Banco Mercantil do Brasil reporta lucro de R$ 101 mi no 1º semestre de 2021
Banco Mercantil do Brasil reporta lucro de R$ 101 mi no 1º semestre de 2021
Banco Mercantil do Brasil reporta lucro de R$ 101 mi no 1º semestre de 2021
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Instituição divulgou resultados recordes nesta sexta-feira, fruto do processo de transformação iniciado há 4 anos.

O Banco Mercantil do Brasil manteve o ritmo de crescimento no primeiro semestre deste ano, registrando alta de 37% no lucro líquido em comparação com o mesmo período de 2020, atingindo a marca de R$ 101 milhões.

De acordo com o CFO da instituição, Paulino Rodrigues, a estratégia de oferecer uma operação mais abrangente em termos de produtos, focados no público 50+, e o alto investimento em tecnologia, inovação e pessoas foram fatores essenciais para a evolução dos indicadores.

Anúncio

O banco fechou o primeiro semestre do ano com uma carteira de crédito bruta avaliada em R$ 7,5 bilhões – um crescimento de 45% – com queda de 3,5% no índice de inadimplência, alcançando um índice de 3,4%. Também apurou um crescimento de 15% no número de clientes utilizando cartões – atingindo o valor de R$ 1,6 bilhões de volume total processado, valor 42% superior ao mesmo período do ano passado.

No mesmo período, o prêmio bruto de seguros cresceu 102% e o crédito consignado obteve alta de 107%. Diante desses resultados, o Retorno sobre o Patrimônio Líquido Médio (ROAE) foi de 17,6%.

Os ativos totais somaram R$ 11,5 bilhões, com alta de 7,3%, e o patrimônio líquido somou R$ 1,1 bilhão. Já o saldo de recursos captados alcançou R$ 9,3 bilhões e a receita de prestação de serviços R$ 167 milhões, atingindo um crescimento de 3,3%.

O índice de Basileia está em 16,4%. “Somos especializados no atendimento a beneficiários do INSS e com a ampliação do portfólio de produtos e dos canais de atendimento, estamos ampliando nossas operações, bem como a satisfação dos nossos clientes”, explica Rodrigues.

Estrutura

No primeiro semestre, o banco inaugurou 16 lojas (Mercantil e Bem Aqui) e recebeu uma média de 74 mil novas inclusões mensais da base de clientes INSS, expandindo sua atuação. Dessa forma, está presente hoje em 189 municípios e alcançou a marca de 3,1 milhões de clientes ativos – um crescimento de 29%.

De acordo com o NPS (Net Promoter Score), métrica que tem como objetivo medir a satisfação e a lealdade dos clientes com as empresas, o MB está dentro da zona de excelência.

O Banco Mercantil do Brasil vem passando por uma importante transformação cultural nos últimos anos, pautada no investimento em inovação, tecnologia e pessoas. Só em tecnologia, os investimentos do banco orçados para 2021 somam R$ 137 milhões.

Contando com mais de 3 milhões de clientes ativos, 75% dos quais são pessoas físicas com 50 anos ou mais, o banco mineiro carrega em seu DNA o propósito de oferecer a seus clientes uma experiência única. Não é à toa que o banco foi eleito em 2021 a Empresa do Ano no Prêmio Consumidor Moderno de Excelência em Serviços ao Cliente e atingiu o patamar de Excelência na pesquisa NPS (Net Promoter Score), que fornece informações sobre fidelidade dos clientes e grau de satisfação com produtos e serviços, apurada de forma contínua.

Sustentado por seus talentos, o crescimento dos números vem acompanhado de posições de destaque nos rankings de melhor empresa para se trabalhar, tendo o banco sido premiado entre os três primeiros colocados em Minas Gerais nos últimos quatro anos, no GPTW.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades