etc, tanto em nível nacional quanto estadual e conseguimos desenvolver e fortalecer os pequenos negócios inovadores atendidos”, revela Natalia.

A instituição ainda oferece cursos online e gratuitos, conteúdos rápidos sobre startup, oportunidades de conexão com programas nacionais de apoio a startups com foco em três grandes eixos: capacitação, conexão e fortalecimento do ecossistema para que os empreendedores consigam superar seus desafios e evitar os erros mais comuns.

Além disso, existem diversas ferramentas disponíveis no mercado e que devem ser utilizadas para ajudar no desenvolvimento da empresa. “Recomendamos, para a modelagem do negócio e para poder validar a proposta de valor, o Canvas de Modelo de Negócios, que permite que a startup desenvolva um mínimo produto viável (MVP) para ter feedback da validação das hipóteses de valor e crescimento”, revela a analista que recomenda ainda o uso do Trello, ferramenta de gestão de projetos ágeis para monitorar as entregas e os progressos da execução.

Saiba quais são os maiores desafios das startups:

Os desafios enfrentados por uma startup não são muito diferentes dos enfrentados por empresas tradicionais também. Talvez, a grande diferença esteja na rapidez com que as coisas devem acontecer.

Nas startups o ritmo deve ser mais rápido: encontrar uma solução rápida, pivotar rápido…

Transformar uma ideia em um produto.

Burocracia e tempo para abertura de empresa.

Juros altos na tomada de crédito.

Definição de uma cultura organizacional.

Falta de sócios qualificados.

Conheça os principais erros:

Achar que sua ideia é de fato a solução para um problema real.

Não dedicar tempo para executar, pois tempo é fator crucial para o sucesso de uma startup.

Time sem função complementares.

Utilizar o recurso sem o mínimo de planejamento e queimar caixa.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades