Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Este é o maior aporte da história da empresa, líder em vendas de batatas pré-fritas no país, e vai dobrar a atual capacidade produtiva, além de possibilitar a diversificação do mix

Com este investimento, a Bem Brasil, indústria de batatas pré-fritas congeladas, dá mais um importante passo para ampliar sua liderança em vendas no país. Com recursos próprios e captações realizadas no mercado, a empresa implementa a expansão de unidade industrial em Minas Gerais, com os investimentos sendo executados no período de 2021 a 2023. Com a expansão, sua capacidade produtiva praticamente irá dobrar, criando mais de 300 empregos diretos quando estiver a plena capacidade. A expectativa é de que o início da operação ocorra no último trimestre de 2021
O aporte total do projeto, que deverá atingir os R$ 700 milhões, leva em conta a ampliação da estrutura de apoio, armazenagem de matéria prima e produto acabado, além outros aspectos necessários para suportar o crescimento da companhia. “Completamos 14 anos em dezembro de 2020 e estamos muito felizes em anunciar essa expansão. Produzimos a batata preferida pelos brasileiros, mas há uma grande demanda ainda não atendida. Com esse investimento, será possível aumentar nossa produção e ainda diversificar o mix de produtos”, afirma o presidente da Bem Brasil, Dênio de Oliveira. Atualmente, a empresa detém 40% do mercado nacional, mas projeta alcançar uma fatia ainda maior nos próximos anos.
A nova planta de Perdizes utilizará as mais modernas tecnologias disponíveis para o setor, além de ser ecologicamente sustentável. Ocupará aproximadamente 100 mil metros quadrados de área construída e vai gerar cerca de 1.500 postos de trabalho diretos e indiretos. Importante ressaltar dois aspectos relevantes que fazem parte deste projeto: a- Não há qualquer aporte de recursos financeiros advindos do poder público, ou seja, sem participação do Município, Estado ou União no projeto; b- No quesito sustentabilidade, a nova linha terá 100% da água tratada utilizada para irrigação, todo gás metano oriundo do tratamento do efluente será queimado na caldeira substituindo parte da biomassa, toda água da chuva será canalizada para irrigação, todo resíduo orgânico destinado a produção de biofertilizantes aplicados na própria cultura da batata.
Em visita recente à empresa, o governador de Minas, Romeu Zema, ressaltou a importância do polo industrial da Bem Brasil para a economia da região, gerando emprego e renda, além de contribuir para que o “estado mantenha o destaque nacional no plantio e nos processos industriais da cadeia produtiva da batata”. Ele enfatizou a visão empreendedora dos sócios-proprietários, que conseguiram agregar valor à produção. “Temos que ficar atentos a isso, e a Bem Brasil é um exemplo. Ao invés de vender a batata in natura, comercializa o produto beneficiado”, declarou.
Relevância econômica
A escolha de Perdizes para sediar a ampliação da fábrica da empresa se deu por uma combinação de aspectos que tornam a cidade atraente. “O local é estratégico do ponto de vista logístico, com rodovias que interligam o Sudeste, o Centro-Oeste e o Nordeste, facilitando o escoamento dos produtos. Estamos no principal polo de cultiva da batata no país, além de contar ainda, com mão de obra qualificada e diversificada na região”, enfatiza o presidente do Conselho, João Emílio Rocheto.
Fabricante 100% brasileira de batata pré-frita congelada e flocos desidratados de batata, a Bem Brasil foi fundada em dezembro de 2006, em Araxá, no Triângulo Mineiro. Pioneira na atividade no país, conta, atualmente, com duas unidades fabris na região: a de Araxá e a outra no município de Perdizes, inaugurada em 2017. Juntas, geram mais de 700 empregos diretos e de 2 mil indiretos. A companhia é líder em vendas de batatas pré-fritas congeladas no país, produzindo, por ano, mais de 250 mil toneladas de produtos. Além disso, seu mix contempla mais de 20 itens voltados para food service e varejo nacional.

Bem Brasil anuncia novo presidente

Anúncio

A Bem Brasil Alimentos inicia 2021 com um novo presidente: Dênio de Oliveira, que ocupava o cargo de diretor-administrativo financeiro desde 2019, acaba de assumir o comando. Ele é o primeiro sucessor do fundador da companhia, João Emílio Rocheto, que passa a atuar no Conselho de Acionistas, juntamente aos demais sócios e membros. Terá como desafio, entre outros, liderar o processo de expansão da empresa, já em curso, com vistas a dobrar a produção atual de batatas pré-fritas congeladas e ampliar a liderança em vendas da indústria mineira no mercado interno.
O processo de transição da Bem Brasil vem sendo estruturado desde 2019, quando se tornou uma S.A. e passou a enfatizar a implementação de ações e práticas de Compliance, transparência e equidade na tomada de decisões. Agora amplia esse movimento de profissionalização da gestão, com a escolha de um CEO do mercado, com vasta experiência e conhecimento da companhia. “Dênio foi eleito pelo Conselho por sua competência e por um trabalho de excelência já desenvolvido, especialmente em 2020, um ano tão desafiador. Terá todas as possibilidades para acelerar a expertise do negócio, no que se refere à cultura e jeito de ser Bem Brasil, envolvendo o planejamento estratégico e a atuação em toda a cadeia de valor, para garantir o nosso legado”, argumenta João Emílio Rocheto.
Recém-nomeado, Oliveira agradece a confiança do Conselho e reforça o compromisso com o crescimento sustentável da empresa. “Assumo essa missão com muito orgulho e responsabilidade. Seguiremos firme na meta de transformar a Bem Brasil em uma das maiores companhias do setor de alimentos do país, mantendo os valores que a fizeram chegar, com sucesso, até aqui. Para isso, temos estrutura e uma equipe competente e dedicada, além de ousadia e pioneirismo, características naturais da família Rocheto”, afirma o novo presidente.
O executivo é bacharel em Ciências Econômicas e Ciências Contábeis, pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas), e concluiu o MBA em Controladoria e Finanças, na Fundação Getúlio Vargas (FGV/RJ). Ele possui mais de 30 anos de experiência profissional em diferentes segmentos, desempenhando funções nas áreas de Contabilidade, Controladoria, Finanças, Administrativa, entre outras. Dênio de Oliveira tem 57 anos.
Fabricante 100% brasileira de batata pré-frita congelada e flocos desidratados de batata, a Bem Brasil foi fundada em dezembro de 2006, em Araxá, no Triângulo Mineiro. Pioneira na atividade, conta, atualmente, com duas unidades fabris na região: a de Araxá e a outra no município de Perdizes, inaugurada em 2017. Juntas, geram mais de 600 empregos diretos e de 2 mil indiretos. A companhia é líder em vendas de batatas pré-fritas congeladas no país, produzindo, por ano, mais de 250 mil toneladas de produtos. Além disso, seu mix contempla mais de 20 itens voltados para food service e varejo nacional.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades