ROMEU ZEMA

Romeu Zema segue em primeiro lugar com 41% na corrida pelo governo de Minas Gerais

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Romeu Zema segue em primeiro lugar com 41% na corrida pelo governo de Minas Gerais

Com apoio de Lula, ex-prefeito Alexandre Kalil cresce 13 pontos percentuais

Se primeiro turno fosse hoje, Zema teria 41% x 30% de Kalil

61% dos entrevistados acham que governador merece um segundo mandato

Na disputa presidencial, Lula tem 44% contra 28% Bolsonaro

Os números da segunda pesquisa Genial/Quaest para o governo de Minas Gerais indicam que o governador Romeu Zema segue na frente com 41%. Seu principal adversário, o ex-prefeito de Belo Horizonte Alexandre Kalil cresceu três pontos percentuais e agora tem 30% da preferência do eleitorado. Na simulação de segundo turno, sem considerar apoios, Zema teria hoje 48% das intenções de voto contra 35% de Kalil. A pesquisa foi feita de forma presencial, com 1.480 entrevistas. A margem de erro é de 2.5 pontos percentuais.

Com apoio de Lula, ex-prefeito Alexandre Kalil cresce 13 pontos percentuais

A situação muda, no entanto, quando os eleitores são questionados sobre os principais cabos-eleitorais dos candidatos.  Com o apoio do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Kalil chegaria a 43% das intenções de voto, enquanto Zema, ao lado de Felipe d’ Ávila, ficaria com 22%. A interferência do apoio de Lula na campanha mineira fica ainda mais evidente quando se analisa números mais detalhados de Zema. O governo Zema é bem avaliado: considerado positivo por 42% dos eleitores. Outros 35% afirmam ser regular, contra apenas 17% que classificam como negativo. Além disso, 61% dos mineiros acham que ele merece um segundo mandato.

Em relação aos apoios, 32% dos entrevistados preferem que vença um candidato mais ligado a Lula

Em relação aos apoios, 32% dos entrevistados preferem que vença um candidato mais ligado a Lula, enquanto 22% gostariam que o futuro governador fosse ligado a Bolsonaro. Para 40%, porém, o ideal é um candidato que não seja ligado nem ao atual presidente nem ao ex-presidente. 40% também é o índice de eleitores que garantem que seu voto está cristalizado – ou seja, não pretendem mudar. Outros 58%, no entanto, dizem que podem modificar sua escolha.  Na corrida para o Senado, Cleitinho Azevedo largou na frente, com 17% das intenções de voto, seguido por Reginaldo Silveira (9%) e Alexandre Lopes (8%), empatados na margem de erro.

Pesquisa também indica que, hoje, 47% dos mineiros avaliam como negativo o governo federal

Entrevistados puderam ainda apontar qual é o problema mais grave em Minas Gerais

Os entrevistados puderam ainda apontar qual é o problema mais grave em Minas Gerais. A saúde foi citada por 29%, seguida da economia, que mereceu 21% das menções. Na pesquisa anterior, a economia tinha 31% e a saúde, 21%.

Metodologia

A Pesquisa Genial/Quaest trabalha com metodologia inédita de acompanhamento da opinião pública. A partir das entrevistas domiciliares, é feita a decupagem, análise e estratificação dos dados por sexo, idade, escolaridade, renda e População Economicamente Ativa (PEA).  A pesquisa também recebe tratamento estatístico de pós-estratificação para reduzir as chances de viés de seleção e de não-resposta. Trata-se do primeiro levantamento feito em âmbito nacional que combina coleta domiciliar com modelagem em pós-estratificação.

O nível de confiança da pesquisa Genial/Quaest é de 95%, com margem de erro máxima de 2%, para cima ou para baixo, em relação ao total da amostra.

Genial é uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro

A Genial é uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro, oferecendo os melhores produtos do mercado. Sempre em busca de excelência e inovação, possui hoje mais de R$ 50 bilhões de ativos sob custódia, 450 mil clientes e mais de 20 anos de história. É uma plataforma que acredita em simplicidade e facilidade na hora de investir, por isso, é 100% digital, mas sempre humana.

Quaest é uma empresa de inteligência de dados que alia rigor científico e tecnologia

A Quaest é uma empresa de inteligência de dados que alia rigor científico e tecnologia para gerar insights que levem os clientes a tomar decisões estratégicas informadas. Com 6 anos de experiência em campanhas políticas presidenciais, estaduais e municipais, reúne um time de doutores e mestres das mais diversas áreas do conhecimento. O fundador e presidente da Quaest é Felipe Nunes, Ph.D. em ciência política e mestre em estatística pela Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA), professor da UFMG e presidente do Centro de Estudos Legislativos. Ele é o criador do Índice de Popularidade Digital (IPD).

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

A Quaest é uma empresa de inteligência de dados que alia rigor científico e tecnologia para gerar insights que levem os clientes a tomar decisões estratégicas informadas. Com 6 anos de experiência em campanhas políticas presidenciais, estaduais e municipais, reúne um time de doutores e mestres das mais diversas áreas do conhecimento. O fundador e presidente da Quaest é Felipe Nunes, Ph.D. em ciência política e mestre em estatística pela Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA), professor da UFMG e presidente do Centro de Estudos Legislativos. Ele é o criador do Índice de Popularidade Digital (IPD).