Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Alunos da UFMG visitam país para capacitação idealizada pela siderúrgica multinacional NSSMC

A milenar cultura japonesa é marcante nos mais diversos aspectos. O senso de comunidade, o cuidado com o meio-ambiente e a sua desenvolvida indústria e infraestrutura foram alguns dos temas que chamaram a atenção dos alunos do curso de Pós-Graduação em Engenharia Metalúrgica, de Materiais e Minas (PPGEM), da UFMG, durante a visita de 13 dias ao país do sol nascente, no mês de julho. A viagem fez parte de um intercâmbio tecnológico promovido pelo grupo Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation (NSSMC), reconhecido líder mundial do setor de aço.

O roteiro incluiu visitas técnicas nas usinas de Nagoya e Kimitsu, pertencentes ao grupo. Juntas, são responsáveis pela produção de 16 milhões de toneladas de aço bruto por ano. “Visitamos o Forno 4 com maior proximidade, passando perto dos regeneradores de ar quente. Tive a impressão de ver menos pó no chão e em equipamentos do que em outras usinas que já visitei”, comenta o estudante Victor Freire, que já analisou altos-fornos na Rússia e na Europa.

“Outro comentário importante é acerca da reciclagem de plásticos na coqueria. Os briquetes extrudados de plástico representam apenas 1% da carga a ser coqueificada, porém isso representa cerca de 4% de todo o plástico descartado no Japão! Achei a prática admirável, uma vez que não há impacto na operação do alto-forno, porém é significativo para a sociedade japonesa, uma vez que se obtém um destino ecologicamente responsável para um resíduo gerado em todo o país”, destaca.

Para o diretor para as Américas da NSSMC, Kazuhiro Egawa, o fortalecimento na troca de know-how entre os países sempre foi uma prioridade na empresa. “A Nippon Steel está há 60 anos no Brasil, com a Usiminas, realizando essa troca de conhecimento. Esse intercâmbio de inovação tecnológica foi e continua sendo um dos pilares do desenvolvimento da indústria siderúrgica brasileira”. O Programa de Visitas: De uma ponta a outra representa um dos investimentos da NSSMC na capacitação de profissionais e deve ter continuidade no próximo ano.

“Como pesquisadora, me encantei com o Centro de Engenharia & Pesquisa de Futtsu. A área de Pesquisa e Desenvolvimento recebe grande incentivo financeiro por parte da NSSMC e, por isso, a empresa possui diversas patentes por processos, produtos e softwares de simulação desenvolvidos por eles mesmos. Foi muito interessante ver como a empresa NSSMC valoriza a área de P&D e entende a importância dos pesquisadores para a evolução de seus processos”, aponta a mestranda em Engenharia Metalúrgica da UFMG, Camila Mattioli.

Cultura

A comitiva, composta ainda pelos alunos Guilherme Soares, Pedro Henrique da Rocha e Marcos Auad e a tradutora Helena Yukiko Tanaka, também visitou a fábrica da Toyota e destinos culturais. Entre eles, um dos bairros mais antigos de Tóquio, o Asakusa, e o bairro Akihabara – mais tecnológico e com muitas opções de lojas de anime, mangá e cosplay. O momento mais histórico da viagem foi o passeio pela cidade de Kyoto, na região centro-sul do país. Conhecida como a alma e essência da cultura japonesa, a antiga capital é o baluarte das tradições locais. “Os templos Koudai, Kiyomizu e Kinkaku, com sua arquitetura refinada, são por si só um espetáculo”, afirma o professor-tutor da UFMG, Roberto Tavares. “A viagem ao Japão mostrou para os alunos e para mim outra forma de viver em sociedade, pensando em longo prazo, preservando o passado, respeitando o meio ambiente e preparando as futuras gerações”.  

Sobre a Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation (NSSMC):

Fundada em outubro de 2012 através da fusão entre Nippon Steel Corporation e Sumitomo Metal Industries, Ltd., a Nippon Steel & Sumitomo Metal Corporation (NSSMC) é líder mundial em produção integrada de aço.  Produz uma ampla gama de produtos siderúrgicos de valor agregado, em mais de 15 países, assim como nas 13 usinas no Japão. A empresa enfatiza três áreas de negócios como áreas estratégicas chave: produtos de aço de alta qualidade para automóveis; recursos e energia; e engenharia civil, construção e ferrovias.  A NSSMC é uma holding com 5 operações: siderurgia, engenharia, produtos químicos, novos materiais e soluções de sistemas. O grupo emprega aproximadamente 92 mil funcionários e registrou no último ano fiscal (encerrado em 31 de março de 2017) um lucro de 174,5 bilhões de ienes (1,6 bilhão de dólares).
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *