Minas Gerais na mira do mercado farmacêutico online
Minas Gerais na mira do mercado farmacêutico online
Minas Gerais na mira do mercado farmacêutico online
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Impulsionada pelo crescimento do setor, a epharma, plataforma de gestão de benefícios em medicamentos, tem como meta dobrar seu tamanho ainda este ano e chegar ao volume de R$ 1 bilhão de economia na compra de medicamentos para os beneficiados. Para isso, empresa aposta no estado de Minas Gerais.

Impulsionada pelo mercado farmacêutico, que espera crescimento de 10,3% ainda este ano, segundo o Sindusfarma (Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos), a epharma, plataforma pioneira em gestão de benefícios em medicamentos no Brasil, anuncia estratégias para ampliar seu olhar para regiões em ascensão no comércio online de medicamentos, como o estado de Minas Gerais.

“Vemos a possibilidade de engajar muito mais os usuários dos nossos clientes e parceiros, junto às redes parceiras e alcançarmos um novo público, sobretudo os jovens, que preferem a comodidade das compras digitais. Com isso em mente, o objetivo final é promover uma nova experiência aos consumidores, com acesso mais direto aos múltiplos benefícios que entregamos”, explica Eduardo Mangione, CEO da epharma, sobre a nova plataforma epharmastore phygital, que une experiência de compra de produtos e serviços de saúde no ambiente físico e digital para as 30 milhões de pessoas beneficiadas por sua rede de atuação.

Anúncio

Dentre as mais de 30 mil farmácias, além de 1,8 mil clínicas e laboratórios credenciados na plataforma em todo o país, Minas Gerais está entre aqueles que mostram bastante potencial para crescimento. “Estudamos as melhores estratégias de mercado para entender onde podemos expandir e fazer novos negócios. Em MG, por exemplo, devido às previsões quentes do mercado, enxergamos a possibilidade ampliar nossa base de clientes, beneficiando mais pessoas no acesso ao tratamento, o que agrega não só a nós, como companhia, mas ao consumidor, que poderá usufruir dos nossos programas e serviços melhorando a saúde”, complementa o executivo.

Com mais de 20 anos de atuação, a empresa une os ecossistemas de tecnologia e saúde, conectando indústrias farmacêuticas, operadoras, empresas privadas de diversos segmentos, setor público, farmácias e drogarias, assim como startups de saúde. A epharma também foi pioneira ao lançar o Plano de Benefícios de Medicamentos (PBM) no país em 2000 e, atualmente, conta com uma carteira composta de grandes marcas, dentre elas, a Vale S.A.

Prospecções e perspectivas

Ainda de acordo com o Sindusfarma, as vendas on-line, que dobraram entre 2019 e 2020, deverão seguir em alta, segundo especialistas do setor. Considerando este cenário, a epharma pretende dobrar de tamanho em dois anos, com a nova estratégia.
Além disso, com uma receita bruta de mais de R$ 100 milhões em 2020, a empresa que movimenta mais de R$ 3 bilhões/ano em transações financeiras no mercado de varejo farmacêutico (PMB – IQVIA), visa superar este ano os R$ 750 milhões de economia na compra de medicamentos para os beneficiados registrados no ano passado, com a marca de R$ 1 bilhão ainda em 2021.

A epharma é uma das principais plataformas de gestão de benefícios de medicamentos do país. A empresa, fundada em 1999, atua como um elo, unindo os ecossistemas de tecnologia e saúde, e criando conexões inteligentes entre os seus principais públicos: indústrias farmacêuticas, farmácias e drogarias, startups, setor público e empresas privadas de diversos segmentos. Pioneira ao lançar o PBM – Plano de Benefícios de Medicamentos no Brasil em 1999 conta com mais de 30 mil farmácias e 1,8 mil clínicas e laboratórios credenciados em todo o país, beneficiando 30 milhões de pessoas e gerando economia acima de R$ 750 milhões em 2020.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades