Aeroporto Internacional de BH conclui primeira fase da reforma do Terminal de Passageiros 1 até o final deste ano
Aeroporto Internacional de BH conclui primeira fase da reforma do Terminal de Passageiros 1 até o final deste ano
Aeroporto Internacional de BH conclui primeira fase da reforma do Terminal de Passageiros 1 até o final deste ano
Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

Obras nas áreas dos portões de embarque, assim como no canal de inspeção, têm previsão de entrega em dezembro

O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte entra agora em uma nova etapa da reforma do Terminal de Passageiros 1. As obras da primeira fase da sala de embarque, que incluem o novo canal de inspeção e também os portões 3, 4, 5 e 6, estão avançadas e serão entregues em dezembro. Na mesma data, também será finalizada parte das intervenções que refletem no saguão. No caso, a área próxima à loja da Pandora e da Havaianas.

Hoje, o aeroporto conta com 26 pontes de embarque divididas entre os terminais de passageiros 1 e 2. Dos portões 1 ao 16, todos fazem parte do Terminal de Passageiros 1. Do 17 em diante, compõem o Terminal de Passageiros 2. Com uma infraestrutura moderna, ele foi concluído em 2016 e oferece conforto e comodidade aos passageiros.

“A ideia da reforma é trazer toda a modernidade do Terminal de Passageiros 2 também para o terminal mais antigo. Construído há mais de 30 anos e sem nenhuma reforma dessa magnitude durante esses anos, o Terminal de Passageiros 1 tem arquitetura e estética marcadas pelo concreto. Com o projeto de reforma e modernização, o intuito é compor harmonicamente as áreas existentes com novos materiais e texturas”, explica o gestor de Desenvolvimento Aeroportuário da BH Airport, Gustavo Anfra.

O projeto de modernização do Terminal de Passageiros 1, assinado pelo escritório Fernandes Arquitetos Associados, prevê a ampliação das áreas comerciais, assim como a revisão dos fluxos e processos – que englobam raio-X, check-in, restituição de bagagens, salas e portões de embarque.

As intervenções no Terminal de Passageiros 1 demandarão investimentos da ordem de R$ 100 milhões e vão contribuir para fortalecer o papel do aeroporto como hub, ou seja, um centro distribuidor de voos, com localização privilegiada e ampla conexão com todo o país. Atualmente, cerca de 50 cidades estão ligadas ao terminal com voos diretos.

“Queremos sempre oferecer a melhor experiência aeroportuária aos nossos clientes. Com as obras atuais, o aeroporto entra em um novo patamar de excelência e passageiros, visitantes e toda a comunidade aeroportuária passam a ter mais conforto e comodidade. Além disso, vamos ampliar nossas áreas comerciais em 100%, o que reflete na diversidade do nosso mix comercial”, ressalta.

Projeto arquitetônico é destaque

O conceito arquitetônico é um dos destaques da reforma, uma vez que visa transformar a antiga estrutura em uma nova ambiência que atenda as demandas atuais de movimentação, sem descaracterizar o projeto original, de autoria do arquiteto Milton Ramos. “A ideia desse novo conceito é trazer para o terminal uma matriz conceitual com o lema ‘De Minas para o Mundo’. O intuito é que a arquitetura se caracterize como um meio potente de identificação e valorização da história e da cultura mineira”, explica Anfra.

Expansão das operações comerciais já começou

As obras em andamento também englobam as novas operações comerciais e contribuíram para a inauguração, no primeiro semestre deste ano, da Pizza Hut, do Rokkon, restaurante de culinária japonesa, e também do La Vinícola – os três no saguão do aeroporto. Com uma infraestrutura moderna e um espaço de mesas amplo, as operações trazem mais conforto e tranquilidade a passageiros, visitantes e comunidade aeroportuária.

Além das diversas operações programadas para inaugurar ao longo do ano, com o fim das obras da primeira fase, uma megastore da Dufry deve abrir as portas. A empresa estendeu seu atual contrato de Duty Free no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte até 2029. Além disso, um contrato de dez anos foi concedido permitindo que a Dufry continue a operar seu portfólio atual de quatro lojas Duty Paid, incluindo os conceitos Dufry Shopping e Hudson, e também construir mais três novas lojas Duty Paid, uma das quais será uma loja walkthrough de 670 metros quadrados.

Serviços a favor da experiência

Diariamente, cerca de 30 mil pessoas circulam pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. De olho na experiência dos clientes, a sala de embarque conta com a presença de um carrinho elétrico que contribui para que as pessoas possam se deslocar aos últimos portões. O serviço é gratuito.

Além disso, passageiros e visitantes conseguem fazer a reserva on-line do estacionamento. A plataforma está no ar, no site da BH Airport (vendasonline.bh-ariport.com.br), e as condições promocionais correspondem a mais de 50% de desconto no valor da tarifa presencial, na permanência a partir de quatro diárias. Os clientes conseguem fazer a reserva e o pagamento antecipado pelo site.

A BH Airport, concessionária do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, é uma Sociedade de Propósito Específico (SPE) formada pelo Grupo CCR, uma das maiores companhias de concessão de infraestrutura da América Latina, e por Zurich Airport, operador do Aeroporto de Zurich, o principal hub aéreo da Suíça e considerado um dos melhores aeroportos do mundo, além da Infraero, estatal com experiência de mais de 40 anos na gestão de aeroportos no Brasil, que tem 49% de participação.

Mercado Comum Jornal on line BH Cultura Economia Política e Variedades

 

Mercado Comum: Jornal on-line BH - Cultura - Economia - Política e Variedades

Rua Padre Odorico, 128 – Sobreloja São Pedro
Belo Horizonte, Minas Gerais 30330-040
Brasil
Telefone: (0xx31) 3281-6474
Fax: (0xx31) 3223-1559
Email: revistamc@uol.com.br
URL: https://www.mercadocomum.com/
DomingoAberto 24 horas
SegundaAberto 24 horas
TerçaAberto 24 horas
QuartaAberto 24 horas
QuintaAberto 24 horas
SextaAberto 24 horas
SábadoAberto 24 horas