Lula pode vencer no 1º turno Avaliação negativa do governo Bolsonaro recua ao menor nível desde 2021 e diferença entre Lula e o presidente cai de 14 para 12 pontos percentuais
Lula à frente no segundo turno apresenta entre 52% e 56% das intenções dos votos válidos, enquanto Bolsonaro tem entre 44% e 48%
Lula à frente no segundo turno apresenta entre 52% e 56% das intenções dos votos válidos, enquanto Bolsonaro tem entre 44% e 48%

No segundo turno, Lula aparece com 49% das intenções de voto totais (estimativa entre 47% e 51%), enquanto Bolsonaro tem 41% dos votos totais (estimativa entre 39% e 43%). 

Em votos válidos, Lula teria 54% e Bolsonaro 46%

  • Quando esses dados são ponderados em relação ao grupo de eleitores com maior probabilidade de comparecer no dia da votação (likely voter model), Lula aparece com 53% dos votos válidos contra 47% de Bolsonaro
  • No Nordeste, Lula sobe 6 pontos percentuais e tem entre 66% e 70% dos votos. Bolsonaro tem entre 22% e 26%. No Sudeste, o presidente abre 5 pontos sobre Lula e tem entre 44% e 48%; ex-presidente tem entre 39% e 43%
  • Entre os eleitores que votaram em Ciro no primeiro turno, 54% pretendem votar em Lula, e 21% em Bolsonaro. Entre os eleitores que votaram em Tebet, 28% votam em Bolsonaro e 25% em Lula, enquanto 31% pretendem votar em branco, anular ou não votar
  • Rejeição de Bolsonaro mantém-se em 50%; a de Lula oscilou dentro da margem de erro e está em 42%
  • 94% dos eleitores de Bolsonaro e 93% dos que votam em Lula consideram seu voto definitivo
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

A nova rodada da pesquisa Genial/Quaest para o segundo turno da eleição presidencial mostra estabilidade em relação à pesquisa anterior. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, oscilou positivamente 1 ponto percentual e poderia ter entre 47% e 51% dos votos e o presidente Jair Bolsonaro, do PL, manteve o percentual de intenções de voto, podendo receber entre 39% e 43%. Essa estabilidade explica-se pelas variações registradas no Nordeste, onde Lula subiu 6 pontos percentuais e tem entre 66% e 70% dos votos, enquanto Bolsonaro tem entre 22% e 26%. No Sudeste, os dois candidatos saíram do empate técnico e o presidente abriu 5 pontos percentuais de vantagem sobre Lula, com intenções de voto entre 44% e 48%; o ex-presidente tem entre 39% e 43%.

Uma novidade importante dessa pesquisa é a apresentação dos resultados da eleição usando o modelo de likely voter (eleitor provável), que identifica os eleitores com maior probabilidade de ir votar no dia 30 de outubro. A Quaest está incorporando essa modelagem para compreender melhor os possíveis efeitos da abstenção sobre os resultados. Os resultados já ponderados vêm em votos válidos, e mostram Lula com 53% e Bolsonaro com 47%.

O modelo foi construído a partir de dados do comparecimento real no 1º turno da eleição de 2022 e de pesquisas anteriores da Quaest, que demonstram uma diferença significativa entre a abstenção declarada e a abstenção real, com impacto importante na estimativa de votos válidos (que exclui brancos, nulos e abstenções). O modelo de eleitor provável pondera o resultado pelas chances de cada indivíduo ir votar, levando em conta dados como o interesse pela eleição e o comportamento anterior do eleitor.

Para 47% dos entrevistados, Bolsonaro merece um segundo mandato, variação negativa de 3 pontos percentuais em relação à pesquisa anterior, contra 50% que não o consideram merecedor, oscilação de 2 pontos. Para 53%, Lula merece voltar à presidência (oscilação positiva de 1 ponto) e 44% consideram que não (variação negativa de 2 pontos).

O principal motivo para votar em Bolsonaro é elegê-lo (46%), enquanto 47% dizem que votariam no presidente para impedir a volta do PT ao governo, com pequenas variações em relação à pesquisa anterior. O motivo do voto no ex-presidente manteve-se estável: 54% votariam nele para elegê-lo e 43% para tirar Bolsonaro do governo.

Entre os eleitores que votaram em Ciro Gomes (PDT) no primeiro turno, 54% pretendem votar em Lula, e 26% em Bolsonaro. Entre os eleitores que votaram em Simone Tebet (MDB), 28% pretendem votar em Bolsonaro e 25% em Lula, enquanto 31% dizem que votarão em branco, nulo ou não comparecerão às urnas.

A 22ª rodada da pesquisa Genial/Quaest ouviu 2.000 pessoas com mais de 16 anos entre os dias 10 e 12 de outubro, em entrevistas nas casas dos eleitores em 27 estados. Desde julho de 2021, a Genial/Quaest realiza pesquisas de intenção de voto para as eleições presidenciais. É a mais longa série de sondagens feita presencialmente no país.

Metodologia

A Pesquisa Genial/Quaest trabalha com metodologia inédita de acompanhamento da opinião pública. Até novembro de 2022, serão 24 rodadas de pesquisa nacional, cada uma delas implicando em duas mil coletas domiciliares face a face, realizadas nas 27 unidades da federação, abrangendo 123 municípios.

A partir das entrevistas domiciliares, é feita a decupagem, análise e estratificação dos dados por sexo, idade, escolaridade, renda e População Economicamente Ativa (PEA). A pesquisa também recebe tratamento estatístico de pós-estratificação para reduzir as chances de viés de seleção e de não-resposta. Trata-se do primeiro levantamento feito em âmbito nacional que combina coleta domiciliar com modelagem em pós-estratificação.

O nível de confiança da pesquisa Genial/Quaest é de 95%, com margem de erro máxima de 2%, para cima ou para baixo, em relação ao total da amostra.

A Genial é uma plataforma de investimentos que tem como objetivo facilitar o acesso ao mercado financeiro, oferecendo os melhores produtos do mercado. Sempre em busca de excelência e inovação, possui hoje mais de R$ 150 bilhões de ativos sob custódia, 700 mil clientes e mais de 20 anos de história. É uma plataforma que acredita em simplicidade e facilidade na hora de investir, por isso, é 100% digital, mas sempre humana.

A Quaest é uma empresa de inteligência de dados que alia rigor científico e tecnologia para gerar insights que levem os clientes a tomar decisões estratégicas informadas. Com seis anos de experiência em campanhas políticas presidenciais, estaduais e municipais, reúne um time de doutores e mestres das mais diversas áreas do conhecimento. O fundador e presidente da Quaest é Felipe Nunes, Ph.D. em ciência política e mestre em estatística pela Universidade da Califórnia, Los Angeles (UCLA), professor da UFMG e presidente do Centro de Estudos Legislativos. Ele é o criador do Índice de Popularidade Digital (IPD).

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Mercado Comum: Jornal on-line BH - Cultura - Economia - Política e Variedades

Rua Padre Odorico, 128 – Sobreloja São Pedro
Belo Horizonte, Minas Gerais 30330-040
Brasil
Telefone: (0xx31) 3281-6474
Fax: (0xx31) 3223-1559
Email: revistamc@uol.com.br
URL: https://www.mercadocomum.com/
DomingoAberto 24 horas
SegundaAberto 24 horas
TerçaAberto 24 horas
QuartaAberto 24 horas
QuintaAberto 24 horas
SextaAberto 24 horas
SábadoAberto 24 horas