• Royal Enfield Americas possui foco em crescimento no continente americano e incremento de vendas nos mercados internacionais
  • Executivo Rod Copes, que conta com mais de 20 anos de experiência no segmento, está à frente da operação
A Royal Enfield, marca de motocicletas mais antiga do mundo em produção contínua, estabelece nova estrutura interna focada na administração dos mercados norte e latino-americanos. Seu objetivo é impulsionar o crescimento no Brasil e nos Estados Unidos, além de incrementar as vendas em outras operações internacionais. O executivo Rod Copes, que está à frente da subsidiária norte-americana desde 2014, assumiu todo o continente em sua gestão. Arun Gopal, anteriormente responsável pela região, continua atuando como diretor de Negócios Internacionais na Royal Enfield e agora passa a administrar o território europeu.

“Nos últimos anos, a Royal Enfield vem passando por um processo de internacionalização. Hoje, está presente em mais de 50 países, todos de extrema importância para a nossa estratégia de expansão, que visa a liderança mundial no segmento de motocicletas de médio porte. A estrutura Royal Enfield Americas vem para suplementar o aumento das vendas globais da marca – que cresce 50% desde 2010 – e para garantir sua estabilidade nos mercados internacionais”, afirma Rod Copes, agora presidente da Royal Enfield Americas. O executivo conta com mais de duas décadas de experiência no segmento de duas rodas, com foco na área de vendas, desenvolvimento e expansão de negócios no setor.

Dentro da Royal Enfield Americas estão contempladas as duas subsidiárias da marca, Brasil e Estados Unidos, além de outros importantes mercados como Colômbia, México e a recém-inaugurada operação na Argentina. A Royal Enfield tem sido, nos últimos anos, uma das marcas mais lucrativas e de crescimento mais rápido no setor automotivo mundialmente. Só no final do ano fiscal de 2018-19, chegou a produzir 820 mil motocicletas. Possui o objetivo de liderar e expandir o segmento de motocicletas de média cilindrada, representado por modelos entre 250 e 750 cilindradas – tudo baseado na filosofia do moto purismo.

“A subsidiária brasileira tem sido uma das grandes apostas da marca nos últimos anos, por isso estamos abrindo concessionárias em novas praças e estudando a possibilidade de iniciar, futuramente, uma operação CKD local. Temos e sempre tivemos um respaldo muito grande da liderança e acredito que isso deve aumentar sob a gestão do Rod. Sua expertise no mercado de duas rodas fará com que a Royal Enfield Americas alavanque as vendas nas regiões e, consecutivamente, as vendas da marca como um todo”, afirma Claudio Giusti, diretor geral da Royal Enfield Brasil.

Sobre a Royal Enfield

A Royal Enfield é a marca de motocicletas mais antiga em produção contínua – produziu seu primeiro modelo em 1901. É uma divisão da Eicher Motors Limited e criou o segmento de motocicletas de média cilindrada na Índia, com suas máquinas clássicas modernas, que são inconfundíveis, evocativas e divertidas de pilotar. A marca registra mais de 50% de crescimento anual nos últimos cinco anos e se tornou um importante player no mercado global de motocicletas. Com suas três fábricas em Chennai, a Royal Enfield é capaz de atender à crescente demanda por seus produtos.

Além da Índia, a Royal Enfield está presente em mais de 50 países em todo o mundo, com mais de 540 pontos de venda e 38 lojas exclusivas, em cidades-chave como Milwaukee, Londres, Paris, Madri, Barcelona, Melbourne, São Paulo, Bogotá, Medellín, Dubai, Bangkok, Jacarta, Manila, Ho Chi Minh e Buenos Aires. No Brasil, os modelos disponíveis são Bullet 500, Classic 500 e Himalayan 410. A Royal Enfield também organiza e apoia muitos passeios de motocicleta, como Rider Mania, Himalayan Odyssey e One Ride.