Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Por: Olavo Machado (Presidente da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Sistema Fiemg)

 

 

A indústria mineira elegeu o desenvolvimento regional como uma de suas principais prioridades por acreditar que este é o melhor caminho para reduzir desigualdades e democratizar as oportunidades para todas as regiões do estado, criando ambiente propício para o crescimento econômico e o desenvolvimento social.

Com esta crença, estamos desenvolvendo três importantes projetos que, em sua essência visam apoiar as Regionais Fiemg, os sindicatos de indústria filiados e suas empresas associadas: o Plano de Desenvolvimento Industrial Regional e o Programa de apoio à competitividade dos Arranjos Produtivos Locais de Minas Gerais e o Programa de Competitividade Industrial Regional.

Com a parceria e o apoio do governo do estado/Fundação João Pinheiro e do Sebrae de Minas Gerais, iniciamos, no dia 2 de março, por Juiz de Fora, em nossa Fiemg Regional Zona da Mata, a terceira edição do Plano de Desenvolvimento Industrial Regional – Rotas para o futuro. Nosso convidado especial foi o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, que apresentou a palestra “O desenvolvimento regional e os novos rumos da economia brasileira”.

Ao longo do ano, percorreremos todas as nossas 11 Regionais Fiemg, levando simpósios e seminários que colocam em pauta temas relevantes e sintonizados com empresários e autoridades locais, visando à elaboração e implantação de ações essenciais para a região. Iremos a Uberaba, Uberlândia e Ituiutaba, no Triângulo Mineiro; Vale do Aço e Rio Doce, na região Leste; em Patos de Minas, no Alto Paranaíba; no Sul de Minas; e em Divinópolis, importante polo da indústria do vestuário, no centro-oeste mineiro. Nestes encontros, o que visamos é a criação de oportunidades de debates com as lideranças empresariais e políticas locais, abordando os problemas existentes e propiciando um melhor entendimento sobre as demandas que afetam a competitividade das empresas instaladas nas diversas regiões de Minas Gerais.

Este é um trabalho que realizamos com entusiasmo, por diversas razões: por nos permitir construir uma agenda de convergência única para o desenvolvimento de Minas Gerais; por nos propiciar a oportunidade de apoiar, incentivar e estimular a indústria mineira em todas as regiões do estado, dentro de um amplo conjunto de ações desenvolvidas pela Federação das Indústrias de Minas Gerais.

É, igualmente, um trabalho coletivo e solidário, por se tratar de iniciativa que se apoia na parceria entre as empresas, suas entidades representativas – a Fiemg, o Sebrae-MG e os Sindicatos de Indústria – e também o poder público, por meio da participação da Fundação João Pinheiro e do apoio incondicional do governador Antônio Anastasia. Com este perfil, é uma empreitada sinérgica que realizamos em benefício de Minas Gerais, da economia estadual e dos mineiros.

Com o mesmo entusiasmo, estamos também desenvolvendo o Programa de apoio à competitividade dos Arranjos Produtivos Locais de Minas Gerais, uma iniciativa que também conta com o apoio do Sebrae de Minas Gerais, do governo mineiro e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). O objetivo é estimular a competitividade e os desenvolvimentos sustentável de sete Arranjos Produtivos do Estado – APLs.

Realizado com estratégias customizadas para cada APL e sua região, o Programa engloba ações que privilegiam a gestão organizacional, planos de gerenciamento compartilhado, formação de mão de obra especializada, capacitação e assessoria empresarial. No conjunto, o Programa apresenta soluções capazes de promover o crescimento de um conjunto de empresas inseridas em um mesmo ramo de negócios.

Hoje, participam do programa centenas de empresas que integram os APL’s de Biotecnologia e o de Calçados e Bolsas, localizados na Região Metropolitana de Belo Horizonte; de Calçados, em Nova Serrana; Eletroeletrônicos, em Santa Rita do Sapucaí; Fruticultura, na região de Jaíba; Fundição, em Divinópolis, Itaúna e Cláudio; e o de Móveis, em Ubá. Todo o trabalho realizado nos APL’s se fundamenta em minuciosos diagnósticos realizados para mapear os principais desafios e oportunidades de negócios de cada região.

Também está em curso o Programa de Competitividade da Indústria Regional, cujo foco é o fortalecimento das Regionais da FIEMG, para que possam liderar as mudanças econômicas e industriais durante os próximos 20 anos em nosso estado. De olhos no futuro, este visa identificar as reais potencialidades e necessidades de cada região e, a partir delas, mapear estratégias capazes de estimular o desenvolvimento sustentável das indústrias locais, de forma a fortalecer o conjunto da economia mineira.


Esse artigo não reflete necessariamente a opinião de MercadoComum


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *