Carne bovina: Preço aumentou 133,70% acima da inflação oficial, segundo estudo do IBPT
Carne bovina: Preço aumentou 133,70% acima da inflação oficial, segundo estudo do IBPT
Carne bovina: Preço aumentou 133,70% acima da inflação oficial, segundo estudo do IBPT
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Aumento real dos preços de 40 produtos analisados foi de 41,97%, o que representa 29,44% acima da inflação oficial do período

 

Nos últimos dois anos o aumento nos preços de diversos produtos impactou fortemente o bolso do consumidor final. Segundo dados do “Estudo Sobre Variação de Preços dos Produtos na Pandemia”, realizado pelo Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT), o aumento real dos preços está muito acima da inflação oficial. O estudo analisou 40 produtos entre os meses de março de 2020 e outubro de 2021, e foi constatado que a média de variação de preços foi de 41,97%, ou seja, 29,44% acima da inflação oficial, que de acordo com o IBGE foi de 12,53%.

 

O produto que teve a maior variação de preço foi a carne bovina (kg), com um aumento de 146,23%, o que representa uma diferença de 133,70% em relação à inflação. “Na primeira edição deste estudo o vilão era o arroz, na época com uma variação de preço de 129.07%, agora temos a carne bovina como destaque de crescimento dentre os itens pesquisados. Os sucessivos aumentos nos preços mostram que a inflação sentida no bolso dos brasileiros quando vão às compras está muito acima da oficial, ainda mais se considerarmos que apenas quatro dos 40 produtos tiveram uma variação de preço menor que o IPCA”, destacou o presidente executivo do IBPT, Dr. João Eloi Olenike.

 

Além da carne, os produtos que apresentaram uma diferença significativa nos preços foram farinha de mandioca (kg), com 102,40%; o papel higiênico (rolo), com 89,16%; o açúcar (kg), com 77,68%; a água mineral (lt), com 73,18% e a argamassa (20 kg), com 60,18%. Apenas quatro itens pesquisados ficaram com a variação de preço menor que o IPCA do período, são eles a cueca (un) com -2,43%; a sandália (un), com -5,69%; o caderno 10 matérias (un), com -1,62%; e a caneta esferográfica (un), com -6,72%.

 

Na tabela a seguir é possível observar todos os produtos analisados, a variação de preço e a diferença em relação à inflação oficial do período.

 

carne bovina
Carne bovina

O estudo foi feito com base na variação dos preços entre os meses de março de 2020 e outubro de 2021, comparando com a inflação oficial, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado e divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que foi de 12,53% no período.

 

Para obter o valor dos produtos o IBPT utilizou a base de dados do aplicativo Citizen e sites de venda de produtos on-line. O Citizen é um aplicativo desenvolvido pelo IBPT para auxiliar no controle de gastos e consciência tributária. Por meio do aplicativo, que é gratuito e está disponível para Android e IOS é possível escanear notas fiscais e analisar o volume de compras, além disso, após seis meses de uso constante o aplicativo identifica a inflação do usuário.

 

O Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação (IBPT) foi fundado em 1992, com o objetivo inicial de congregar estudiosos das ciências jurídica, contábil, social e econômica para debater sobre temas relacionados ao planejamento tributário. Desde sua fundação, o IBPT se dedica ao estudo do complexo sistema tributário no país, sendo reconhecido pela adoção de uma linguagem clara e precisa à sociedade sobre a realidade tributária brasileira. O IBPT também lançou bases e fundamentos para viabilizar a lógica da transparência fiscal, promovendo conscientização tributária.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades