Unimed-BH completa 50 anos
Mercado Comum Publicação Nacional de Economia, Finanças e Negócios
Mercado Comum Publicação Nacional de Economia, Finanças e Negócios
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Eudes Arantes Magalhães, Diretor Administrativo-Financeiro; Mercês Quintão Fróes, Diretora Comercial e de Relacionamento Institucional; Samuel Flam, Diretor-Presidente; Múcio Pereira Diniz, Diretor de Serviços Próprios e José Augusto Ferreira, Diretor de Provimento de Saúde).

Unimed-BH completa 50 anos

No dia 1º de abril, há cinquenta anos nascia a Unimed-BH, um sonho de um grupo de médicos, que nem sonhava que 50 anos depois a Unimed-BH seria uma das maiores e melhores do Brasil.  Um dos fundadores, o médico dermatologista Francisco Neves, presidiu a Unimed-BH por 20 anos – de 1.978/1.998. Durante estes últimos sete anos a Unimed-BH vem sendo presidida pelo médico Samuel Flam, que imprimiu à instituição uma administração que se tornou referência para o Brasil.

Anúncio

Consideradauma das maiores operadoras de planos de saúde do país, a Cooperativa está na linha de frente do combate ao novo coronavírus e segue desenvolvendo ações com foco no cuidado com a vida: no momento são 350 novos leitos para atendimento aos clientes com a doença.

Diversos investimentos continuam sendo realizados pela Unimed-BH, que além de aumentar o número de leitos, reforçou os estoques de insumos médicos e vem ampliando a equipe de atendimento, com a contratação de mais de 400 novos profissionais da saúde e, também, convocando os médicos que atuam em consultório para atuação na linha de frente.

 “Acreditamos que a melhor forma de honrar essa história bem-sucedida é intensificando nossas ações para, neste momento, assegurar o cuidado com os nossos clientes, médicos cooperados, colaboradores, prestadores de serviço em saúde e toda a sociedade”, destaca o diretor-presidente Samuel Flam.

No mês de abril entrou em operação uma unidade de pronto atendimento no Centro de Promoção da Saúde localizado na Avenida Pedro I, o que representa mais um reforço no atendimento. Além disso, a Unimed-BH reabriu o Hospital Betim Centro. “A batalha contra o coronavírus é de todos nós e somente juntos vamos alcançar a vitória. Precisamos de cada um fazendo a sua parte, respeitando as medidas de prevenção. A pandemia vai passar e o que ficará é o nosso legado de cuidado”, completa.

Atualmente, a Unimed-BH conta com um milhão trezentos e vinte mil vidas usufruindo dos seus serviços e há 8 anos consecutivos é indicada pela ANS – Agencia Nacional de Saúde como uma das melhores do Brasil. (Foto: Eudes Arantes Magalhães, Diretor Administrativo-Financeiro; Mercês Quintão Fróes, Diretora Comercial e de Relacionamento Institucional; Samuel Flam, Diretor-Presidente; Múcio Pereira Diniz, Diretor de Serviços Próprios e José Augusto Ferreira, Diretor de Provimento de Saúde).

Unimed BH
Unimed BH
Unimed-BH lança Pronto Atendimento On-line
 O novo serviço é voltado para pequenas urgências e chega como mais uma opção de assistência on-line para os clientes da Cooperativa A Unimed-BH acaba de lançar um novo serviço: o Pronto Atendimento On-line. Essa nova modalidade da teleconsulta é voltada para outras patologias e casos de pequenas urgências, como por exemplo: diarreia, vômito e/ou náuseas, dor ou urgência para urinar, febre, dor no corpo, dores nas articulações, dor atrás dos olhos, mal-estar, perda de apetite, manchas vermelhas na pele ou dor abdominal.

O Pronto Atendimento On-line da Unimed-BH é um serviço que está disponível para os clientes da Cooperativa em Belo Horizonte e região e os atendimentos não têm cobrança de coparticipação. Para realizar a teleconsulta, o cliente deve acessar o portal (www.unimedbh.com.br/conectasaude) que reúne todos os atendimentos on-line da Unimed-BH. Após responder a um breve questionário sobre os sintomas, o cliente é direcionado para uma equipe médica. O serviço funciona de 7h às 21h45, sete dias da semana. O agendamento é rápido e simples. O cliente pode utilizar a plataforma desde que tenha acesso à internet, bem como computador, tablet ou celular.

“Fomos pioneiros em Belo Horizonte e região metropolitana no lançamento da ConsultaOn-line Coronavírus e agora identificamos a oportunidade de expandir o atendimento virtual. O objetivo é contribuir ainda mais para diminuir a circulação das pessoas e para assegurar que elas continuem tendo a melhor assistência, diminuindo o risco de contágio do novo coronavírus. O nosso cliente continuará tendo acesso a um serviço de qualidade e com o conforto e a segurança de estar em casa. Esse novo serviço veio para somar nesse sentido”, afirma o diretor-presidente da Unimed-BH, Samuel Flam.

Consulta On-line Coronavírus
No dia 18 de março, a Cooperativa celebrou um ano da Consulta On-line Coronavírus, um serviço pioneiro que está disponível sete dias por semana, das 7h às 21h45. Com o agravamento da pandemia e a alta demanda registrada no início de 2021, a Unimed-BH passou a ofertar mais de 2 mil consultas por dia e quadruplicou o número de médicos que atuam no serviço. Em abril, a Consulta On-line Coronavírus atingiu 300 mil atendimentos e, atualmente, são mais de 400 médicos em atuação na Consulta On-line Coronavírus.

Telemonitoramento
A Unimed-BH também celebrou 1 ano do serviço de telemonitoramento dos pacientes, que foi lançado junto à Consulta On-line Coronavírus. Unindo a tecnologia de robôs a um cuidado humanizado, a iniciativa permite o rastreamento de pessoas com possível infecção pelo coronavírus além do monitoramento de clientes sintomáticos ou com confirmação da COVID-19. Desde março de 2020, mais de 352 mil clientes distintos já foram telemonitorados.

“Garantir a saúde e a segurança dos clientes e equipes assistenciais foi o nosso principal compromisso neste período de pandemia e, para isso, uma série de iniciativas foram adotadas, entre elas, o telemonitoramento. O serviço permitiu que, mesmo à distância, cerca de 30% da nossa carteira de clientes fosse monitorada”, afirma Samuel Flam
       
USIMINAS - Centro de Memória em Ipatinga
USIMINAS – Centro de Memória em Ipatinga

USIMINAS – Centro de Memória em Ipatinga

A Usiminas anunciou que o prédio do Grande Hotel de Ipatinga irá abrigar o Centro de Memória da companhia. A proposta de uso do espaço foi apresentada ao Conselho Municipal do Patrimônio Histórico e Cultural de Ipatinga. O Centro de Memória, previsto para ser inaugurado ainda em 2021, irá abrigar, em caráter permanente, obras e objetos que contam a história da indústria do aço e da própria Usiminas, além de um acervo assinado por alguns dos principais nomes da arte brasileira, reunido pela empresa ao longo de quase seis décadas de operação. 

O Centro ficará sob a coordenação do Instituto Usiminas e a linha curatorial – já está em fase de elaboração – por profissionais especializados. A iniciativa prevê ainda a instalação de um Comitê Consultivo com representantes de diversos setores da comunidade, para acompanhar e apoiar a execução do projeto, que terá como prioridade contribuir com a memória do Vale do Aço, do Estado de Minas Gerais e do Brasil. “Nossa proposta é dar uma nova vida ao Grande Hotel, que já é um patrimônio e referência de Ipatinga. Ao utilizar o espaço, hoje fechado para a visitação, queremos proporcionar às pessoas uma viagem ao passado, a vivência de momentos importantes para a formação da cidade como ela é hoje e um regaste da identidade da região. É muito importante que tenhamos esse registro sempre em andamento para que esse legado se mantenha para as próximas gerações. É mais um presente que oferecemos à comunidade, mais uma forma de ampliarmos e incentivarmos o acesso à cultura”, afirma o presidente da Usiminas, Sergio Leite. 

Localizado no bairro Castelo, o Grande Hotel Ipatinga foi construído pela Usiminas ainda durante a implantação da usina para hospedar empreendedores siderúrgicos, autoridades nacionais e internacionais, assim como para a realização de eventos. O projeto é do arquiteto Rafael Hardy e a inauguração ocorreu em 1961. O hotel funcionou até os anos de 1990 e foi tombado como patrimônio cultural municipal em 2000, sendo conservado pela Usiminas. – Fonte: Brasil Mineral/08.04.2021

Direcional é a melhor escolha do setor imobiliário, apontam analistas
Direcional é a melhor escolha do setor imobiliário, apontam analistas

Direcional é a melhor escolha do setor imobiliário, apontam analistas

Os números da prévia da Direcional (DIRR3do primeiro trimestre de 2021 reforçaram a visão positiva da Ágora Investimentos em relação à empresa, mostra relatório enviado a clientes no dia 13 de abril último.

A companhia teve o melhor primeiro trimestre da sua história, com a Riva crescendo 136% na comparação com o mesmo período do ano passado.

Além disso, registrou R$ 439 milhões em vendas, alta de 77%, com as vendas de baixa renda representando R$ 323 milhões e Riva R$ 110 milhões.

“A Direcional apresentou melhorias relevantes em relação ao VSO (Venda Sobre a Oferta), com a Riva registrando 20%”, destacaram os analistas Bruno Mendonça e Wellington Lourenço.

Houve também uma geração de caixa de R$ 15 milhões, o quarto período consecutivo gerando caixa, com oito terrenos adquiridos, encerrando o trimestre com um total de R$ 23 bilhões em VGV em seu estoque de terrenos.

“A Direcional é nossa principal escolha entre as construtoras brasileiras, negociando a uma avaliação atraente de 1,5 vezes o P/VPA (Preço sobre Valor Patrimonial da Ação) e 9,4 vezes o preço sobre o lucro (P/L) de 2021”, argumentam.

A Ágora tem preço-alvo de R$ 20 para a empresa, potencial de alta de 51%.  – (Fonte: Money Times – 13.04.2021)

Direcional Engenharia aposta em gamificação, reduz a curva de aprendizado de novos colaboradores e fatura R$ 8,5 milhões

Empresa utiliza tecnologia da startup Play2Sell para formar equipes de vendedores mais qualificados

A gamificação em treinamentos corporativos está se consolidando no mercadoimobiliário e dia após dia, passou a ser estratégia fundamental no modelo de negócios de incorporadoras e construtoras. Através de sua metodologia, a ferramenta deixa a jornada de trabalho e aprendizado mais interessante, além de motivar e engajar equipes. Desde setembro do ano passado, quando implementou o treinamento gamificado no processo de formação de vendedores da empresa, a Direcional Engenharia conseguiu identificar melhoras positivas no engajamento dos vendedores. Apenas na fase piloto do projeto, em que disponibilizou o game para 192 colaboradores, a empresa conseguiu faturar R$ 8,5 milhões.

Para Luan Pimenta, head de treinamento no Brasil da Direcional Engenharia, a metodologia é complementar e fundamental para escalar o conhecimento para os mais de 5 mil corretores cadastrados na empresa. “O treinamento presencial tem a sua importância, porque aborda técnicas de vendas e situações do dia a dia, mas com o game é possível que o corretor jogue a todo momento e fixe as informações, enquanto se diverte”, comenta.

“É nítido notar como os corretores, principalmente os novatos, demoram menos tempo na curva de aprendizado”, explica Luan. “A iniciativa facilitou bastante o desenvolvimento de todo o time, uma vez que o treinamento pode ser aplicado para todos, por meio do game, de uma única vez”, analisa.

A gamificação em treinamentos corporativos está se consolidando no mercadoimobiliário e dia após dia, passou a ser estratégia fundamental no modelo de negócios de incorporadoras e construtoras. Através de sua metodologia, a ferramenta transforma a jornada de trabalho e aprendizado mais interessante, além de motivar e engajar equipes.

Essa tendência atraiu o olhar de empreendedores e, ao longo do tempo, startups como a Play2Sell – primeira plataforma especializada no treinamento de vendedores por meio de games no Brasil – surgiram com a missão de atender as dificuldades que o mercado apresentava. “Nós acreditamos que a educação empodera as pessoas e, através da nossa plataforma, queremos transformar a maneira como se aprende no ambiente corporativo”, explica Felipe dos Santos, CEO e fundador da Play2Sell. “Quando desenvolvemos o game para a Direcional, pensamos além e entendemos que era necessário conhecer e identificar todas as dificuldades e carências que a empresa sentia no momento de formar equipe de vendas”, comenta.

Primeira plataforma especializada no treinamento de vendedores por meio de games no Brasil, a Play2Sell foi idealizada, em 2017.Atualmente, a Play2Sell conta com mais de 5 mil usuários ativos em sua plataforma, a grande maioria oriunda de companhias do mercado imobiliário, como MRV, Lopes, Remax, Direcional Engenharia, Eztec, Helbor, EVEN, Yuny, MPD Engenharia, Nortis/ Vibra, entre outros.

BAC e CBMM comprovam eficiência do uso de nióbio em supercarro

Aplicação de nióbio no chassi do novo BAC Mono resultou em redução de peso e melhorias na resistência e segurança do veículo

A parceria entre a Briggs Automotive Company (BAC), empresa britânica pioneira na fabricação de supercarros monopostos, e a CBMM, companhia brasileira líder na produção e comercialização de produtos de nióbio, que prevê um projeto exclusivo para a utilização de nióbio na estrutura do novo BAC Mono, promete revolucionar a indústria automotiva global.

As primeiras provas de conceito realizadas no veículo, que oferece altíssima performance, apontaram uma economia de peso de 18%, superando o objetivo inicial de diminuição de 15%. “O uso de ligas metálicas enriquecidas com nióbio no chassi do automóvel foi capaz de reduzir a intensidade de uso de materiais, além de proporcionar um automóvel mais leve, com possibilidade de alcançar maior velocidade em menor tempo, além de oferecer melhor resposta de frenagem e mais segurança. Estamos muito satisfeitos com os resultados obtidos”, explica Pablo Salazar, Head de Mobilidade da CBMM.

O novo BAC é um veículo único, projetado para oferecer a melhor experiência de direção na estrada e na pista. Além de contar com um design de vanguarda, utiliza as soluções de tecnologia mais inovadoras do mercado em sua concepção. “O nióbio tem o potencial de ser um elemento revolucionário na indústria automotiva e nossa prova de conceito demonstra exatamente isso. A redução de peso foi notável, da mesma forma que os benefícios adicionais de força e segurança. Estamos muito animados e ansiosos para os próximos estágios de desenvolvimento”, Neill Briggs, Cofundador e Diretor de Desenvolvimento de Produto da BAC.

A próxima etapa do projeto consiste em realizar testes de performance nos protótipos do veículo final, em condições reais. Na sequência, a BAC pretende implementar o novo conceito adotando a tecnologia do nióbio e lançar o novo modelo comercialmente, o que deve acontecer em 2022.

A montadora britânica, BAC, é conhecida por ser a incubadora perfeita para as últimas tecnologias do setor e tem comprovado conceitos inovadores em seus projetos pioneiros de pesquisa e desenvolvimento. Já a CBMM, consolida-se como importante player no setor da mobilidade ao oferecer produtos com tecnologias avançadas de nióbio, em parceria com diversas empresas, em aplicações como carrocerias, chassis, discos de freio e baterias.

A CBMM é líder mundial na produção e comercialização de produtos de Nióbio, a CBMM possui mais de 400 clientes, em 40 países. Sediada no Brasil, com escritórios e subsidiárias na China, Países Baixos, Singapura, Suíça e Estados Unidos, a companhia fornece produtos e tecnologia de ponta aos setores de infraestrutura, mobilidade, aeroespacial e energia. Fundada em 1955, em Araxá, Minas Gerais, a CBMM conta com um programa de tecnologia que amplia as aplicações do Nióbio e contribui para o crescimento e diversificação deste mercado. Em 2019, a companhia investiu na 2DM, empresa com sede em Singapura, dedicada à produção de Grafeno

CBMM e Senai inauguram a primeira planta-piloto de baterias elétricas de lítio do país

A mineira CBMM e o Senai anunciaram a inauguração da primeira planta-piloto de pesquisa e desenvolvimento de baterias elétricas de lítio, que permitirá a produção de novas tecnologias automotivas no Brasil. Com o projeto, várias indústrias brasileiras poderão se beneficiar, entendendo em detalhes o processo produtivo das baterias para produzirem matéria-prima totalmente nacional. A planta-piloto permitirá desenvolver, por exemplo, as baterias para veículos elétricos e híbridos, além de outros produtos em diferentes formatos.

“A nova planta tem como objetivo desmistificar a ideia de que tecnologias de ponta só podem ser produzidas ou desenvolvidas em grandes centros mundiais como América do Norte, Europa e Ásia”, afirma Marcos Berton, pesquisador-chefe do Instituto Senai de Inovação em Eletroquímica do Senai.

Para Robson de Souza Monteiro, especialista sênior de desenvolvimento de mercado da CBMM, a iniciativa é importante para promover a criação de ecossistema para a produção de baterias elétricas no país. “A planta proporcionará o surgimento de desenvolvedores de materiais componentes – cátodos, ânodos, eletrólitos e separadores – destas baterias, dando a estes atores a oportunidade de testar os seus materiais em uma célula completa, o que catalisaria a formação da cadeia produtiva. Em médio prazo, espera-se o surgimento de empresas que possam produzir no Brasil estes componentes para a comercialização em escala industrial de baterias de íon-lítio”, explica.

Embaré conquista novos mercados de exportação e tem boas perspectivas para 2021
Embaré conquista novos mercados de exportação e tem boas perspectivas para 2021

Embaré conquista novos mercados de exportação e tem boas perspectivas para 2021

Atualmente a empresa exporta para 43 países e pretende abrir novos mercados ainda neste ano

A Embaré, sexta maior empresa de laticínios do Brasil, que está presente em todos os continentes do mundo com suas linhas de confeitaria e lácteos, iniciou 2021 com importantes conquistas no mercado externo. A companhia retomou os mercados da Índia, Bulgária e Egito e passou a exportar seus caramelos para a Somália, Mauritânia, Argélia e Libéria. Também conquistou a Costco do Canadá, segundo maior varejista do mundo, com mais de 100 lojas no país e 12 milhões de associados (que correspondem a 43% da população). “Estamos em negociações com a rede CVS dos Estados Unidos e com a Costco da Coreia do Sul por meio dos nossos distribuidores locais”, acrescenta Felipe Antunes, gerente de exportação da Embaré.

Também para a linha de lácteos a empresa tem boas perspectivas para o ano. Abriu, recentemente, os mercados da Bolívia e da República Dominicana com exportação do leite condensado e consolidou a exportação de leite, creme de leite e leite UHT no Paraguai, quando embarcou 228 toneladas desses produtos em 2020. A expectativa é de um crescimento de 10% de volume em 2021. Já para a Venezuela são exportados leite condensado, creme de leite, doce de leite e bebida láctea. Em 2020, a Embaré embarcou 712 toneladas de lácteos para o país e pretende manter o ritmo em 2021.

“Mesmo passando por esse período de instabilidade devido à pandemia, enxergamos a possibilidade de trabalhar a linha de lácteos (principalmente leite condensado e creme de leite) e conseguimos bons resultados em 2020. A perspectiva é de ampliar a venda de lácteos em 2021 e conseguir manter os bons resultados alcançados em 2020 no mercado de doces”, afirma Antunes.

O catálogo de exportação da Embaré engloba mais de 40 versões dos famosos caramelos, além de produtos assinados pela marca Camponesa, como leite UHT, creme de leite, leite condensado, doce de leite e bebida láctea. O alto padrão de qualidade da indústria, que segue normas internacionais, além do trabalho contínuo em pesquisa e desenvolvimento permitem que a empresa atenda diferentes mercados ao redor do globo. Hoje, os caramelos são o carro-chefe de exportação da companhia, tendo sua linha completa exportada – desde os caramelos tradicionais (quadradinhos), recheados, toffees, caramelos premium até suas balas mastigáveis.

Segundo Felipe, o mercado externo é muito aberto em relação a novos sabores e produtos. “Com o intuito de alcançarmos diferentes públicos, de maneira mais assertiva e visando ampliar as opções oferecidas, estamos em constante trabalho junto aos nossos distribuidores para entender quais os itens podem ter mais sucesso em cada um dos países. Sabores, tamanhos, apresentações e outros aspectos são sempre avaliados. Atentos a isso, estamos sempre inovando na formulação dos nossos produtos. Esse ano estamos lançando produtos, para suprir demandas específicas de mercado – o novo Fruitfull Splits chega com um forte apelo de sabor, trazendo o benefício da mistura das frutas. Já o Caramelo Sugar Free vem para atender um público que procura por opções de confeitarias que entregam sabor e saudabilidade”, completa.

Considerando os novos mercados conquistados em 2021, a Embaré está presente em 43 países. “Trabalhamos constantemente para que nossos números sejam superados e que tenhamos crescimento nos mercados em que já estamos presentes, além de conquistar novos territórios”, afirma Felipe Antunes, gerente de exportação da Embaré.

Atenta às oportunidades de negócio, a Embaré já fechou um calendário de feiras internacionais para esse ano, que se iniciou com a participação da companhia na Gulfood Dubai, a maior feira de alimentos e bebidas do Oriente Médio. Para os próximos meses estão previstos ainda a participação nas feiras Sweets and Snacks em Chicago (Estados Unidos), no mês de junho, Anuga, em Colônia (Alemanha), no mês de outubro, e Yummex (Emirados Árabes Unidos), em novembro.

Fundada em 1935, a Embaré possui fábricas em Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte e Patrocínio, em Minas Gerais, que somam aproximadamente 40 mil m² de área construída e contam com nove laboratórios próprios. A empresa tem capacidade de

PIF PAF – Rio Branco Alimentos lança linha de produtos à base de proteínas vegetais

PIF PAF - Rio Branco Alimentos lança linha de produtos à base de proteínas vegetais
PIF PAF – Rio Branco Alimentos lança linha de produtos à base de proteínas vegetais

PIF PAF – Rio Branco Alimentos lança linha de produtos à base de proteínas vegetais

Batizada de Club V, marca chega ao mercado em abril – com o início das vendas do hambúrguer congelado – para reforçar o foco do Grupo em inovação, versatilidade e sustentabilidade.

A Rio Branco Alimentos reforça seu compromisso com a inovação, a qualidade e a responsabilidade socioambiental e lança sua linha de produtos elaborados com proteínas vegetais. A nova marca, batizada de Club V, chega ao mercado nacional neste mês de abril, com o início da comercialização do primeiro item do portfólio: o hambúrguer congelado à base de planta (plant based). A novidade abre caminho para a democratização da categoria, em franca expansão no mundo, ao oferecer mais opções de escolha para o consumidor e aliar garantia de sabor incomparável, qualidade, praticidade e um excelente custo-benefício.

O Club V Burger é preparado à base de proteína de origem vegetal, é rico em fibras e possui somente aromas naturais. Desenvolvido para surpreender os paladares mais exigentes, tem como grande diferencial o gosto e a suculência, além do preço mais acessível. “O lançamento da linha faz parte da estratégia do Grupo de ampliar o mix de alto valor agregado e garantir versatilidade aos clientes. A nova marca vai atender tanto a quem se tornou vegetariano, mas aprecia o sabor da carne, quanto àqueles que comem carne de origem animal, porém querem variar o cardápio”, afirma o vice-presidente de Marketing e Vendas da companhia, Fábio Somogy Coelho.

A atuação com a categoria plant based também evidencia que a Rio Branco Alimentos está atenta e conectada às mudanças de valores e atitudes da nova geração de consumidores (Millenials e Z). Eles são responsáveis, em grande parte, por impulsionar a tendência de transformação nos hábitos alimentares. Além disso, as pesquisas mostram que a procura pelos produtos de base vegetal é uma realidade em diversos países.

A linha da Club V tem a proposta de romper as barreiras que ainda afastavam o público brasileiro desse mercado, como preço, disponibilidade e sabor, alinhado à qualidade. “A nova marca fortalece e democratiza esse segmento, atendendo a todos e apresentando uma experiência sensorial única. O lançamento do hambúrguer, neste momento, é só o começo”, completa Coelho. Dessa forma, a empresa valoriza seus clientes, mantendo-os no centro das estratégias de inovação, e ainda evidencia seu posicionamento com foco na saudabilidade e sustentabilidade.

A Rio Branco Alimentos é dona também das marcas Pif Paf, Fricasa, Ladelli, Pescanobre, Flip e Rio Branco Foods. A nova linha Club V amplia e diversifica o mix de mais de 900 itens do Grupo. O produto Club V Burger é comercializado em embalagens com duas unidades de 230g cada.

XXV RANKING MERCADOCOMUM DE EMPRESAS DE MINAS GERAIS – 2021

Sicoob Crediminas expandiu suas atividades em 2020

Com atuação no mercado cooperativista de crédito em MG há mais de 30 anos, Sistema registra balanço positivo, com resultado final 56,4% maior se comparado ao ano anterior

Mesmo diante à pandemia do novo coronavírus, o Sicoob Crediminas seguiu crescendo e conquistou aumento expressivo em seus resultados em 2020. Formado por uma cooperativa Central – o Sicoob Central Crediminas – e outras 75 cooperativas singulares filiadas, o Sistema registrou alta de 56,4% frente ao fechamento de 2019, totalizando R$ 554,1 milhões.

Segundo o Presidente do Conselho de Administração do Sicoob Central Crediminas, Geraldo Souza Ribeiro Filho, esse resultado é reflexo do apoio das cooperativas de crédito aos seus associados e comunidades onde estão inseridas. “Logo no início da pandemia, fizemos as adequações necessárias em nosso portifólio, permitindo entregar aos cooperados produtos e serviços condizentes com a realidade vivenciada em 2020. Facilitamos o acesso a crédito, prorrogamos parcelas, reduzimos taxas e tarifas, tudo para atender as necessidades financeiras de quem faz parte do Sicoob”, afirma o executivo.

Essa atuação foi fortemente percebida com o aumento da carteira de crédito. Em 2020, o Sistema Crediminas disponibilizou R$ 11,9 bilhões em operações de crédito, o que representa um crescimento de 41% frente ao ano anterior. O Presidente conta ainda que todas as metas definidas para o segundo ano do ciclo do Projeto Empresarial 2019-2022 da rede foram alcançadas. “Além das operações de crédito, os ativos, as linhas de depósitos, a renda de serviços e o número de associados também registraram elevação em 2020 na comparação com o ano anterior”, diz.

Os ativos totais registraram expansão de 41,9% no último ano frente a 2019, chegando a R$ 22,9 bilhões. Nesse mesmo período, os depósitos contabilizaram alta 54,5% em igual base de comparação, num total de R$ 15,6 bilhões. A renda de serviços foi 17,9% maior em 2020, somando R$ 603,7 milhões. Já o ganho social no último ano foi de R$ 2.523,00 por associado – valor que registra a economia média do cooperado por ter realizado operações com as cooperativas filiadas ao Sicoob Central Crediminas se comparado às demais instituições do Sistema Financeiro Nacional.

O Presidente destaca ainda que no cooperativismo os associados contam com as sobras. “Como o cooperado é, ao mesmo tempo, cliente e dono, ao final de cada exercício pode receber de volta o valor excedente pago pelas transações, uma vez que o objetivo da cooperativa é oferecer produtos e serviços ao menor custo possível. Dessa forma, os cooperados decidem juntos o que fazer com os resultados gerados pela cooperativa: investir na comunidade, apoiar uma causa ou até mesmo dividir entre todos”, explica.

O Sistema também tem conquistado cada vez mais espaço no mercado, o que é confirmado pelo aumento de 9,7% no número de cooperados em 2020, saindo de 793 mil em 2019 para 870 mil associados, representando uma ampliação de 77 mil cooperados no ano passado. Nacionalmente, o Sicoob encerrou 2020 como a terceira maior rede de atendimento do país, e, em Minas Gerais, foi a instituição financeira com o maior número de pontos de atendimento.

O presidente ressalta que no último ano o Sistema Crediminas seguiu com os projetos estruturados de expansão e ampliou sua rede de atendimento com 13 novas agências, o que representou crescimento de 2%, encerrando 2020 com 634 pontos de atendimento. “Também destaco que nossas cooperativas são a única instituição financeira presente em 177 municípios de Minas Gerais, o que demonstra o papel das filiadas ao Sicoob Central Crediminas em promover a justiça e a inclusão financeira no estado”, pondera.

Resultado de 2020 comparativamente a 2019

• Ativos Totais: expansão de 41,9%, totalizando R$ 22,9 bilhões;

• Depósitos Totais: aumento de 54,5%, totalizando R$ 15,6 bilhões;

• Operações de Crédito: crescimento de 41,0%, totalizando R$ 11,9 bilhões;

• Rendas de Serviços:  incremento de 17,9%, totalizando R$ 603,7 milhões;

• Resultado Final: expansão de 56,4%, totalizando R$ 554,1 milhões;

• Número de Associados: ampliação de 9,7%, totalizando 870 mil cooperados.

• Ganho Social: R$2.523,00 por associado.

De mineiro para os mineiros

Compõem o Sicoob Sistema Crediminas 75 cooperativas singulares e o Sicoob Central Crediminas, cooperativa de segundo grau responsável pela coordenação e centralização dos processos operacionais e de representação das suas filiadas. Desde 1988, a Central atua com foco em efetuar a centralização financeira, a fiscalização e o assessoramento nas áreas de crédito, economia, tecnologia da informação, contabilidade, comunicação e marketing, controle e gestão de riscos, assessoria jurídica e capacitação profissional para todo o Sistema Crediminas.

Com origens em Minas Gerais, as cooperativas quem compõem o referido Sistema estão presentes em todo o território mineiro, além de algumas cidades dos estados vizinhos: Bahia, Espírito Santo, Goiás, Rio de Janeiro e São Paulo. “Ultrapassamos os limites territoriais de Minas, mas nossa história nos permite conhecer bem os mineiros e o seu jeito de fazer negócio”, ressalta o presidente do Conselho de Administração.

Além das facilidades do atendimento digital, pelo App Sicoob e internet banking, os 870 mil associados ao Sistema Crediminas contam ainda como uma rede que soma 634 pontos de atendimento.

CENIBRA apoia projeto que gera renda para mulheres
CENIBRA apoia projeto que gera renda para mulheres

CENIBRA apoia projeto que gera renda para mulheres

Recuperar a tecelagem, prática tradicional da região, possibilitou geração de renda para mulheres do distrito de Brumal, em Santa Bárbara, e deu visibilidade ao patrimônio cultural regional

“Tecer relações, tecer culturas e tecer fazeres”: esse é o mote da exposição “Brumal e seus encantos”, aberta ao público para visita virtual desde de 1º de abril. A coleção, que ficará exposta em ambiente online por dois anos, é composta por produtos elaborados por artistas e artesãs de Brumal, distrito de Santa Bárbara (MG) e comunidades do entorno. A produção aconteceu em oficinas online realizadas durante a pandemia. A CENIBRA apoia a iniciativa desde 2012, sendo uma das primeiras empresas patrocinadoras.

Após a permissão para reabertura do espaço, a exposição também estará aberta ao público de forma presencial, seguindo todos os protocolos de proteção contra o coronavírus, na Sala do Visitante do Parque Natural da Serra do Caraça, até o dia 30 de abril. Lá, além de apreciar as obras, os visitantes terão a oportunidade de tecer uma peça utilizando um tear mineiro de pente, liços e pedais para levar para casa como lembrança de sua visita à região. Ao findar o período de exposição no Parque, as obras serão transferidas para a Casa das Tecelãs de Brumal, onde as visitas continuarão, mediante agendamento.

Fundada por bandeirantes no início do século XVIII, a Vila de Brumal está localizada entre as serras do Caraça, Piedade e do Gandarela, fazendo parte do Circuito Entre Serras e da Estrada Real. Os produtos da exposição mesclam técnicas artesanais para representar os bens patrimoniais tombados da comunidade — como a Igreja de Santo Amaro, o casario colonial e a Cavalhada de Brumal — e diversos fazeres artesanais, criando produtos com identidade própria e com a cara da Vila.

“A CENIBRA foi a primeira parceira da iniciativa, porque desde o início acreditou que o projeto seria capaz de promover a melhoria da qualidade de vida das artesãs e de suas famílias. Temos orgulho de fazer parte de um projeto tão bem-sucedido”, disse Deuseles João Firme, assessor de comunicação corporativa e relações institucionais da CENIBRA. Como forma de apoio, a Empresa doou teares mineiros, promoveu cursos de capacitação com as artesãs e apoiou diversas exposições setoriais dos produtos.

Entre os produtos expostos na plataforma virtual, encontram-se bastidores, painéis, almofadas, cortinas e estandartes. “Na nossa concepção, os bens patrimoniais têm que ser venerados como entidades, então os estandartes são uma representação simbólica da cultura a ser resguardada e venerada”, conta a idealizadora do projeto, Dilce Mendes.

Um dos principais objetivos do projeto “Brumal e seus encantos”, do qual derivou a exposição, é fortalecer o papel da Casa das Tecelãs de Brumal que, desde 2012, reavivou a cultura da tecelagem no distrito e colocou Brumal no mapa turístico da Estrada Real. Além de ser uma difusora da cultura local, a Casa também teve papel relevante na inserção das mulheres no mercado de trabalho. “O trabalho da associação ajuda a tirar o estigma de ‘passatempo’ do artesanato e o coloca no lugar de instrumento de trabalho e geração de renda. A mulher passa a ser reconhecida como produtora da economia criativa”, explica Dilce.

Partindo do carro-chefe da Casa, o tear, os participantes das oficinas produziram peças que mesclam técnicas como crochê, bordado e cestaria, utilizando resíduos têxteis e fibras naturais, como o bambu. “A tecelagem é o fio condutor. A partir de uma técnica rudimentar, é possível construir um produto que cria um elo entre passado, presente e futuro”, complementa a idealizadora e coordenadora do projeto.

IBM lança novas capacidades de Watson para ajudar empresas a construírem IA confiável
IBM lança novas capacidades de Watson para ajudar empresas a construírem IA confiável

IBM lança novas capacidades de Watson para ajudar empresas a construírem IA confiável


– Atualizações para o IBM Watson Studio, IBM OpenPages with Watson e IBM Planning Analytics with Watson foram projetadas para ajudar a endereçar as principais barreiras para gerar confiança nos dados e nos modelos de IA

– Marcas líderes globais, incluindo Lufthansa, estão usando o IBM Watson para gerar confiança em seus fluxos de trabalho

A IBM (NYSE: IBM) anunciou novas capacidades para o IBM Watson desenvolvidas para ajudar as empresas a construírem uma IA confiável. Essas capacidades expandem ainda mais as ferramentas do Watson desenhadas para ajudar as empresas a governar e explicar decisões baseadas em IA, aumentando a precisão dos insights, minimizando riscos e atendendo os requerimentos de privacidade e conformidade.

Uma pesquisa autorizada pela IBM encontrou que a confiança, transparência e explicabilidade são as principais preocupações das empresas: 84% dos profissionais de IA entrevistados concordam que os consumidores são mais propensos a escolherem serviços de companhias que ofereçam transparência e uma estrutura ética na forma com a qual os dados e modelos de IA são construídos, gerenciados e usados. Entretanto, as barreiras para o desenvolvimento de uma IA confiável e a mitigação de riscos permanecem generalizadas, com 82% dos profissionais de IA entrevistados dizendo que suas organizações foram impactadas negativamente por problemas, como vieses, com dados ou modelos de IA¹.

Para ajudar as empresas a superar esses desafios, a IBM está continuamente trazendo novas capacidades para seus produtos de Watson que são projetadas para construir confiança em todas as principais fases do ciclo de vida da IA e para ajudar as empresas a alcançarem uma melhor confiança em resultados impulsionados por IA. Essas novas capacidades anunciadas hoje incluem:

• Novas capacidades de gerenciamento da privacidade de dados: O IBM OpenPages with Watson agora inclui um novo módulo de Gerenciamento da Privacidade dos Dados desenhado para ajudar as empresas a solucionarem desafios para a evolução da privacidade de dados. Ao se integrar com o Watson Knowledge Catalog, o IBM OpenPages agora pode fornecer às empresas uma visão holística quase em tempo real de como os dados privados estão sendo usados por toda a organização, de aplicações a modelos de IA. Como novos regulamentos de privacidade sendo decretados ao redor do mundo, as empresas precisam ser capazes de explicar como eles fazem uso de dados pessoais. Essa nova capacidade é projetada para ajudar a automatizar o relatório de informação pessoalmente identificável (personally identifiable information – PII) a fim de melhorar a precisão e reduzir o tempo de auditoria.

• Melhores explicações para previsões de planejamento: O IBM Planning Analytics with Watson incluirá uma página com detalhes estatísticos, desenhada para fornecer fatos mais transparentes e fáceis de entender sobre como uma previsão de predição foi gerada. À medida que mais empresas mudam para recursos de previsão preditiva para fortalecer seus planos financeiros, de vendas e de suprimentos, elas requerem transparência nos modelos e dados utilizados para gerar as previsões. Essas novas características devem estar disponíveis no segundo trimestre para proporcionar aos usuários informações mais granulares, assim como uma maior explicação e responsabilidade em suas previsões.

• Novas capacidades de Federated Learning: Agora o IBM Watson Studio inclui novas capacidades de federated learning como uma antecipação tecnológica para ajudar as empresas a aplicarem técnicas de machine learning em situações nas quais os dados não podem ou não devem ser movidos devido a razões como privacidade de dados, sigilo, conformidade regulatória ou simplesmente o tamanho dos dados envolvidos. Com o IBM Watson Studio, as empresas poderão treinar os modelos de IA em fontes de dados previamente isoladas.

• Novas capacidades de Time Series: O IBM Watson Studio agora inclui capacidades Time Series, em beta, projetadas para enfrentar os desafios de automatização, análise e previsões de dados de time series comumente vistos em muitas indústrias, como finanças, manufatura e varejo. As novas capacidades são projetadas para ajudar as empresas a desenvolver modelos que preveem os futuros valores de um time series baseados em dados ou recursos passados. Time Series no IBM Watson Studio são projetados para alcançar uma precisão através de uma variedade de conjunto de dados que envolvam uma só variável independente – incluindo dados como registro de chamadas telefônicas, dados meteorológicos, tempo de viagem, vendas no varejo, volume de produção e aumento na precisão do insight.

“A IA é tão útil quanto a sua confiança nela. Especialmente nos negócios e quando as apostas são altas”, disse Daniel Hernandez, Gerente Geral de Data and IA da IBM. “O IBM Watson continua entregando novas capacidades críticas para ajudar os negócios a construírem confiança em cada passo do ciclo de vida da IA, para que os líderes dos negócios possam operacionalizar a IA com segurança em toda a nuvem híbrida”, completa.

Marcas líderes globais estão usando o IBM Watson Studio para gerar confiança em seus fluxos de trabalho. A Deutsche Lufthansa AG, maior linha aérea da Alemanha, está usando o IBM Watson Studio para fornecer dados confiáveis e uma base de IA para melhorar a experiência dos clientes e capacitar melhor seus funcionários enquanto alcançam uma excelência operacional.

A IBM está colhendo inovações continuamente de IBM Research para dar às empresas ferramentas, soluções, práticas e habilidades para administrar com responsabilidade a IA, incluindo a metodologia recém-anunciada AI Factsheets, que será comercializada dentro do Watson Studio no Cloud Pak for Data ao longo de 2021. O Factsheets complementa outras soluções existentes, como o IBM Watson OpenScale, IBM Watson Knowledge Catalog e o IBM Watson Machine Learning para proporcionar aos clientes capacidades de governança e de gerenciamento de ciclo de vida de IA de ponta a ponta.

Essa notícia se baseia em um comprometimento de longa data da IBM com a ética e a administração responsável da IA. Além disso, para aplicar os Princípios de Confiança e Transparência através de todo o escopo de operações globais, a IBM recentemente juntou forças com o Fórum Econômico Mundial e a Fundação Patrick J.McGovern para o lançamento do Global AI Action Alliance com foco em guiar as políticas responsáveis, práticas e parcerias necessárias para garantir a cooperação global no projeto, desenvolvimento e uso da IA.

O Watson é uma tecnologia de IA da IBM para empresas, que ajuda as organizações a preverem melhor e moldarem resultados futuros, além de automatizar processos complexos e otimizar o tempo dos funcionários. O Watson evoluiu de um projeto do IBM Research à experimentação e a um conjunto aberto e em escala de produtos que podem ser executados em qualquer lugar. Com mais de 40000 clientes engajados, o Watson está sendo aplicado por marcas líderes globais em uma variedade de indústrias para transformar a forma que as pessoas trabalham.

Consumo em supermercados e açougues aumenta quase 25% em BH durante a pandemia, apontam dados da Sodexo Benefícios & Incentivos 

Houve redução na frequência nos estabelecimentos 

A pandemia de Covid-19 chegou trazendo mudanças aos hábitos de consumo dos brasileiros. Dados da Sodexo Benefícios e Incentivos mostram que, entre março e junho de 2020, início da pandemia, os consumidores de Belo Horizonte (MG) passaram a ir menos vezes aos supermercados, atacadistas e açougues, porém aumentaram em 24,81% o valor médio gasto no uso do cartão alimentação nesses estabelecimentos. Com a chegada do período de flexibilização, entre julho a dezembro de 2020, verificou-se estabilidade, que se manteve também a partir de março deste ano, com a chegada da segunda onda da doença e com ela restrições mais rígidas.  

De olho em toda essa movimentação, o estudo da Sodexo mostra ainda que, em termos comparativos entre o momento atual e o anterior à pandemia, os consumidores reduziram em 15,97% a frequência de ida às compras. 

“Estamos vivendo um cenário desafiador. Esses efeitos da pandemia impactam diretamente no bolso do consumidor. Ao observar esses dados, fica em evidência como os cartões alimentação e refeição oferecidos pelas empresas são essenciais para garantir a boa alimentação do trabalhador e de sua família”, avalia Antônio Alberto Aguiar (Tombé), responsável pela área de Estabelecimentos da Sodexo Benefícios e Incentivos.  

            Fundada em 1966, em Marselha, a Sodexo é líder global em serviços que melhoram a qualidade de vida, um fator essencial para o desempenho dos indivíduos e das organizações. Presente em 67 países, a Sodexo atende 100 milhões de consumidores todos os dias por meio de uma combinação exclusiva de Serviços On-site, Serviços de Benefícios e Incentivos, além de Serviços Pessoais e Domiciliares. Por meio de mais de 100 tipos de serviços, a Sodexo proporciona aos clientes uma oferta integrada desenvolvida em mais de 50 anos de experiência: serviços de alimentação, recepção, manutenção e limpeza, até gestão de equipamentos e instalações; desde cartões de benefício e programas que promovem o engajamento de colaboradores por meio de soluções que simplificam e melhoram sua gestão de despesas e mobilidade, até assistência residencial, creches e serviços de concierge. O sucesso e desempenho da Sodexo são pautados em sua independência, no modelo de negócio sustentável, e na capacidade de desenvolver e incentivar a participação de seus 470 mil colaboradores por todo o mundo. 

Recuperação judicial da Samarco é deferida
Recuperação judicial da Samarco é deferida

Recuperação judicial da Samarco é deferida

A Samarco havia ajuizado pedido de Recuperação Judicial à Justiça de Minas Gerais para renegociar sua dívida, que é em sua maior parte financeira e está em poder de detentores estrangeiros de títulos de dívida (bondholders). O objetivo do pedido, segundo comunicado, é permitir que a mineradora mantenha as suas atividades de produção e preserve sua função social de geração de emprego, renda e tributos. 

A Recuperação Judicial não terá impacto nas atividades operacionais e nem nas ações de reparação e compensação conduzidas pela Fundação Renova. A Samarco procurou assinar acordo extrajudicial com os seus credores para renegociar a dívida. No entanto, diante de demandas inviáveis impostas por eles, a mineradora não conseguiu chegar a um bom termo das negociações. Após recentes medidas judiciais de alguns credores, a empresa optou pela via protetiva da recuperação judicial.

A origem da dívida da Samarco com os credores foi contraída anteriormente ao rompimento da barragem do Fundão, ocorrida em novembro de 2015. Até agosto de 2016, a empresa informa que buscou honrar seus compromissos e realizou pagamentos regulares aos credores. Porém, após este período, buscou uma negociação amigável para a reestruturação de sua dívida com os credores. Em 27 de novembro de 2018, a Samarco se reuniu com credores, visando a uma reestruturação consensual – o que foi seguido por trocas de propostas e contrapropostas. 

Em 2020, a Samarco conseguiu retomar as negociações extrajudiciais com estes credores com a condução da due diligence técnica, além de diversas interações com os assessores financeiros e legais dos credores. Porém, no período das negociações, um grupo que representa parte dos detentores dos títulos (bondholders) requereu termos fora de mercado para iniciar as conversas e o engajamento não se tornou possível. Desta forma, alguns credores iniciaram a sequência de ações judiciais que levaram a Samarco a ajuizar uma Recuperação Judicial com o objetivo de preservar a retomada recente de suas e o cumprimento das obrigações socioambientais.

A Justiça de Minas Gerais deferiu pedido de Recuperação Judicial protocolado pela Samarco no dia 9 de abril de 2021. A decisão garante proteção contra ações judiciais de execução de dívidas com os credores, que são em sua maior parte fundos estrangeiros detentores de títulos de dívida (bondholders).

As operações da Samarco proporcionam empregos, movimentam a economia local e geram benefícios para a comunidade onde atua, além da continuidade das ações de reparação e compensação de danos. A Recuperação Judicial não terá impacto nas atividades operacionais e nem nas ações de reparação e compensação conduzidas pela Fundação Renova. (Fonte: Brasil Mineral – 14.04.221)

Solidariedade

Cestas básicas para famílias rurais

Cestas básicas para famílias rurais
Cestas básicas para famílias rurais

O Sistema FAEMG/SENAR/INAES deu início no dia 23 de abril, à distribuição de 2.070 cestas básicas a famílias de comunidades rurais em situação de vulnerabilidade social, em municípios da região Leste de Minas Gerais. O trabalho é feito com o apoio da Cruz Vermelha de Minas Gerais. As primeiras entregas foram feitas em Alpercata, onde cerca de 80 famílias foram beneficiadas. A ação continua e a expectativa é de que em cerca de 20 dias todas as outras 1.990 cestas sejam entregues e garantam alimento para essas pessoas.

O objetivo é ajudar aqueles que sofrem neste momento da pandemia da covid-19 e que nem sempre são assistidos por estarem em regiões de difícil acesso. A ação tem, ainda, o apoio da Polícia Militar e dos Bombeiros de Minas Gerais.

Luiz Ronilson, Wilkiliane Costa, Afonso Luiz Bretas e Liziana Rodrigues
Luiz Ronilson, Wilkiliane Costa, Afonso Luiz Bretas e Liziana Rodrigues

Promoveram a entrega das cestas em Alpercata o gerente regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Governador Valadares, Luiz Ronilson Araújo Paiva; o vice-presidente da FAEMG e presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Valadares, Afonso Luiz Bretas; a gerente de Formação Profissional e Promoção Social do SENAR MINAS, Liziana Rodrigues, representeando o superintendente do SENAR MINAS, Christiano Nascif, e a coordenadora da Cruz Vermelha de Valadares, Wilkiliane Costa.

“Estou desempregada, com problemas de saúde, tenho dois netos e, para mim, foi muito gratificante receber esta cesta básica. Chegou em muito boa hora. Eu só tenho que agradecer muito a todos vocês.” – Rita Silva Prado, de 68 anos

“A gente está precisando de todo tipo de ajuda e essa cesta básica veio na hora certa. Estou grávida e, neste momento de dificuldades, com esta pandemia, ficamos satisfeitos em receber o apoio de vocês.” – Mislene Pereira Batista, de 42 anos

“É uma ajuda muito boa esta, que estamos recebendo hoje, aqui em Alpercata”, Geralda Rodrigues, de 60 anos

“Esta cesta foi muito importante para todos nós. A gente nem imaginava que ia ter essa graça. Estamos muito felizes e satisfeitos.” – Janete Dias, de 59 anos

“Em nome da minha família, só tenho que agradecer a vocês porque essa cesta vai nos ajudar muito nesse momento de pandemia, em que a gente não pode trabalhar direito e precisa de alimento.” – Rhyan Augusto, de 24 anos

“Juntamente com a Cruz Vermelha, o Sistema FAEMG/SENAR/INAES quer levar apoio e desenvolvimento para todas as famílias rurais. Esta ação é uma forma de retribuir o esforço que todas essas famílias dedicam à área rural para gerar toda a produção e desenvolvimento do setor.” – Luiz Ronilson Paiva, gerente regional do Sistema FAEMG/SENAR/INAES em Governador Valadares

“Estamos, com muita satisfação, representando o Sistema FAEMG e o sindicato rural. A Federação está comemorando os 70 anos e, por isso, resolveu fazer esta ação, atendendo aos vulneráveis nesta pandemia. Nós, produtores, estamos ajudando quem trabalha conosco na área rural.” – Afonso Luiz Bretas, vice-presidente da FAEMG e presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Valadares

Cinco hábitos para aprender sobre os anúncios mais criativos e eficazes do mundo

Os consumidores consideram o “Cheers to all”, da Heineken, como o anúncio mais criativo do mundo em 2020.

Ao longo de 2020, a Kantar, empresa líder mundial de consultoria e conhecimentos baseados em dados e insights, analisou mais de 10.000 anúncios para clientes de todo o mundo. Agora revela os que funcionaram com maior eficácia. O que diferencia o Kantar Creative Effectiveness Awards de outras premiações de criatividade é que os consumidores são os jurados.

A investigação do Barômetro COVID-19 da Kantar mostrou que as pessoas queriam que a publicidade continuasse durante a pandemia, já que proporcionava uma sensação de normalidade em um momento delicado, com notícias sobre Covid-19 24 horas por dia. Investigações posteriores mostraram que, em sua maioria, os consumidores processavam o conteúdo da mesma maneira como faziam antes da pandemia. Os anunciantes que mantiveram seu foco e investiram em sua marca durante este período de recessão viram sua determinação recompensada. 

Os anúncios mais criativos e eficazes de 2020 foram:

 MarcaPaísSpotAgência
1HeinekenEUACheers to allPublicis
2BoschAlemanhaAtinoC3 Creative Code and Content (Stuttgart )
3Burger KingFrançaConsignes 2 Sécurity – The RetourBuzzman
4SheaMoistureEUAIt Comes NaturallyBBDO New York and JOY Collective
5SamsungEUAMake their year, with Galaxy Buds LiveR/GA
6MilkaFrançaAnd a lot of MilkaDAVID Madrid
7GoogleEUAFind your SceneGoogle Brand Studio
8TENAReino UnidoTENA Silhouette Washable Underwear (I will wear what I want)AMV BBDO, London
9TDCanadáKeeping your business moving forwardLeo Burnett
10Adrenaline RushRússiaMoreKAPIBARA
11YouTube KidsEUAYouTube Kids Brand Anthem FilmDroga5
12Avocados from MexicoEUAAvocados From Mexico Shopping Network*Energy BBDO Chicago
13GatoradeChileGatorade GOAT CAMPTBWA / Chiat de Los Ángeles
14Toyota CorollaCanadáVente Étiquettes RougesThe Showroom
15KozelEslováquiaPimp my goatArmada
16Nissan SentraEUAJoy RideNissanUnited
17Panadol ActifastMalásiaDelivery Rider MalaysiaGrey Group Singapore
18EBay AustraliaAustráliaThe Fast and the FuriousChe Proximity Australia
19Siemens Home AppliancesTurquiaAnkastreMullenLowe Istanbul
20Hershey’s KissesEUABells to Blossomsmcgarrybowen

* Atualmente não disponível online.

Ao longo do ano e dos mais de 10.000 anúncios analisados com o Link, solução de pré-teste de comunicação validada pela Kantar, foram identificados os cinco hábitos mais eficazes dos anunciantes: 

Ser distintivo: Ter a capacidade de se fazer notado e ser lembrado em um mundo onde existe uma grande quantidade de anúncios. O mais importante é se destacar no mínimo em sua categoria e idealmente de qualquer outra publicidade; 

Manter os elementos intrínsecos (assets) para gerar brand linkage: Garantir que a atenção no anúncio esteja a serviço da marca. Muitas empresas esquecem desta regra básica;

Ser significativamente diferente: Atender as necessidades funcionais, emocionais e sociais dos consumidores, se mostrando único em sua categoria;

Desencadear uma resposta emocional: Fazer com que o espectador sinta uma conexão e gere um compromisso com o anúncio, evitando a tendência natural de filtrar a publicidade. Isso também tem efeitos positivos nas associações emocionais com a marca;

Fale com seu consumidor: Os especialistas bem-sucedidos em marketing sabem que podem perder a perspectiva durante a jornada criativa e por isso é importante ouvir o feedback dos consumidores ao longo desse processo.

Sobre os ganhadores deste ano e os cinco hábitos de eficácia criativa, Daren Poole, Líder global de Creative na Kantar, comentou: “Na Kantar amamos o excelente conteúdo criativo, e o amamos ainda mais quando essa criatividade aproveita para oferecer resultados em benefício da marca e do marketing. Nossos ganhadores pertencem a uma ampla gama de produtos e categorias e, como nosso relatório informa, utilizam muitas táticas diferentes em sua criatividade. O que compartilham é um compromisso com a excelência criativa e um enfoque em garantir que seu trabalho funcione exatamente como se esperava.”

O Link da Kantar é a solução de pré-testes de comunicação mais confiável do mundo, já que foi utilizada mais de 215.000 vezes. Oferece medidas preditivas e de diagnóstico para guiar a otimização de anúncios e a maximização desse ROI. Com o Link Now disponível no Kantar Marketplace, os anúncios podem ser testados com confiança e de maneira muito ágil, com resultados a partir de 6 horas. As medidas que sustentam nossas premiações são a STSL (Short Term Sales Likelyhood), probabilidade do anúncio gerar uma resposta de vendas no curto prazo, e o “Power”, que é a medida do potencial de um anúncio contribuir com a construção de equity no longo prazo. Ambas as medidas são validadas com resultados reais para garantir que se obtenha uma leitura tanto da excelência criativa quanto dos resultados para a marca.

Nubank é o melhor banco do Brasil pelo terceiro ano consecutivo, segundo revista Forbes   

Desde 2019, quando o ranking foi criado, banco digital aparece também entre as melhores instituições financeiras do mundo em avaliação de mais de 43 mil pessoas em 28 países  

São Paulo, 13 de abril de 2021 – Pelo terceiro ano seguido, o Nubank, maior banco digital independente do mundo, é a melhor instituição financeira do Brasil e está entre as melhores do mundo. O reconhecimento é da revista norte-americana Forbes, a partir do ranking anual World’s Best Banks 2021.

A pesquisa foi feita pela Forbes em parceria com a empresa de estatísticas Statista. Mais de 43 mil pessoas em 28 países avaliaram cerca de 500 bancos com base em critérios como confiança, atendimento ao cliente, serviços digitais, consultoria e educação financeira, os termos e condições, além da satisfação geral. O Nubank ocupa a primeira posição entre os bancos brasileiros melhor avaliados.

Desde a publicação do ranking pela Forbes, em 2019, o Nubank sempre figurou entre os melhores do mundo e lidera a lista dos melhores no país. Em 2020, o Nubank registrou uma média de 36 mil novos clientes por dia – atualmente, são mais de 35 milhões de usuários. Presentes em 100% dos municípios do Brasil também desde 2019, o banco digital encerrou o ano passado com R$ 29 bilhões em depósitos – um aumento de 2,6 vezes em relação ao ano anterior e o maior patamar já alcançado.

Neste último ano – marcado pela pandemia do novo coronavírus –, a proposta 100% digital do Nubank passou a impactar um público ainda mais diverso. Entre os idosos, o percentual de novos clientes com mais de 60 anos chegou a crescer 20% em abril do ano passado em relação a abril de 2019. O banco digital também diversificou o seu portfólio de produtos, passando a oferecer seguro de vida com fluxo de contratação todo via aplicativo, sem burocracia e com total transparência.

Com cerca de oito anos de operação, o Nubank propiciou uma economia superior a R$ 19 bilhões de reais aos seus mais de 35 milhões de clientes no Brasil – esse é o valor total poupado com a utilização do cartão de crédito ‘roxinho’ e da conta digital. O cálculo feito pela empresa considera o custo médio praticado pelo mercado em anuidades, tarifas para abertura de conta, taxas de manutenção e transferências entre bancos.

Valor de mercado, aquisições e expansão

Com mais de US$ 1,2 bilhão captados em sete rodadas de investimentos desde a sua fundação, o Nubank já é uma das cinco instituições financeiras mais valiosas da América Latina. De 2020 até o presente momento, o banco digital completou a aquisição de três empresas: a Easynvest, corretora digital de investimentos com mais de 1,5 milhão de clientes; a Cognitect, empresa de tecnologia norte-americana, que é referência internacional no mercado de engenharia de software e criadora de algumas das mais importantes linguagens funcionais de programação; e a Plataformatec, consultoria de tecnologia especializada em metodologia ágil.

No período, o Nubank também iniciou suas operações no México e na Colômbia com o lançamento do cartão de crédito roxinho e diversificou seu portfólio no Brasil, passando a oferecer produtos de seguro, investimento e soluções de pagamento instantâneo.

O Nubank foi fundado em 2013 para libertar as pessoas de um sistema financeiro burocrático, lento e ineficiente. Desde então, por meio de tecnologia inovadora e excelente atendimento ao cliente, a empresa vem redefinindo o relacionamento das pessoas com o dinheiro em toda a América Latina. Com operações no Brasil, México e Colômbia, o Nubank é hoje o maior banco digital independente do mundo, reinventando a vida financeira de mais de 35 milhões de clientes.

O Nubank atingiu esse patamar ao oferecer um cartão de crédito sem anuidade, totalmente gerenciado por um aplicativo, hoje usado por cerca de 21 milhões de usuários, e uma conta digital, livre de tarifas, atualmente utilizada por cerca de 32,5 milhões de brasileiros. O Nubank também oferece empréstimo pessoal transparente e descomplicado, um programa de benefícios com pontos que nunca expiram, uma conta para pequenas e médias empresas e seguro de vida. Em 2020, a empresa anunciou a aquisição da corretora digital Easynvest, uma das primeiras corretoras a oferecer acesso online à Bolsa no Brasil, que possui mais de 1,5 milhão de clientes e R$ 23 bilhões de ativos sob custódia.

A instituição, ao longo dos sete anos de sua história, levantou mais de US$ 1,2 bilhão com alguns dos investidores de tecnologia mais conhecidos do mundo, Sequoia, DST, Tencent, Tiger, Kaszek, Founders Fund, Dragoneer, TCV, Redpoint, Ribbit, GIC, Whale Rock, Invesco and QED.

O Nubank foi eleito pela revista Forbes como o melhor banco do Brasil — e um dos melhores do mundo — por dois anos seguidos, em 2019 e 2020. Também foi reconhecido pela revista Fast Company como a empresa mais inovadora da América Latina e o “challenger bank” mais valioso pela CB Insights.

Atualmente, o Nubank é uma empresa global, com escritórios em São Paulo (Brasil), Cidade do México (México), Buenos Aires (Argentina), Bogotá (Colômbia), Durham (Estados Unidos) e Berlim (Alemanha). Foi fundado em 2013 em São Paulo, pelo colombiano David Vélez, e tem como cofundadores a brasileira Cristina Junqueira e o americano Edward Wible.

Banco Safra compra as operações de Asset e Private do Grupo Crédit Agricole no Brasil

No dia 23 de abril, o Banco Safra assinou o acordo para a compra das operações de Asset e Private Banking do Grupo Crédit Agricole. A iniciativa de buscar um comprador para as operações de private banking no Brasil foi exposta pelo Crédit Agricole ao mercado em setembro do ano passado.

O Safra, além de ser a melhor opção, tem um negócio sólido, experiência em investimentos e em private banking, além de visão de longo prazo. “Estamos num momento muito positivo. Para o Safra, essa aquisição mostra a nossa vocação para o segmento, nossa disposição de sempre buscar novos negócios com vistas à expansão de nossas operações”, disse Silvio de Carvalho, presidente do Banco Safra. Segundo ele, o banco irá incorporar os clientes às suas plataformas de forma imediata.

“Seguiremos com o compromisso de oferecer um relacionamento de excelência, cuidando do patrimônio de todos como se fosse o nosso, além de oferecer toda nossa gama diversificada de produtos e serviços”, declarou Silvio de Carvalho. Ele acrescentou que os funcionários da DTVM do Crédit Agricole serão absorvidos nos quadros de colaboradores do Safra.

O Safra é um dos maiores bancos privados do Brasil. Com atuação nos segmentos Pessoa Física e Pessoa Jurídica, a instituição possui patrimônio líquido de mais de R﹩ 13 bilhões. A carteira de crédito se aproxima de R$ 130 bilhões e os recursos de terceiros sob gestão totalizam cerca de R$ 310 bilhões. Os números são referentes ao fechamento de 2020. O banco faz parte da história de uma família que atua no segmento financeiro há mais de 175 anos e que está presente em 26 países. Ao redor do mundo, os valores agregados sob gestão chegam a R$1,5 trilhão. Em todas as localidades onde atua, a marca Safra é reconhecida pela solidez, segurança e relacionamento próximo.

Banco Rendimento anuncia parceria com a israelense MoneyNetint para facilitar pagamentos de PMEs globais ao mercado brasileiro

Expectativa é conectar empresas de pequeno e médio porte de todo o ecossistema de negócios global por meio de serviço de pagamentos internacionais com o Brasil

O Banco Rendimento anunciou no dia 19 de abril último parceria com a MoneyNetint, provedora israelense de serviços de pagamentos internacionais que conecta as PMEs estrangeiras ao ecossistema bancário brasileiro, para a oferta de serviços exclusivos que visam incrementar os negócios deste perfil de empresas com nosso País. O objetivo é tornar atrativos negócios com o Brasil e criar condições equitativas para que as pequenas e médias companhias possam expandir seus negócios.

“Nossa parceria com a MoneyNetint, empresa fundada em Israel que tem operações na Europa, nos coloca em contato com o ecossistema mundial, e em posição de liderança para nos beneficiarmos do mercado crescente de pagamentos internacionais”, explica Jacques Zylbergeld, Superintendente de FX no Banco Rendimento.

Por meio da MoneyNetint, as empresas brasileiras poderão receber recursos de qualquer lugar do mundo – de pessoas físicas ou empresas -, de forma competitiva.

“O Brasil apresenta uma enorme oportunidade de mercado, que não era explorada devido ao custo e às dificuldades de fazer pagamentos internacionais”, afirmou Yishay Trif, CEO da MoneyNetint. “Grandes empresas com alto volume e valor de transações não enfrentam esse desafio porque seus bancos oferecem taxas relativamente baixas e câmbio preferencial. Com a parceria com o Banco Rendimento não só permitimos que as PMEs se expandam neste mercado em crescimento, como também nivelamos o campo de atuação para que qualquer empresa possa finalmente competir em condições justas com as maiores empresas”, completa.

Isso é possível porque a MoneyNetint permite que as empresas negociem com o mundo, tornando os pagamentos internacionais seguros, eficientes, acessíveis e sem complicações. Afinal, a empresa trabalha com provedores de serviços financeiros globais, redes de pagamentos e reguladores internacionais que permitem que qualquer pessoa faça e receba pagamentos em qualquer lugar do mundo, tão facilmente quanto em seu país de origem.

Com a nova parceria, o Banco Rendimento conectará os pagamentos de empresas globais com empresas e pessoas físicas brasileiras por meio da MoneyNetint. E que conta com a plataforma RippleNet, que permite que as instituições financeiras se conectem por meio de uma infraestrutura segura e altamente confiável baseada em blockchain, garantindo um fluxo de transações contínuo, ágil e seguro. Assim, o Brasil, tradicionalmente considerado um mercado complexo para se fazer negócios, se torna acessível por meio de tecnologia de ponta.

E, com a parceria, empresas e indivíduos se conectarão instantaneamente ao ecossistema de pagamentos do Brasil para fazer transferências de dinheiro para qualquer pessoa no País. “O ecossistema de pagamentos se desenvolveu muito de 2019 para cá, e as empresas ao redor do mundo estão ansiosas para aproveitar as vantagens desse enorme mercado potencial”, conclui Jacques Zylbergeld.

BV coordena primeira emissão de debêntures incentivadas da Equatorial Transmissão S.A. no valor de R$ 800 milhões

O BV, um dos maiores bancos do país, foi coordenador da primeira Emissão de Debêntures Incentivadas da Equatorial Transmissão S.A. A operação, realizada no valor de R$ 800 milhões, viabiliza a captação de recursos no mercado de capitais para uma das maiores empresas do setor de energia do país, cujo objetivo é investir em projetos do setor de transmissão.

A iniciativa destaca a atuação do banco em mais uma operação relevante no setor de infraestrutura, contribuindo para o crescimento e desenvolvimento do país.

Sobre o banco BV

O banco BV é uma das maiores instituições financeiras do país em ativos e atua nos segmentos de Varejo, Corporate Banking, Investment Banking, Asset Management e Private Banking. O banco é um dos líderes em financiamento de veículos leves usados e, por meio do BV Lab, seu braço de inovação, é um dos principais parceiros das startups. O BV está comprometido com os pilares ESG, contribuindo para o desenvolvimento social e reduzindo o impacto ambiental. O banco compensa sua emissão de carbono e, desde janeiro de 2021, neutraliza a emissão dos veículos que são financiados pela instituição, sua principal linha de negócios. O BV apoia o esporte e patrocina atletas de alto rendimento nas modalidades judô e skate.

Sócios do BTG Pactual criam o Instituto de Tecnologia e Liderança

A partir da doação de R$ 200 milhões pela família Esteves, e com apoio institucional do BTG Pactual, Inteli será a primeira faculdade de computação baseada em projetos do País

Com a desafiadora missão de formar as futuras lideranças em tecnologia que irão ajudar a transformar o Brasil, André Esteves, Roberto Sallouti e sócios do BTG Pactual unem forças para a criação do Instituto de Tecnologia e Liderança (Inteli), instituição privada e sem fins lucrativos, localizado em São Paulo, com a proposta de oferecer ensino de ponta no País. Patrocinado por uma doação de R$ 200 milhões da família Esteves, e com apoio institucional do BTG Pactual, o Inteli vai oferecer formação superior para estudantes na área de tecnologia, com ênfase em computação, negócios e liderança.

“O Inteli nasceu da necessidade que o País tem de se tornar mais relevante no desenvolvimento de tecnologia. Queremos formar futuros líderes, e para isso, vamos oferecer um ensino que vai além da computação, integrando ao currículo disciplinas como empreendedorismo, economia de mercado, estado de direito e sustentabilidade. Será a primeira faculdade de tecnologia baseada em projetos do Brasil”, afirma André Esteves.

Para Roberto Sallouti, a transformação digital e o desenvolvimento de lideranças são os principais desafios para o futuro. “A missão do Inteli é justamente oferecer todas as ferramentas e o ambiente propício para a formação dessa geração de líderes, que tem sede de conhecimento, espírito empreendedor, com forte capacidade de adaptação e totalmente orientada para a solução de problemas reais. Ao nosso ver, são eles que vão ajudar a transformar o Brasil”, complementa Sallouti.

Com as primeiras turmas previstas para fevereiro de 2022, o Inteli vai oferecer inicialmente quatro cursos de graduação presenciais: Engenharia da Computação, Engenharia de Software, Ciência da Computação e Sistemas de Informação. Os cursos terão duração de quatro anos, divididos em 16 módulos. Além de aulas com professores experts, em cada módulo os estudantes desenvolverão um projeto para atender as necessidades de um parceiro de mercado, seja de empresas privadas, startups ou ONGs. Para o primeiro ano estão previstas 250 vagas. A meta é ter mil alunos matriculados até 2025.

O Inteli tem a missão de desenvolver seus alunos em três conjuntos de competências: computação, aprofundando em inteligência artificial, ciência de dados, segurança cibernética; negócios, abordando áreas como finanças corporativas, inteligência de mercado, marketing digital, people analytics e sustentabilidade; e em aspectos comportamentais como comunicação, ética e resiliência. O objetivo é que os alunos aprendam, desde a primeira semana de aula, a causar impacto real na sociedade, orientados todo o tempo para buscar soluções para as ineficiências do mundo de forma prática.

Com foco em atrair os melhores talentos do Brasil, independente da condição socioeconômica, o Instituto terá estudantes bolsistas e pagantes. O mais importante é que o estudante tenha paixão por transformar a sociedade, alto potencial e capacidade analítica e de pensar alternativas criativas para problemas. No futuro, o Inteli prevê, ainda, a oferta de cursos de pós-graduação, ensino à distância, uma incubadora de startups e cursos livres.

Compõe o Conselho do Inteli: André Esteves e Lilian Esteves, empresária e filantropa, como patrocinadores; Roberto Sallouti como presidente do Conselho, Arthur Lazarte, Co-fundador e CEO da Wildlife; Mark Maletz, membro sênior da Harvard Business School (HBS); Pedro Thompson, CEO da Exame; Silvio Meira, PhD em Computação e co-fundador do Porto Digital em Recife; Ricardo Dias, co-fundador da Adventures Inc e antes VP de Marketing da Ambev; e Sofia Esteves, fundadora e Presidente do Conselho do Grupo Cia de Talentos.

Completam o time, na diretoria executiva, Maíra Habimorad, anteriormente CEO da Cia de Talentos e Diretora Acadêmica e de Inovação do Ibmec, que será CEO do Inteli; Ana Garcia, co-fundadora da Brasa, como Head de Operações do Inteli; e Maurício Garcia, com mais de 30 anos de experiência como Executivo Acadêmico e de Inovação em grandes grupos educacionais, como Conselheiro Acadêmico. Toda equipe Inteli foi desenhada para criar um time multidisciplinar com experiências diversas, peça fundamental para pensar um modelo acadêmico com visão de futuro e alinhado com as expectativas do mercado.

Entre os próximos passos está a assinatura de acordo para instalação do Campus em um espaço horizontal e arborizado de 9 mil m² em São Paulo, e o levantamento de recursos para financiar as bolsas de estudos.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades
Mercado Comum Publicação Nacional de Economia, Finanças e Negócios
Mercado Comum Publicação Nacional de Economia, Finanças e Negócios