RSVP

Itambé promove hábito de vida saudável entre seus colaboradores por meio da corrida

02 Maio 2017

Provas de corrida e caminhada no dia 4 de março celebraram o primeiro ano do programa

A Itambé Alimentos, uma das maiores empresas de lácteos do Brasil, lançou em 2016 um programa de qualidade de vida chamado Volta ao Mundo, que tinha como maior objetivo incentivar os funcionários a deixar de lado o sedentarismo e promover hábitos saudáveis, em todos os níveis hierárquicos. Ao longo de 12 meses, 140 colaboradores se dispuseram a superar os próprios limites e começaram a praticar corrida. No total foram mais de 58 mil quilômetros percorridos - distância que equivale a, aproximadamente, uma volta e meia em torno da linha do Equador -, além da melhoria na qualidade de vida dos praticantes.

Nos quatro meses iniciais a comissão técnica adotou um formato de grupos no qual dez equipes disputavam o título. Cada grupo possuía um líder e os participantes interagiam entre si. A partir de julho, o formato de interação passou a ser por disputa, em que, mensalmente, os grupos eram sorteados e os colaboradores interagiam com novos colegas. Além disso, os critérios ficaram mais rigorosos: todos os participantes tinham metas mínimas e máximas a serem cumpridas. Os trajetos percorridos foram computados por meio de um aplicativo e, em paralelo, a comissão técnica organizadora geria os números e pontuava os destaques. Essas premiações levaram em conta tanto a atividade individual quanto o trabalho em equipe realizado.

A supervisora de produção Arlene Silva, que trabalha em uma unidade da empresa em Uberlândia, não tinha o hábito de praticar atividade física. Após entrar para o Volta ao Mundo, passou a correr uma média de 148 km ao mês. Assim como ela, a assistente financeiro Elisângela Castro, que atua em Belo Horizonte, além de adquirir o hábito saudável da corrida, já emagreceu 11 kg e conseguiu bater a meta dos 1.000 km em 2016. O analista de Logística Ariberto Solano, que também atua na Itambé em Belo Horizonte, pratica atividades físicas regulares desde 2013, quando teve o diagnóstico de colesterol e glicose elevados. Entrou no projeto em julho e manteve um ritmo intenso de corrida. Hoje, seus índices de saúde estão todos controlados, segundo pa-lavras do próprio colaborador.

“Mais importante que as metas de distância alcançadas, são as conquistas de nossos colaboradores para suas vidas, com melhoria considerável tanto na saúde como no bemestar de forma geral, o que, para a Itambé, é o maior dos resultados”, afirma Cristianne Cota, diretora de RH da Itambé. Em 2017 o programa terá continuidade e a expectativa é que cada participante corra entre 360 e 1.000 km ao longo do ano.

CELEBRAÇÃO

No dia 4 de março, a empresa promoveu um evento para os participantes celebrarem esse primeiro ano de conquistas e, é claro, não poderia faltar muita atividade física! O grupo se reuniu pela manhã na Nova Praça da Pampulha e foram realizadas corridas de 5 km e 10 km e uma caminhada de 3 km. Os vencedores das três provas foram premiados com medalhas. Na ocasião também foram premiados os participantes que tiveram destaque nas atividades do ano passado: os cinco primeiros homens e as cinco primeiras mulheres a correr 1.000 quilômetros em 2016. Para eles, os prêmios foram vales-compra de uma grande rede de lojas de artigos esportivos.

Siga o Mercado Comum