Banco Central 2
Banco Central aumenta a projeção do saldo da balança comercial para US$ 83 bilhões neste ano
Banco Central aumenta a projeção do saldo da balança comercial para US$ 83 bilhões neste ano
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Este maior superávit decorre da forte revisão das exportações, para US$ 328 bilhões, contra US$ 276 bilhões no Relatório Trimestral de Inflação de dezembro. Os maiores preços para petróleo e derivados e as cotações elevadas dos grãos explicam essa revisão e compensaram a queda da safra na região sul e a menor produção da indústria de extrativa mineral. Já as projeções das importações cresceram em US$ 20 bilhões, para US$ 245 bilhões por conta dos maiores preços dos combustíveis e fertilizantes. O volume importado deve se menor em função da desaceleração econômica.

 

O aumento da projeção do saldo comercial compensou a elevação da parcela de lucros a serem remetidos, US$ 30 bilhões contra a projeção anterior de US$ 25 bilhões. BC espera que o setor exportador de commodities aumente sua lucratividade e, portanto, pague mais dividendos. O real mais apreciado também estimula estas remessas. Desta forma, o saldo em conta corrente ficará em US$ 5 bilhões neste ano.

 

Para os investimentos no país, o BC continua com a projeção de um fluxo líquido do investimento direto no país de US$ 55 bilhões, ante US$ 46 bilhões em 2021. Esse crescimento decorrerá, entre outros fatores, das privatizações e concessões previstas e da necessidade de investimento no setor energético e de telecomunicações. Os investimentos passivos em carteira continuam com a projeção é US$ 11 bilhões, BC teme que o aperto da política monetária nos países avançados impacte negativamente neste fluxo.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades