Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Donec nec mauris interdum, suscipit turpis eget, porta velit. Praesent dignissim sollicitudin mauris a accumsan. Integer laoreet metus

Por: Marcos Silva Ramos e Sebastião Luiz de Mello

 

Os mais de 330 mil profissionais de Administração registrados do país comemoram no dia 9 de setembro os 48 anos da regulamentação da Administração no Brasil. Contudo, sabese que a Administração é uma ciência antiga.

Adam Smith e Frederick Wislow Taylor, por exemplo, já tratavam do assunto no século XIX ressaltando a importância de aplicar técnicas administrativas no trabalho. Na mesma época nascia nos Estados Unidos a primeira escola de Administração do mundo e, no Brasil, a ciência também começa a despontar entre 1930 e 1950 e, em 1965, por meio da Lei nº 4.769, a profissão é regulamentada, assim como são criados os Conselhos Federal e Regionais de Administração (CFA/CRAs).

Nesses 48 anos de regulamentação da Administração temse que comemorar. Afinal, a profissão cresceu muito no país. Basta ver, por exemplo, os números do Censo da Educação Superior 2010 realizado pelo Ministério da Educação. A pesquisa mostra que o curso de Administração é o que tem maior número de estudante no país: 705.690. O Brasil tem, ainda, mais de 2.600 cursos de Administração e, por ano, são formados cerca de 114 mil profissionais.

Foram muitas as conquistas ao longo desses anos. A primeira delas, de fato, foi a regulamentação da profissão por meio da Lei 4.769/1965. A partir de então os Administradores passaram a contar com um órgão normativo, consultivo, orientador e disciplinador do exercício da profissão e muita coisa aconteceu, como uma intervenção federal, a alteração do nome da profissão de técnicos de administração para Administrador, a conquista da sede própria em Brasília, o Sistema passou a se fazer presente em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal.

Os anos de luta em prol da Administração resultaram, ainda, na criação de importantes eventos como o Encontro Brasileiro de Administração e o Fórum Internacional de Administração que, a cada edição, promovem importantes debates com especialistas renomados e o intercâmbio de saberes e experiências. É preciso ressaltar, ainda, os prêmios Belmiro Siqueira de Administração, Guerreiro Ramos de Administração Pública e a Medalha de Honra ao Mérito, que homenageiam e premiam pessoas que contribuem para a ciência da Administração.

Uma das principais conquistas nesses 48 anos da Administração foi, sem dúvida, a aproximação do Sistema CFA/CRAs com os três poderes: Legislativo, Executivo e Judiciário. Esse diálogo tem sido muito positivo e gerou alianças importantes com parlamentares que, sensibilizados pela causa dos Administradores, têm apoiado o Sistema em proposições legislativas que são benéficas à profissão e a combater aquelas que prejudicam a sociedade.

Outro destaque é a Pesquisa Perfil do Administrador – a última realizada em 2011 –, que ajuda a traçar um perfil do profissional de Administração brasileiro, identificando mtendências e oportunidades para profissionais e empresas de todo o país. Entre os projetos, evidencia-se o Plano Brasil de Infraestrutura Logística (PBLog), iniciativa que propôs discutir a questão da logística no país; o projeto Ciclo de Palestra, que vem aproximando o Sistema dos alunos, IES e docente em Administração; as campanhas de valorização profissional que vêm, ao longo desses anos, mostrando a sociedade a importância do profissional de Administração registrado para o país; as publicações como a RBA; a criação de mais duas Câmaras no CFA: a de Gestão Pública e a de Estudos de Planejamento Estratégico que chegam para somar conhecimento e agregar projetos que irão trazer inúmeros benefícios para os profissionais de Administração; entre outras ações.

Contudo, é preciso ressaltar o trabalho da fiscalização nesse processo. O ato fiscalizatório é a razão de existir do Sistema, mas o empenho do CFA e dos CRAs é em promover uma fiscalização que não seja apenas punitiva, mas acima de tudo orientativa. Por essa razão, o CFA instituiu, em 2013, o “Ano da Fiscalização” e, com apoio dos Regionais e o empenho dos agentes de fiscalização de cada Estado, criou o Programa Nacional de Preservação das Áreas de Atuação do Profissional de Administração (PRONAPAD) e, por meio do programa, desenvolverá, até 2014, seis ações na área da Fiscalização.

São por essas e outras razões que Sistema CFA/CRAs só tem o que comemorar nesses 48 anos da regulamentação da Administração. Para o CFA e os Regionais é um orgulho participar desta história de lutas e conquistas, mas continua empenhado para futuras conquistas como o Cadastro Integrado, o projeto Certificação Profissional e o treinamento de profissionais de Administração para serem consultores das Micro e Pequenas empresas.

Parabéns, profissionais de Administração!


Esse artigo não reflete necessariamente a opinião de MercadoComum


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *