Pandemia do coronavírus volta a preocupar e aprofunda desgaste de Bolsonaro com o eleitorado feminino
Pandemia do coronavírus volta a preocupar e aprofunda desgaste de Bolsonaro com o eleitorado feminino
Pandemia do coronavírus volta a preocupar e aprofunda desgaste de Bolsonaro com o eleitorado feminino
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Lula vence todos os adversários em segundo turno e Bolsonaro perde também para Moro e Ciro

A nova rodada da Pesquisa Genial
A nova rodada da Pesquisa Genial

A nova rodada da Pesquisa Genial/Quaest, primeira consulta eleitoral a ser divulgada em 2022, aponta que os brasileiros voltaram a se preocupar com a pandemia do coronavírus – 28% apontaram como o principal problema do país, contra 19% em dezembro. Esse temor começa a se refletir na avaliação do governo Bolsonaro e na popularidade do presidente. Embora os números da corrida ao Palácio do Planalto apresentem pouca alteração em relação a dezembro de 2021, é possível observar que as mulheres estão cada vez mais desgostosas com a atual gestão.

A decisão de se manifestar contra à vacinação de crianças pode ter contribuído para o quadro: 72% dos entrevistados consideram que as crianças deveriam ser imunizadas já. Este número, porém, cai para 48% entre os eleitores de Jair Bolsonaro.

A avaliação do governo se manteve no mesmo patamar das últimas consultas: 50% consideram negativa. Além disso, 55% dos brasileiros consideram Bolsonaro pior do que esperavam – em julho de 2012, esse índice era de 48%. Reforçando um fenômeno que a pesquisa Genial/Quaest foi a primeira a apontar, a inflação aparece como o maior entrave do governo no momento. Entre os entrevistados, 73% avaliam de forma negativa a maneira como o presidente conduz o combate à inflação.

A nova rodada da Pesquisa Genial 01
A nova rodada da Pesquisa Genial

Em relação à corrida presidencial, houve pouca mudança no quadro. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com 45% dos votos, venceria em primeiro turno, se a eleição fosse hoje. Bolsonaro teria 23% e o ex-juiz Sérgio Moro, 9%. O ex-governador Ciro Gomes ficaria com 5%: o governador de São Paulo, João Dória, com 3%; e a senadora Simone Tebet, com 1%. O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco; e o empresário Felipe d’Ávila, não pontuaram. Em todos os cenários de segundo turno, Lula se sai vencedor: 54 a 30 para o atual presidente; 54 a 30 para Moro e 52 a 21 para Ciro. Já Bolsonaro, além de perder para Lula, também seria derrotado por Moro e por Ciro.

Desde o último dia 1º, todas as pesquisas sobre as eleições precisam ser registradas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), seguindo uma regulamentação específica, que determina a apresentação do questionário, da metodologia, do tamanho da amostra e da margem de erro, entre outras informações.

Fruto da parceria da Genial Investimentos com a Quaest Pesquisa e Consultoria, a Pesquisa Genial/Quaest é o único levantamento mensal realizado a partir de entrevistas domiciliares no Brasil. Foram feitas 2 mil coletas domiciliares em 120 cidades do país entre 06/01 e 09/01.

Metodologia

A Pesquisa Genial/Quaest, que trabalha com metodologia inédita de acompanhamento da opinião pública brasileira, começou em julho de 2021  e se estenderá até novembro de 2022. No total, serão 24 rodadas de pesquisa nacional, cada uma delas implicando em duas mil coletas domiciliares face a face, realizadas nas 27 unidades da federação, abrangendo 123 municípios.

A partir das entrevistas domiciliares, é feita a decupagem. análise e estratificação dos dados por sexo, idade, escolaridade, renda e População Economicamente Ativa (PEA).  A pesquisa também receberá tratamento estatístico de pós-estratificação para reduzir as chances de viés de seleção e de não-resposta. Trata-se do primeiro levantamento feito em âmbito nacional que combina coleta domiciliar com modelagem em pós-estratificação.

O nível de confiança da pesquisa Genial/Quaest  é de 95%, com margem de erro máxima de 2%, para cima ou para baixo, em relação ao total da amostra.

A Genial é uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro, oferecendo os melhores produtos do mercado. Sempre em busca de excelência e inovação, possui hoje mais de R$ 50 bilhões de ativos sob custódia, 450 mil clientes e mais de 20 anos de história. É uma plataforma que acredita em simplicidade e facilidade na hora de investir, por isso, é 100% digital, mas sempre humana.

A Quaest é uma empresa de inteligência de dados que alia rigor científico e tecnologia para gerar insights que levem os clientes a tomar decisões estratégicas informadas. Com 6 anos de experiência em campanhas políticas presidenciais, estaduais e municipais, reúne um time de doutores e mestres das mais diversas áreas do conhecimento. O fundador e presidente da Quaest é Felipe Nunes, Ph.D. em ciência política e mestre em estatística pela Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA), professor da UFMG e presidente do Centro de Estudos Legislativos. Ele é o inventor do Índice de Popularidade Digital (IPD).

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades