Filigranas Sobre Aumento no Consumo de Vinho
Filigranas Sobre Aumento no Consumo de Vinho
Filigranas Sobre Aumento no Consumo de Vinho
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Vinho, Gente, Coisas e Adjacências

Inimá Souza*

“O vinho alegra o coração do homem; e a alegria é a mãe de todas as virtudes” – Goethe.

 

 

Que, nos últimos anos, ocorreu surpreendente crescimento no consumo de vinho, as mais corriqueiras observações e consagradas estatísticas confirmam. Fenômeno mundial? Não, pois, segundo publicações de órgãos como, IWSR, Wine Intelligence e OIV, isto não se observou em mercados tradicionais, a exemplo de Espanha, Austrália, Canadá e outros.

 

Por aqui, segundo esses informes, o crescimento beira o espantoso; chegando a 28%, em 2020, enquanto o mercado mundial sofria retração de -6,5%, no mesmo período; ou seja, nunca, antes de 2019, bebeu-se tanto vinho. Infere-se, logo, que esse crescimento tem como ponto de origem a pandemia, que obrigou o confinamento e tornou o vinho um novo e bem-vindo hábito.

 

Se até agora, essa crescida demanda não se apresenta tão festejada on trade, o contrário ocorre no e-commerce, lojas regionais de comércio, supermercados, onde o número de rótulos aumenta na proporção da curiosidade dos novos consumidores, a cada dia, mais numerosos. E isso é perceptível, sobretudo, com a chegada ao mercado do vinho, da chamada geração Y, sequiosa de conhecimentos sobre a bebida.

 

É, pois, verdade, que observamos uma expansão da base de consumo, que, se é destacado, agora, já vem acontecendo, longe da pandemia; e, portanto, não é fenômeno circunstancial, de curto prazo, e, sim, estrutural.

 

Assim, o somatório desses fatores, que inclui a influência de plataformas digitais, diversidade de rótulos, novos hábitos de consumo, preços acessíveis etc. asseguram crescente e desejado comércio para o vinho brasileiro. Quem viver verá.

 

EM FAVOR DO CONSUMIDOR

Acaba de ser lançado, para o consumidor de Belo Horizonte, o inédito Guia de Descontos nos Vinhos em Restaurantes de Belo Horizonte, que leva a marca da Wine Center D.O.C, empresa/escola que atua na área do vinho com atividades de consultoria, cursos, treinamento e publicações.

 

O guia reúne dezenas de restaurantes de Belo Horizonte, alinhados pela reconhecida qualidade de suas gastronomias e cartas de vinhos. Segundo a Wine, os descontos variam de 10% a 50%, e são exclusivos das respectivas cartas dos estabelecimentos participantes. O objetivo é proporcionar ao consumidor os mais variados descontos em suas visitas aos restaurantes. A Livraria Leitura é um dos locais onde o guia é comercializado.

Tim, tim.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades