Com projeto de revitalização e investimentos do BNDES, Parque Estadual Dois Irmãos, em Recife, será o primeiro BioParque do Nordeste
Com projeto de revitalização e investimentos do BNDES, Parque Estadual Dois Irmãos, em Recife, será o primeiro BioParque do Nordeste
Com projeto de revitalização e investimentos do BNDES, Parque Estadual Dois Irmãos, em Recife, será o primeiro BioParque do Nordeste
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Com a experiência no trabalho de modernizar o Parque do Ibirapuera (SP), Plantar Ideias aterrissa em Recife (PE) para reestruturar unidade que é referência na conservação da Mata Atlântica 

Um dos pontos mais queridos e importantes de Recife (PE) – o Parque Estadual Dois Irmãos –, receberá, em breve, um arrojado projeto de revitalização e melhorias que há muito se fazem necessárias para manter o bem-estar da fauna e da flora do local, tida como uma zona de conservação da mata atlântica em plena capital pernambucana.

O parque, além de receber os visitantes e integrá-los à natureza, é um ponto de encontro e palco de diversos eventos importantes para a comunidade recifense, comportando palestras, oficinas, colônia de férias, shows, exposições e muito mais. Ademais, não é só a população que usufrui dos atributos do parque, já que o espaço é morada de diversas espécies e até recebe animais em recuperação, de acordo com as demandas da Unidade de Conservação do local e parcerias especializadas.

Lançado no dia 7 de junho, o edital que confere a concessão do parque à iniciativa privada previu um investimento de R$649 milhões para gestão, manutenção, desenvolvimento, modernização, conservação, entre outras atribuições referentes aos cuidados com o Dois Irmãos. Para tanto, a Plantar Ideias, o escritório paulistano de arquitetura, design, urbanismo e paisagismo contratado pelo BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), já apresentou um projeto de melhorias que engloba todas as vertentes e potencialidades da região.

Com a experiência de capitanear os projetos de revitalização do Parque do Ibirapuera (SP), a Plantar é comandada pelos arquitetos e sócios-diretores Felipe Stracci e Luciana Pitombo. À frente do Dois Irmãos, a dupla promoveu o estudo solicitado a partir de uma ampla análise de estruturação e viabilidade. Para tanto, realizaram o entendimento das demandas técnicas, ambientais e sociais, aliadas à uma estrutura de plano de negócios e o desenho urbano e paisagístico que serão necessários para transformar o Zoológico Dois Irmãos no primeiro Bioparque do Nordeste concedido para gestão da iniciativa privada.

O projeto contou com a participação dos técnicos do Zoo, membros dos órgãos de Patrimônio Histórico de Pernambuco, entidades ligadas à pesquisa e conservação ambiental. Sem dúvidas, trata-se de uma revitalização completa e de grande complexidade”, explica Felipe Stracci, que esteve recentemente em Recife para apresentar toda concepção do novo Parque Dois Irmãos para futuros interessados

Através de decks, o público poderá observar a natureza em sua máxima exuberância, sem gaiolas ou grades. | FOTO- Projeto ilustrativo e referencial realizado pela Plantar Ideias
Através de decks, o público poderá observar a natureza em sua máxima exuberância, sem gaiolas ou grades. | FOTO- Projeto ilustrativo e referencial realizado pela Plantar Ideias

O conceito de Bioparque e as próximas mudanças

A área do parque, que compreende mais de 200 mil m², contemplará, após a reforma, edifícios administrativos e operacionais, trilhas, açudes, a mata e muito mais, sendo dividida em três zonas de uso: Eco parque, Parque Natural e Bioparque.

Tendo sempre como base a natureza e a integração dos seres humanos com a flora e a botânica, o escritório Plantar Ideias atuará em uma importante frente: transformar a estrutura antiga de zoológico em um Bioparque. “O conceito vem se fortalecendo no mundo todo, onde o trato animal busca entregar um ambiente mais amplo, saudável e que mimetize o bioma original do animal, enriquecendo a experiência de vista e observação dos visitantes”, detalha Stracci.

Um exemplo desse modelo ecológico no Brasil é o Bioparque do Rio, substituindo o antigo Zoológico, como era conhecido. Fundado com base no bem-estar dos animais e englobando projetos de pesquisa e conservação de espécies, a instalação é voltada também para a educação ambiental.

A preservação da fauna no Dois Irmãos também será primordial durante o processo de revitalização. “Os animais exóticos e nativos que habitam o Zoo terão uma nova maneira de viver e interagir com os visitantes, visto que o projeto cria ambientes muito mais amplos, onde espécies não concorrenciais convivem em harmonia em um ambiente que busca mimetizar o bioma natural daquele grupo de animais. Os visitantes contarão com passarelas e/ou cláusulas que permitirão uma experiência imersiva e mais natural”, assegura o arquiteto. A proposta é trabalhar com uma estrutura completamente inversa ao do zoo tradicional: ao invés dos animais enclausurados, o ser humano é quem viverá essa experiência. “No contraponto, os animais estarão soltos e interagindo entre si”, detalha Stracci.

Dessa maneira, o Bioparque Dois Irmãos será integralmente reformulado e contará com as citadas passarelas, aviários e uma coleção botânica que enriquecerá ainda mais os jardins do local. O projeto, por exemplo, prevê recintos para receber um grande aviário, acomodando o plantel de aves nativas e exóticas que já fazem parte do zoo. A restauração ambiental com novos jardins compostos por espécies nativas e tipologia de recintos com biomas distintos também se fará presente, criando uma nova camada de atratividade ao parque e imprimindo o conceito de jardim botânico.

Alguns outros detalhes sobre a proposta também já foram definidos e garantem o bem-estar da população: “O Eco parque público e de livre acesso contará com deck nas beiras dos açudes, como mobiliários e pérgolas que forneceram acolhimento e sombra, permitindo uma permanência mais longa e maior oportunidade de contemplação da paisagem”, desenha Felipe.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Mercado Comum: Jornal on-line BH - Cultura - Economia - Política e Variedades

Rua Padre Odorico, 128 – Sobreloja São Pedro
Belo Horizonte, Minas Gerais 30330-040
Brasil
Telefone: (0xx31) 3281-6474
Fax: (0xx31) 3223-1559
Email: revistamc@uol.com.br
URL: https://www.mercadocomum.com/
CNPJ: CNPJ 10.712.481/0001-11
DomingoAberto 24 horas
SegundaAberto 24 horas
TerçaAberto 24 horas
QuartaAberto 24 horas
QuintaAberto 24 horas
SextaAberto 24 horas
SábadoAberto 24 horas