Emirates vai recrutar 6 mil funcionários operacionais nos próximos seis meses para ajudar na retomada do setor 2
Emirates vai recrutar 6 mil funcionários operacionais nos próximos seis meses para ajudar na retomada do setor
Emirates vai recrutar 6 mil funcionários operacionais nos próximos seis meses para ajudar na retomada do setor
Emirates vai recrutar 6 mil funcionários operacionais nos próximos seis meses para ajudar na retomada do setor 2
Emirates vai recrutar 6 mil funcionários operacionais nos próximos seis meses para ajudar na retomada do setor
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Dubai, Emirados Árabes Unidos – A Emirates planeja aumentar sua força de trabalho operacional com a contratação de mais de 6 mil funcionários nos próximos seis meses. Com as restrições diminuindo em todo o mundo devido ao aumento da vacinação, serão necessários mais pilotos, tripulação de cabine, especialistas em engenharia e equipe em solo para apoiar o aumento das operações da malha global da companhia aérea e atender ao aumento rápido da demanda dos clientes.

A Emirates já restaurou 90% da sua rede e está prestes a atingir 70% da sua capacidade pré-pandemia até o final de 2021. A maior companhia aérea internacional do mundo está aumentando a frequência de voos para atender à demanda e usando sua aeronave A380 de dois andares e alta capacidade em rotas populares de sua malha. Em novembro, a Emirates vai oferecer mais de 165 mil assentos adicionais em sua aeronave A380.

Sua Alteza Sheikh Ahmed bin Saeed Al Maktoum, Presidente e CEO da Emirates Airline e Emirates Group, disse: “A Emirates sempre esteve no centro do crescimento de Dubai. Nossa necessidade de 6 mil funcionários operacionais adicionais mostra a rápida recuperação da economia de Dubai, trazendo oportunidades e outros desenvolvimentos positivos em vários outros negócios, incluindo os setores de consumo, viagens e turismo.

Anúncio

“Temos restaurado com prudência as nossas operações, seguindo a reabertura de fronteiras e os protocolos de viagens. Com os sinais positivos da recuperação econômica e crescimento contínuo da demanda, temos esperança de voltar, em meados de 2022, ao ponto em que estávamos antes da pandemia.”

Em setembro, a Emirates iniciou uma campanha mundial para recrutar 3 mil tripulantes de cabine e 500 funcionários de serviços aeroportuários para o hub de Dubai, atendendo às necessidades operacionais decorrentes da recuperação do setor de viagens. À medida que a demanda por viagens aumenta mais do que o previsto, a Emirates precisará de mais 700 funcionários em Dubai e em toda a sua rede.

Além disso, a companhia aérea está oferecendo oportunidades de carreira para 600 pilotos qualificados que desejam fazer parte da equipe de Operações de Voo da companhia aérea com base em Dubai.

Como parte da campanha de recrutamento, a Emirates também pretende reforçar sua equipe de engenharia com a contratação de 1.200 profissionais qualificados da área técnica, incluindo engenheiros de aeronaves e equipe de suporte de engenharia, para trabalhar em Dubai e outras estações. A Emirates é a maior operadora de aeronaves Boeing 777 e A380 do mundo. Sua frota atual inclui 263 aeronaves de grande porte e a companhia aérea comprou várias aeronaves novas para atender à demanda futura, incluindo Airbus A350, Boeing 787-9 e Boeing 777-X.

Todas as aeronaves Boeing 777 da Emirates estão em serviço, operando para mais de 120 destinos em voos de passageiros e carga. A companhia aérea também usa sua aeronave principal, a A380, em voos para 18 cidades. Este número será ampliado em breve para mais de 65%, atingindo 27 destinos no final de novembro. Em dezembro, os dois últimos A380 serão entregues para se juntar à frota da Emirates; com isso, cerca de 50 de suas aeronaves A380 terão retornado ao serviço.

Fatores como diversidade cultural, ambiente isento de impostos e infraestrutura líder para moradia, trabalho e recreação continuam atraindo pessoas do mundo todo para Dubai, que já conta com residentes de mais de 200 nacionalidades.
A pronta resposta de Dubai à pandemia tem sido consistentemente classificada entre as mais eficazes do mundo, resultado da forte liderança do país e de parcerias eficientes entre organizações públicas e privadas para atingir seus objetivos. O início rápido da vacinação nos Emirados Árabes Unidos e os protocolos claros de gerenciamento da pandemia permitiram que Dubai reabrisse com rapidez e segurança ao turismo internacional e às atividades de negócios em julho de 2020. Atualmente, mais de 86% da população dos Emirados Árabes Unidos está totalmente vacinada contra a COVID-19 e mais de 96% receberam pelo menos a primeira dose; desta forma, o país é o primeiro do mundo em termos de número de vacinas administradas a cada 100 pessoas.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades