Banco lança 8 compromissos e 41 metas para construir uma agenda de impacto positivo e desenvolvimento sustentável mais conectada ao core business.

Consciente do seu papel e relevância na sociedade e em um mundo em transformação, o Itaú Unibanco fortalece seu posicionamento com a sustentabilidade comprometendo-se publicamente com Compromissos e Metas de Impacto Positivo.

O processo de definição dos compromissos teve início em 2018 e contou com o envolvimento da alta liderança e dos principais gestores das áreas-chave de negócio, além da escuta de stakeholders para identificação das questões mais relevantes do ponto de vista de colaboradores, clientes e sociedade. A partir desse movimento, foram definidas prioridades de atuação, compromissos, metas e indicadores alinhados aos desafios dos negócios e aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Assim nasceram os 8 Compromissos de Impacto Positivo: Financiamento em Setores de Impacto Positivo; Investimento Responsável de Recursos; Inclusão e Empreendedorismo; Cidadania Financeira; Transparência nos Reportes e Comunicação; Ética nas Relações e nos Negócios; Gestão Inclusiva; e Gestão Responsável; uma demonstração prática do nosso jeito de fazer negócios, olhando sempre para as pessoas e para o meio-ambiente.

“O lançamento dos 8 compromissos representa uma mudança de paradigma na nossa forma de atuar em Sustentabilidade. Não se trata de uma estratégia apenas da área de Sustentabilidade. Os compromissos representam desafios reais dos nossos negócios e da sociedade, que serão acompanhados e monitorados por todo o banco”, afirma Luciana Nicola, superintendente de Relações Institucionais, Microcrédito e Sustentabilidade.

O que preveem os Compromissos de Impacto Positivo do Itaú Unibanco:

 ·       Financiamento em Setores de Impacto Positivo – Aumentar os financiamentos e serviços para uma economia de transição mais verde, inclusiva e de impacto positivo.

·       Investimento Responsável – Aumentar a integração de questões ambientais, sociais e de governança nas decisões de investimento e expandir a oferta e distribuição de produtos e serviços para uma economia mais responsável e de impacto positivo.

·       Inclusão e Empreendedorismo – Aumentar a inclusão financeira para micro e pequenos empreendedores por meio de produtos e serviços e melhorar a gestão financeira de seus negócios.

·       Cidadania Financeira – Expandir o acesso de pessoas aos serviços financeiros e oferecer ferramentas e conteúdos que apoiem decisões financeiras mais saudáveis e adequadas.

·       Transparência nos Reportes e Comunicação – Reforçar a transparência dos negócios além dos resultados financeiros, demonstrando valor para os stakeholders de forma íntegra e alinhada às melhores práticas de mercado.

·       Ética nas Relações e nos Negócios – Promover a criação de um ecossistema financeiro íntegro, ético e alinhado à agenda de desenvolvimento sustentável.

·       Gestão Inclusiva – Melhorar a experiência do colaborador e promover um ambiente diverso, inclusivo, saudável e com propósito.

·       Gestão Responsável – Melhorar a performance ambiental das operações e promover práticas sustentáveis na cadeia de fornecedores.

 

Para mais informações, visite http://www.itau.com.br/sustentabilidade

Sobre o Itaú Unibanco – O Itaú Unibanco é a maior instituição financeira privada do Brasil e uma das maiores do mundo, com ativos que atingiram mais de R$ 1,6 trilhão em junho de 2019. Com aproximadamente 98,4 mil colaboradores, possui aproximadamente 4,7 mil postos de atendimento no Brasil e expressiva atuação na América Latina, além de estar presente nos Estados Unidos, na Europa, na Ásia e no Oriente Médio. Por meio de uma estratégia de negócios segmentada, o Itaú Unibanco atua com destaque no Brasil e no exterior, participando de todas as áreas da atividade econômica. Exerce liderança em diversos segmentos do setor, sendo reconhecido por sua história, solidez financeira e performance. Sua abertura de capital ocorreu em 1944, e hoje possui ações listadas na B3 e NYSE (New York Stock Exchange), com valor de mercado de R$ 260,6 bilhões em 30 de junho de 2018.