Google: Especialista em SEO seo _muniz destaca organização de conteúdo como primordial para bom ranqueamento na busca
Google: Especialista em SEO  seo _muniz destaca organização de conteúdo como primordial para bom ranqueamento na busca
Google: Especialista em SEO destaca organização de conteúdo como primordial para bom ranqueamento na busca
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Em webinar gratuito do Google, o suíço John Mueller, referência em resultados nas tecnologias de pesquisa, deu dicas sobre como melhorar posição nos resultados

Tornar o site mais relevante sobre conteúdos específicos continua sendo uma das principais estratégias para melhorar o ranqueamento nos resultados da busca Google. Adotar medidas para certificar a autoridade das informações e a proximidade dos produtos e/ou serviços ofertados em relação a quem realiza a pesquisa deve ser a prioridade dos empreendedores que querem estar entre as primeiras opções para consumidores e potenciais clientes.

A afirmação foi feita pelo suíço John Mueller, um dos principais nomes do universo de Search, em webinar especial gratuito sobre busca e ranqueamento para publishers , realizado no dia 1º de setembro e agora disponível aqui com tradução para o português . O especialista, que hoje é responsável por coordenar as Relações Públicas do Google Search Console, atuou como analista de tendências para webmasters por mais de uma década e frequentemente participa de fóruns e eventos sobre o Otimização para Motores de Busca (Search Engine Optimization – SEO), sendo referenciado como um dos pesquisadores do assunto com maior destaque no mercado.

Anúncio

“A relevância continua importantíssima. É fundamental tentar responder às perguntas das pessoas de forma assertiva e segura. Entregar o que elas procuram sobre aquele assunto. De um lado, a pesquisa realizada pelo usuário, e do outro, os dados dispostos no site, interferem diretamente no ranqueamento geral do endereço nos resultados. Ou seja, se a página tem o que eu pesquiso, é bem estruturada, hospedada em um bom servidor e ainda oferece aquele item em um local próximo a mim, ela aparecerá entre os primeiros links da busca”, explicou.

Segundo o especialista, todas as atualizações feitas nos algoritmos da pesquisa do Google melhoram o sistema para possibilitar aos usuários encontrar com mais precisão endereços confiáveis e valiosos. As mecânicas estão cada vez mais especializadas em verificar a qualidade dos sites e rastrear seu potencial para conseguir atender às demandas recorrentes e ainda mais específicas de quem utiliza a caixa de buscas.

Estrutura

Além da relevância, outros itens internos também são checados. Por isso, é importante sempre inspecionar o URL, verificar a velocidade e os eventuais erros do servidor que abriga o endereço, além de melhorar a vinculação interna. O intuito é sempre oferecer a melhor experiência, conforme destacou John Mueller.

Outra dica é trabalhar com links internos para mostrar a importância relativa do site, ter sitemaps e RSS para manter as tecnologias de pesquisa informadas e exagerar nos conteúdos de alta qualidade para ampliar a importância absoluta do site. Também é imprescindível que todas as publicações e páginas possam ser visualizadas em smartphones, incluindo comentários, dados, imagens, vídeos, etc.

“O Google não indexa toda a internet, não indexa todos os sites e muitas vezes só indexa algumas páginas daquele endereço. Isso pode ser normal. Não significa necessariamente que o site não atende aos requisitos, mas é importante conhecer os motivos pelos quais ele não aparece no tráfego, visando proceder com eventuais correções que possam classificá-lo no ranking de busca. Em alguns casos, mudanças estruturais e verificações críticas e pontuais podem ser a chave para o posicionamento. Isso pode ser avaliado e respondido pelo Google Search Console”, acrescentou.

O Google Search Console é um serviço sem custos oferecido pelo Google, que auxilia a monitorar, manter e solucionar problemas relacionados à participação nos resultados da Pesquisa Google. O sistema permite entender e melhorar a forma como o site é lido e avaliado pela base de dados. Ou seja, como e quando a página aparecerá nas pesquisas realizadas.

Melhorias

Em 2020, o Google realizou 383 mil testes de qualidade, 62,9 mil avaliações side-by-side, 17,5 mil exames de tráfego ao vivo e realizou 4,8 mil melhorias na busca. O foco é desenvolver ainda mais o fornecimento de informações úteis, oferecendo resultados com o máximo de impacto positivo para aquela busca.

“É importante destacar que nenhum site recebe tratamento preferencial. Não uma solução técnica, o ideal é estar sempre melhorando o site, trabalhando nessas questões que desenvolvem as páginas até que elas atinjam o grau de relevância ideal para as buscas que procuram suas soluções. E, sim, isso leva tempo”, concluiu.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades