Informações Privilegiadas

Brasil registra recorde anual de nova capacidade instalada de geração de energia elétrica em 2016

23 Fevereiro 2017

Até dezembro de 2016, foram adicionados ao sistema elétrico nacional 9.526 MW, maior valor desde o início da série histórica, em 1998. Para 2017, está previsto um incremento de 7.120 MW de capacidade instalada.
 
Em 2016, a fonte que mais cresceu, em números absolutos, foi a de grandes usinas hidrelétricas, com um incremento aproximado de 5.000 MW, representando 53% do total. A segunda fonte com maior capacidade instalada acrescida foi a eólica, com 2.564 MW, 27% do total da capacidade instalada em 2016, até novembro. A fonte eólica, no ano, teve um aumento superior a 20% com relação à capacidade instalada em 2015. Até dezembro de 2016, havia 10.092 MW nas usinas eólicas em operação. O estado do Rio Grande do Norte foi o que mais contribuiu para o incremento da potência eólica instalada no país, com cerca de 920 MW, seguido pelo Ceará, com acréscimo de aproximadamente 600 MW, e o estado da Bahia, com 520 MW incrementados. 
 
As usinas termelétricas contribuíram para um acréscimo de 1.758 MW, representada por 18% do total, e as Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) somaram 203 MW, 2% do total, em 2016.
 
Os destaques de empreendimentos de geração que entraram em operação comercial em 2016 foram: 
• UHE Jirau, que concluiu a motorização em novembro de 2016, com acréscimo de 975 MW ao total de 3.750 MW de capacidade instalada
• UHE Belo Monte, que iniciou sua motorização e conta com 1.989 MW em operação comercial
• UHE Santo Antônio, com 652 MW de novas máquinas em operação comercial 
• UHE Teles Pires, com 1.092 MW em operação comercial
• UTE Maranhão III, com 518,8 MW em operação comercial

Siga o Mercado Comum