Economia de Minas Gerais desacelera no 3º trimestre do 2022
Economia de Minas Gerais desacelera no 3º trimestre do 2022
Economia de Minas Gerais desacelera no 3º trimestre do 2022
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

A Fundação João Pinheiro – FJP divulgou no dia 16 de dezembro os resultados relativos ao desempenho da economia mineira durante o terceiro trimestre deste ano.

De acordo com a FJP – responsável pelos cálculos do PIB loca, “no terceiro trimestre de 2022, o Produto Interno Bruto (PIB) de Minas Gerais foi estimado em R$ 240,2 bilhões e representou 9,4% do PIB nacional. Os dados apontam que o agrupamento “outros serviços” – por exemplo, informação e comunicação; intermediação financeira; educação e saúde privada; serviços domésticos; artes, cultura, esporte; atividades imobiliárias, após demanda reprimida em razão da pandemia da Covid-19, apresenta desempenho positivo, beneficiado pela melhora do mercado de trabalho (queda na taxa de desocupação) e uma reorientação no consumo das famílias.

Economia de Minas Gerais desacelera no 3º trimestre do 2022 b

O volume de Valor Adicionado Bruto (VAB) nos serviços privados exceto comércio e transportes (“outros serviços”) expandiu-se 2,3% em Minas e 1,5% no Brasil, na comparação com o trimestre anterior. O melhor desempenho em nível estadual desse agrupamento pode estar associado à menor taxa de desocupação na comparação com a média nacional. De acordo com a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) do IBGE, no terceiro trimestre de 2022 em relação ao trimestre anterior (série com ajuste sazonal), houve expansão no volume dos serviços prestados às famílias e dos serviços de informação e comunicação.

Ainda, de acordo com os estudos, o índice de volume do PIB mineiro apresentou variação negativa (-2,8%) no terceiro trimestre de 2022, em relação ao trimestre anterior quando se considera a série com ajuste sazonal. No Brasil, ao contrário, houve variação positiva do produto agregado (0,4%) na mesma base de comparação.

Na análise dos resultados dessazonalizados, neste ano, o crescimento econômico de Minas praticamente se concentrou no segundo trimestre do ano (6,4%), em razão do desempenho favorável da agropecuária e da extrativa mineral ao passo que a atividade econômica no estado cresceu 0,5% no primeiro trimestre do ano e, agora no terceiro trimestre, apresentou retração de 2,8%. No Brasil, a atividade econômica foi desacelerando ao longo do ano, com expansão de 1,3% no primeiro trimestre, 1,0% no segundo e 0,4% no terceiro trimestre de 2022.

Crescimento anualizado – A variação positiva no segundo trimestre do ano fez com que, quando se compara com os últimos 12 meses completados, de setembro deste ano com os quatro trimestres anteriores, o volume do PIB de Minas apresentasse crescimento de 3,5%. Valor também acima da taxa de expansão observada no cenário nacional na mesma base de comparação (3,0%).

Economia de Minas Gerais desacelera no 3º trimestre do 2022 c

Setores – Na comparação com o trimestre imediatamente anterior, a explicação para a retração do índice de volume do PIB mineiro no terceiro trimestre de 2022 em relação ao trimestre anterior se deve à variação negativa das atividades da agropecuária (-5,7%), da indústria extrativa mineral (-7,3%), da transformação (-1,2%), do segmento de energia e saneamento (-1,3%) e dos serviços de transporte (-0,5%).

“Embora a agropecuária tenha apresentado queda no estado no terceiro trimestre, no acumulado do ano seu resultado continua positivo, pois suas principais culturas, café, soja, cana e milho, apresentaram expansão”, explica Thiago Almeida, técnico responsável pelo cálculo.

“Essa queda da agropecuária no terceiro trimestre está atrelada à dissipação do efeito positivo da safra de soja que em Minas teve resultado positivo e em âmbito nacional teve resultado negativo, já que a soja é colhida no primeiro semestre. Então, quando se encerra o primeiro semestre, tem essa dissipação do efeito positivo. Além disso, houve revisão do aumento na quantidade produzida na safra do café que é, em boa medida, colhido no terceiro trimestre”, justifica Almeida.

Por outro lado, além dos “outros serviços”, apresentaram incremento no volume de VAB em Minas Gerais a construção civil (0,9%), a atividade comercial (0,5%) e a administração pública (0,5%) na comparação do terceiro trimestre de 2022 com o segundo trimestre do mesmo ano na análise da série ajustada sazonalmente. No Brasil, o comércio ficou praticamente estagnado (ligeiro recuo de 0,1%) e a administração pública se expandiu 1,1% na mesma base de comparação.

De acordo com a Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) do IBGE, o segmento de combustíveis e lubrificantes e de artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos foi o destaque no volume de vendas em Minas Gerais, no terceiro trimestre de 2022 em relação ao segundo trimestre do ano.

Do valor do PIB estimado no trimestre analisado, R$ 26,4 bilhões dizem respeito aos impostos indiretos líquidos de subsídios e R$ 213,8 bilhões referem-se ao Valor Adicionado Bruto (VAB). Em Minas Gerais, na composição setorial relativa ao terceiro trimestre de 2022, o VAB agropecuário foi responsável por R$ 15,6 bilhões (7,3% do total); o da indústria, por R$ 64,9 bilhões (30,4% do total); e o dos serviços, por R$ 133,3 bilhões (62,3% do total).

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Mercado Comum: Jornal on-line BH - Cultura - Economia - Política e Variedades

Rua Padre Odorico, 128 – Sobreloja São Pedro
Belo Horizonte, Minas Gerais 30330-040
Brasil
Telefone: (0xx31) 3281-6474
Fax: (0xx31) 3223-1559
Email: revistamc@uol.com.br
URL: https://www.mercadocomum.com/
DomingoAberto 24 horas
SegundaAberto 24 horas
TerçaAberto 24 horas
QuartaAberto 24 horas
QuintaAberto 24 horas
SextaAberto 24 horas
SábadoAberto 24 horas