Em novo recorde de resultados, Direcional Engenharia supera custos e obtém maior rentabilidade desde o IPO em 2009
Em novo recorde de resultados, Direcional Engenharia supera custos e obtém maior rentabilidade desde o IPO em 2009
Em novo recorde de resultados, Direcional Engenharia supera custos e obtém maior rentabilidade desde o IPO em 2009
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Eficiência operacional, controle de custos e política de precificação geram 38% de margem bruta, principal indicador de rentabilidade; lucro líquido acumulado no semestre cresce 54% em relação ao mesmo período do ano passado

Em mais um período de recordes nos resultados ao longo dos últimos anos, a Direcional Engenharia reportou indicadores bastante robustos neste segundo trimestre de 2021 (2T21). A margem bruta, que mede a rentabilidade do negócio e já era destaque no setor da construção civil, subiu dois pontos percentuais e alcançou históricos 38%. É o maior índice desde quando a empresa abriu seu capital na bolsa de valores em 2009, apesar da crescente pressão de aumentos de custos e insumos na construção. Também houve crescimento recorde em lançamentos e vendas líquidas.

O lucro líquido do 2T21 chegou a R 41 milhões, o que representa 50% de aumento em relação aos primeiros três meses deste ano. No acumulado de janeiro a junho, o lucro líquido teve crescimento de 54,3%, em um total de R﹩ 67,8 milhões, quando comparado com o primeiro semestre de 2020. O EBITDA (sigla em inglês para lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) do 2T21 chegou a quase R﹩ 90 milhões, com margem de 21,3%, 6,4p.p. acima do 2T20.

Anúncio

“Os resultados traduzem novamente a alta performance que nossos times têm ao longo do tempo e todo o esforço em mantermos os elevados padrões de eficiência operacional e controle de custos aliados a uma política de precificação que permite encontrar espaço e níveis satisfatórios de reajustes”, afirma Henrique Paim, CFO da Direcional Engenharia.

A Companhia atua nos segmentos popular, dentro do programa Casa Verde e Amarela, antigo Minha Casa, Minha Vida, e no médio econômico com a Riva Incorporadora atendendo a públicos de renda familiar de R﹩4 mil a R﹩12 mil. Os indicadores operacionais mostram a forte demanda de mercado para ambos os negócios. Ao todo, foram lançadas 4.153 unidades ao longo do 2T21 e 6.624 no semestre. Em novo recorde, os lançamentos acumulados na primeira metade de 2021 totalizaram um VGV (valor geral de vendas) de R﹩1,4 bilhão, elevação de 177% na comparação com o mesmo período de 2020. As vendas líquidas do semestre totalizaram R﹩1,1 bilhão, valor 62% superior ao primeiro semestre do ano passado.

“Completamos 40 anos de atuação em 2021 e seguimos com nossa visão de longo prazo em proporcionar às pessoas a conquista de um de seus maiores sonhos, a casa própria”, afirma Ricardo Ribeiro, CEO da Direcional. Para isso, diz o executivo, “estamos bastante focados na estratégia de atuação diversificada geograficamente no país, associada a eficiência administrativa e operacional, inovação digital em vários processos, incluindo vendas 100% online, e processos de engenharia que aliam escala, produtividade e ganhos ambientais”.

Em seu segmento, a Riva Incorporadora segue com forte aceleração e suas vendas já representam 29% do total comercializado pela Direcional. Apenas entre o segundo e o primeiro trimestres deste ano, as vendas líquidas da Riva aumentaram em 46%. Quando comparado o 2T21 com o segundo trimestre de 2020, o crescimento é de 150%.

A Direcional Engenharia é uma das construtoras mais inovadoras do país, pioneira na implementação de métodos construtivos que garantem escala, produtividade e enormes ganhos ambientais. Aparece como uma das maiores construtoras do Brasil no Ranking INTEC 2021, entidade que acompanha a evolução da construção civil há décadas. A companhia está listada no Novo Mercado, o mais elevado padrão de governança corporativa na bolsa de valores B3, antiga BM&FBovespa. Está presente em 14 estados brasileiros. Ao longo de seus 40 anos de fundação, superou a marca de 150 mil unidades entregues e incorporadas nos segmentos de médio e alto padrão e empreendimentos do Programa Casa Verde e Amarela, antigo Minha Casa Minha Vida, além de hotéis e empreendimentos comerciais.

Seu método construtivo proporciona agilidade, eficiência das equipes, que podem ser treinadas localmente, e gera valor ambiental. Desenvolvidas em ciclos de construção reduzidos, as atividades no canteiro de obras alcançam 99% de industrialização e têm permitido a redução de 85% no volume de resíduos, em comparação ao método tradicional de alvenaria estrutural ao longo dos últimos 10 anos. Essa atuação responsável e com uso intenso de tecnologia assegurou o título de Empresa Ouro, no Sinduscon-MG, na gestão de resíduos.

A Riva Incorporadora é uma das empresas pioneiras em incorporação e desenvolvimento de empreendimentos residenciais e líder no segmento médio-econômico em nível nacional. Com ampla expertise no setor e capacidade de execução diferenciada em que alia qualidade e escala, a Riva tem como um dos pilares do negócio proporcionar a melhor experiência do cliente em sua jornada de conquista do maior sonho, que é a casa própria. A Companhia atende a famílias com renda mensal entre R 4 mil e R﹩12 mil, com preço de venda das unidades variando entre R﹩200 mil e R 500 mil. A empresa atua nos estados do Amazonas, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Os projetos se localizam em regiões centrais nas capitais e regiões metropolitanas para o cliente usufruir de mobilidade e facilidades em geral e dispõem de espaços para construção de torres de até 25 andares e apartamentos de 2 ou 3 quartos com suíte.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades