CEMIG
CEMIG
CEMIG
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

CEMIG

Categoria Excelência – Empresa Estatal/MG – 50,5% das respostas válidas

Categoria Expressão – Empresa Mineira/MG – 13,9% das respostas válidas

Anúncio

O grande foco da Cemig é transformar a vida dos mineiros com fornecimento de energia elétrica seguro e de qualidade. Para tanto, a companhia está implantando o maior plano de investimentos de sua história. Até 2025, serão investidos R$ 22,5 bilhões em geração, transmissão e distribuição de energia, geração distribuída e comercialização de gás.

Apenas no sistema elétrico de distribuição, que atende mais de 8,7 milhões de clientes, serão R$ 12,5 bilhões em investimentos, com foco na modernização da rede. Os investimentos em distribuição têm, como objetivo, melhorar a qualidade do serviço prestado e promover a digitalização do atendimento, para atuar de forma eficaz e integrada.

Desta forma, ao invés de se questionar quanto tempo demora uma nova conexão, por exemplo, o cliente interessado passará a ter capacidade de se conectar e energia disponível para que possa investir no Estado, o que elimina a demanda por novas cargas e assegura infraestrutura necessária para o desenvolvimento econômico de Minas Gerais.

A Cemig, que conta com 413 subestações, chegará a um total de 613 dessas instalações, eliminando os gargalos e restrições, e contribuindo para a indução de desenvolvimento em todo o Estado. Estão em processo de implantação 80 novas subestações, sendo que 23 delas estarão em operação ainda em 2021.

O plano prevê, ainda, o atendimento de todos os municípios com dupla alimentação em média tensão, a implantação de um milhão de medidores inteligentes, a construção de 3.100 quilômetros de linhas de alta tensão e a substituição das estruturas de madeira ainda existentes por outras de material mais moderno e resistente.

O programa Minas Trifásico
O programa Minas Trifásico

Minas Trifásico – O programa Minas Trifásico tem o objetivo de converter redes monofásicas em trifásicas no interior do Estado, possibilitando a transformação da agricultura de subsistência de pequenos e médios produtores rurais em agronegócio. Até 2027, está prevista a conversão de 21.000 quilômetros de redes monofásicas para trifásicas e a construção de 5.000 quilômetros de interligações de circuitos em todo o estado.

As primeiras obras do programa vão atender as localidades que apresentam restrição de carga para as necessidades do desenvolvimento da vocação regional do agronegócio, que será extremamente beneficiado com esse programa. Dessa forma, os investimentos da Cemig permitirão a potencialização acelerada do agronegócio local, gerando novas oportunidades de negócios e renda.

Além disso, com o objetivo de modernizar e automatizar ainda mais o sistema elétrico de Minas Gerais, a Cemig vai investir, somente neste ano, cerca de R$ 173 milhões na instalação de 7.445 religadores na sua área de concessão. Esses equipamentos trazem um grande benefício para a continuidade do fornecimento de energia, pois recompõem o sistema elétrico automaticamente, no menor tempo possível, em caso de interrupções por defeitos transitórios.

Eficiência energética – No momento em que o país enfrenta uma das suas maiores crises hídricas, com impactos na geração de energia e no meio ambiente, estimular o consumo consciente de energia elétrica é fundamental. O Programa de Eficiência Energética da Cemig (PEE) realiza ações educativas e de modernização de equipamentos em hospitais, asilos, Apaes, Apacs, escolas públicas, unidades das forças de segurança, comunidades quilombolas e famílias carentes em áreas urbanas e rurais, beneficiando milhões de mineiros em todas as regiões do Estado. Somente no ano passado, o PEE investiu cerca de R$ 50 milhões em Minas Gerais.

Por meio de uma parceria firmada em abril deste ano, o PEE já começou a distribuição de mais de 150 mil lâmpadas para cerca de 1.500 edificações de unidades do Sistema Penal, da Polícia Militar, da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros. Ao término do projeto “Cemig nas Forças de Segurança”, é estimada uma redução do consumo de energia de 16.511 MWh/ano no consumo global das instituições beneficiadas – suficiente para atender cerca de 11 mil famílias de baixa renda.

Outra iniciativa muito importante do PEE é o projeto “Cemig nas Escolas”, que está melhorando as condições físicas das escolas com a padronização das luminárias e lâmpadas de LED, garantindo a melhoria do ambiente escolar tanto para alunos quanto para funcionários em todo o estado. Neste momento de retorno às aulas presencias, mais da metade das 3.398 escolas estaduais atendidas pela Cemig já estarão eficientizadas.

Os investimentos da companhia com essa iniciativa devem alcançar, no quinquênio 2018-2022, mais de R$ 44 milhões, considerando a modernização da iluminação de todas as escolas estaduais dentro da área de concessão da companhia até o próximo ano e, ainda, a implantação de 125 microusinas fotovoltaicas em instituições de ensino da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

Cemig reforça suas ações de responsabilidade social
Cemig reforça suas ações de responsabilidade social

Responsabilidade social – Sensível aos desafios da pandemia, a Cemig reforça suas ações de responsabilidade social. Para os consumidores inscritos na tarifa social, a luz não será cortada até 30 de setembro. Atualmente, são mais de 900 mil clientes nessa condição, garantindo até 65% de desconto da fatura.

Na área cultural, uma das mais afetadas no atual contexto, a Cemig consolida sua atuação como a maior apoiadora da cultura em Minas, com mais de R$ 52 milhões investidos nos últimos dois anos via leis de incentivo.

Para que a população mineira tenha agilidade e segurança durante a vacinação contra a Covid-19, a Cemig realiza inspeções na rede dos postos de saúde, garantindo, assim, o fornecimento a esses locais. Em 75 cidades onde possui uma base operacional, as estruturas estão sendo colocadas à disposição para apoio logístico e armazenamento de materiais e pontos de vacinação. A Cemig também aderiu ao Movimento Unidos Pela Vacina com a doção de 34 municípios onde colabora ativamente com fornecimento de insumos, logística e materiais para auxiliar no processo de imunização.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades