Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Pequenos negócios poderão ter 70% do valor das consultorias tecnológicas subsidiado pelo Sebrae Minas

Micro e Pequenas Empresas (MPE), Microempreendedores Individuais (MEI), produtores rurais e artesãos mineiros já podem ter acesso a 21 das 48 soluções inovadoras do Sebraetec. As consultorias são subsidiadas e direcionadas para melhoria dos processos de inovação de produtos e serviços de pequenos negócios. Os interessados em participar do programa já podem procurar um dos 57 pontos de atendimento do Sebrae Minas espalhados pelo estado.

Criado em 1994, o Sebraetec oferece 48 soluções nas áreas de design, desenvolvimento tecnológico, produção, qualidade e sustentabilidade que ajudam os pequenos negócios a simplificar, fazer melhor, mais rápido, com maior faturamento e com menor custo. “As consultorias dão suporte para que o empreendimento possa ampliar sua competitividade e se posicionar melhor no mercado”, explica a analista do Sebrae Minas, Daniela Toccafondo.

Anúncio

Para participar do Sebraetec, os interessados deverão ir a um ponto de atendimento do Sebrae Minas, tendo em mãos a carteira de identidade e o CNPJ da empresa. Um especialista em pequenos negócios irá entender a situação atual do negócio e apontar a solução mais adequada para atender a necessidade de inovação da empresa. “São oferecidas desde soluções simples como organização de vitrines e a criação de rótulos e embalagens de produtos às mais complexas como controle e melhoria de processos e Lean Manufacturing”, afirma Toccafondo.

Após alguns dias, um consultor cadastrado do Sebraetec fará uma visita à empresa dando todo suporte para implementação das ações necessárias de melhoria do processo, produto ou serviço.

A consultoria tem 70% do valor total pago pelo Sebrae Minas e 30% restante custeado pelo dono do negócio. “O empresário poderá ainda parcelar o valor de acordo com a complexidade da solução”, justifica a analista do Sebrae Minas.

Em 2018, foram atendidas mais de 10 mil empresas mineiras, envolvidas em 1.364 projetos assessorados. Entre os resultados obtidos estão: aumento da eficiência dos negócios, automatização de processos, melhor atuação no comércio eletrônico, criação de novos design e embalagens de produtos, eliminação de desperdícios e redução de custos, implantação de boas práticas de produção e adequação às regulamentações vigentes e melhoria na qualidade dos produtos, serviços e no atendimento.

A previsão é de que, em 2019, mais de 2 mil pequenos negócios mineiros sejam beneficiados com a iniciativa até dezembro.

 Conheça as 21 soluções do Sebraetec disponíveis em Minas Gerais

  Design | 7 produtos

          Design de Ambiente

  • Design de interiores e fachada
  • Quiosque de venda
  • Vitrines e expositores

           Design de Comunicação

  • Branding
  • Identidade visual
  • Sinalização

             Design de Produto

  • Desenvolvimento de coleções

Sustentabilidade | 3 produtos

              Gestão da Sustentabilidade

  • Redução de desperdício nos pequenos negócios

               Gestão da Sustentabilidade

  • Licenciamento Ambiental

                    Resíduos

  • Plano de gerenciamento de resíduos sólidos

   Produção e Qualidade | 8 produtos

                     Gestão da Qualidade

  • Elaboração e implementação de manual de boas práticas no processamento de alimentos

            Mapeamento e Melhoria de Processos

  • Boas práticas agrícolas
  • Boas práticas na bovinocultura de leite e ou corte
  • Controle e melhoria de processos
  • Lean Manufacturing
  • Melhoria de layout produtivo
  • Melhoria de processo para alimentação panificação e confeitaria
  • Planejamento e controle de produção

    Desenvolvimento Tecnológico | 3 produtos

         Transformação Digital

  • Diagnóstico para implantação de e-commerce
  • Implantação de e-commerce
  • Inserção digital desenvolvimento de website

 Acesse o site www.sebrae.com.br/minasgerais e saiba o ponto de atendimento do Sebrae Minas mais próximo do seu negócio.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades