Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Que o ano de 2017 foi desafiadorpara as empresas brasileiras, ninguém tem dúvida. Para o mercado segurador não foi diferente. Porém, é possível enxergar vantagens, já que o setor é conhecido por sua resiliência. Ainda assim, muitos players se reinventaram e apostaram em novos formatos para adequar produtos e processos ao novo momento que o cliente vive.

Como a economia começa a dar sinais de recuperação, há otimismo entre os profissionaisda área. Recentemente, as notícias econômicas de baixa inflação melhoria no emprego, queda de juros, aumento da renda média, entre outros aspectos, nos permitiram iniciar 2018 mais otimistas. Os indicadores de confiança geram uma percepção mais positiva dos agentes econômicos e dos consumidores sobre a conjuntura e perspectiva de futuro. Certamente influenciará a retomada, mesmo que gradual, dos investimentos, do consumo, das contratações de pessoas e de serviços. Esta será a peça chave para o crescimento do nosso mercado este ano.

Além disso, para 2018, reinvenção, criatividade, o foco nas necessidades do cliente e uma maior difusão sobre a cultura de seguros devem seguir como direcio-namento de todo o mercado. Imagine que, de acordo com a Confederação Nacional das Empresas de Segu-ros Gerais (CNSeg) e com a Superintendência de Seguros Privados (Susep), cerca de 30% dos veículos que circulam pelo país têm seguro, cerca de 12% a 15% das residências são seguradas e 19% da população brasileira possui um seguro de vida. Esses dados nos mostram oportunidades para impulsionar vendas e conquistar novos clientes.

A expectativa para o ano, de uma forma geral, é que a economia evolua de maneira independente da instabilidade política e se consolide. Neste momento, os corretores de seguros devem aproveitar o aumento da demanda por seguros para entender as necessidades dos consumidores e entregar soluções verdadeiras a cada um deles. Será o momento da retomada do fôlego para todos e quem souber oferecer o melhor atendimento aliado ao melhor produto certamente sairá na frente. Por isso, é hora de levar informação de qualidade ao cliente. Mostrar a ele novos produtos e possibilidades.

Encerramos 2017 com crescimento de 4,3% em prêmios ganhos na comparação com 2016, isto porque o seguro Dpvat registrou queda de receita (-33,7%), desta forma, os prêmios específicosda American Life registraram crescimento de 12%. Consideramos estes números expressivos para uma empresa que atua principalmente na área de seguros de pessoas, um cenário que desde 2014 amarga índice de desemprego de dois dígitos. O último ano foi bastante importante, pois além de alguns lançamentos de produtos no ramo de danos, iniciamos operação no segmento de Responsabilidade Civil Ônibus (RCO), que nos colocou em contato com um maior número de operadores do mercado de seguros. Praticamente dobramos o número de representantes e corretores de seguros com o novo produto. Isto significaque hoje temos uma rede de distribuição de produtos mais encorpada, facilitando os lançamentos de novidades ou entrada em novos segmentos. Diante de tudo isso, vislumbramos crescimento superior a 15% em 2018. Vamos à luta!


Esse artigo não reflete necessariamente a opinião de MercadoComum


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *