Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

A Smart i9, empresa de tecnologia de Juiz de Fora, foi a segunda colocada geral no Desafio Brasil, competição entre startups que leva a vencedora para representar o país na Suíça.
O segundo lugar ganha consultoria jurídica e financeira, mentoria de uma empresa de venture capital e premiações dos parceiros da rede. Além disso, a Smart i9 ganhou consultoria da Inseed, empresa gestora de recursos focada em inovação, que vai ajudar a startup a se preparar para concorrer a investimentos.
Na competição, a empresa mineira apresentou uma solução híbrida para comunicação de redes elétricas inteligentes, o que geraria mais estabilidade nas conexões. A startup trabalha com sistemas de telecomunicações confiáveis para atender à demanda de dados das redes de sensores e internet das coisas (IoT), que inclui smartgrid communications e automação residencial. O seu principal produto, o i9Híbrido, permite constituir uma infraestrutura de telecomunicações com maior cobertura e elevada confiabilidade.
Essa tecnologia busca resolver problemas de comunicação de dados, utilizando infraestrutura já existente: o cabeamento da rede elétrica e o meio sem fio.
Diogo Fernandes, sócio-administrador da Smart i9, ressalta a importância de desafios o amadurecimento das startups brasileiras. “Esses eventos de empreendedorismo que estão surgindo no Brasil, que incentivam o crescimento das startups, estão sendo muito benéficos para o ecossistema. O network que a gente faz e os contatos com investidores e outros empresários são fundamentais para parcerias estratégicas de negócio e para o crescimento da empresa”, conta.
Desafios de Inovação Dentro do âmbito da OIW, empresas parceiras propuseram desafios relacionados às suas áreas de atuação.
O Hospital Albert Einstein e o Laboratório Fleury convidaram startups a proporem soluções em saúde para o Desafio de E-health; a Fundação Getúlio Vargas, Metodista, Estácio de Sá e Senai estavam em busca de empresas com soluções capazes de contribuir para o aperfeiçoamento do ensino brasileiro no Desafio de Educação; e a Effectua Capital procurava soluções para cidades mais inteligentes, atraentes e sustentáveis com o Desafio Cidades Inovadoras. O objetivo da competição é selecionar as melhores iniciativas de startups e conectá-las com especialistas, investidores e demais companhias.
A vencedora do Desafio de E-health foi a startup mineira Lifee, de Ouro Preto, que apresentou dois dispositivos para eficiência em tratamento fototerápico neonatal. Para combater a Kernicterus, enfermidade comum em recém-nascidos que pode deixar graves seqüelas, a empresa criou um sensor de baixo custo para garantir que o tratamento seja feito da maneira correta e um adesivo, com indicativo de cores, para resultado e monitoramento da radiação solar.
Além do prêmio no Desafio, a empresa também foi convidada a participar do edital de inovação do Senai.
Na mesma competição, a startup Cybergia, de Belo Horizonte, recebeu menção honrosa. A empresa apresentou um sistema que integra técnicas modernas de engajamento e de coleta e organização de informações para capacitar usuários a adotar naturalmente hábitos de vida saudáveis.
Já na categoria Cidades Inovadoras, a vencedora foi a MobQI, startup de Araçuaí, que criou um aplicativo para melhorar a mobilidade urbana nas grandes cidades.
A empresa oferece diferentes soluções de transporte para todo tipo de usuário: taxistas, empresas de táxi e ônibus, metrô, usuários, pedestres e outros, em uma plataforma dinâmica e integrada.
No Desafio de Educação, a Jungle Digital Games, startup de Viçosa, recebeu menção honrosa por seus jogos educacionais e tecnológicos para crianças. A Open Innovation Week foi realizada entre 01 e 04 de dezembro, no WTC São Paulo. Além dos desafios para startups, a programação contou com seminários, feiras, exposição de projetos, entre outras atrações voltadas para a colaboração no ambiente de inovação e empreendedorismo. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *