Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Novo modelo de atuação do Banco Postal permitirá ampliar a inclusão bancária no interior do País

 

O Banco do Brasil e os Correios anunciaram o início de estudos para implantar um novo modelo de negócios para o Banco Postal. A intenção das duas empresas é criar uma instituição financeira, o que permitirá ampliar o portfólio de produtos e serviços oferecidos aos clientes do Banco Postal, além de gerar mais sinergia e eficiência à operação. A proposta em análise é resultado da experiência das duas empresas durante os 22 primeiros meses na operação do Banco Postal e se aproxima de modelos internacionais de bancos postais.

A parceria atual tem natureza operacional regida por regulamentação específica de correspondente, o que restringe a ampliação dos negócios. A implantação do novo modelo permitirá ao Banco Postal ampliar seu portfolio e estabelecer parcerias para que seus clientes acessem novos produtos e serviços, tais como outras linhas de crédito, seguros, capitalização, cartões pré-pagos, consórcios, entre outros.

Anúncio

Outro objetivo do novo modelo é tornar o Banco Postal ainda mais atrativo para significativa parcela da população sem acesso ao sistema financeiro, calculada em cerca de 55 milhões de pessoas e que movimenta anualmente mais de R$ 600 bi, aumentando a inclusão bancária e o dinamismo das economias de municípios que não contam com agências bancárias.

Esta iniciativa só foi possível após a promulgação da Lei 12.490, de 16 de setembro de 2011, que permitiu aos Correios participar de empresas e desenvolver serviços financeiros.

A intenção inicial é que BB e Correios tenham participações societárias iguais. Estudos preliminares já realizados apontam a viabilidade, atratividade econômica e aderência estratégica do novo modelo. A conclusão dos estudos deve ocorrer no segundo semestre de 2014.

A intenção é que o novo Banco Postal utilize as estruturas e os conhecimentos já existentes do BB e dos Correios, o que reduziria o volume de investimento necessário para expansão da rede física de atendimento do BB, bem como aqueles relativos à própria parceria.

A parceria entre BB e Correios no Banco Postal teve início em janeiro de 2012 e já resultou na abertura de 2,2 milhões de contas correntes e na realização de mais de 200 milhões de transações nos 6.191 pontos de atendimento do Banco Postal em 5.256 municípios brasileiros.

A implantação do novo modelo dependerá ainda das autorizações regulatórias do Banco Central, Cade e dos ministérios da Fazenda, das Comunicações e do Planejamento, entre outros.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *