Por: Juliano Lima Pinheiro   Segundo a CVM, Fundos de Investimento são condomínios constituídos com o objetivo de promover a aplicação coletiva dos recursos de seus participantes. São regidos por um regulamento e têm na Assembleia Geral seu principal fórum de decisões. Os Fundos mútuos de investimento são como um condomínio que investe em um portfólio…

Por: Juliano Lima Pinheiro   O mercado de capitais desempenha papel dos mais relevantes no processo de financiamento das empresas. Ele oferece diversos instrumentos de financiamento a médio e longo prazo para suprir as necessidades dos agentes econômicos, tais como debêntures, Fundos de Investimento em Direitos Creditórios (FIDCs) e Certificados de Recebíveis Imobiliários , (CRIs),…

Investimentos imobiliários

31 de julho de 2013 0

Por: Juliano Lima Pinheiro   A forte valorização dos imóveis nos últimos anos tem despertado grande interesse em aplicações nesse setor por parte dos investidores. A maneira mais tradicional de investir é comprar imóveis residenciais, comerciais, terrenos, galpões, e alugá-los assegurando uma renda mensal. Como isso exige muito capital para a aquisição e manutenção desses…

Por: Juliano Lima Pinheiro   O que fazer? Essa é uma pergunta recorrente de muitos investidores, hoje, diante de um cenário moderado da economia, caracterizado por baixas taxas de juros de investimentos financeiros tradicionais e mais conservadores, como poupança e títulos de renda fixa, por exemplo. A primeira resposta é, sempre, procurar uma boa assessoria. Em…

A crise financeira atual

30 de abril de 2013 0

  Com a globalização, as economias passaram a ser mais interligadas, diminuindo, consideravelmente, suas barreiras alfandegárias, formando blocos econômicos e expondo-se mais aos agentes internacionais. Somando-se a esse fenômeno a fragilidade de sistemas econômicos que não aplicam os fundamentos macroeconômicos, pode chegar a uma crise financeira. Comumente, confunde-se crise financeira com uma crise econômica. Cabe…

Aposentadoria e Poupança

27 de março de 2013 0

Por: Juliano Lima Pinheiro (PhD Presidente da APIMEC MG)   Faltam poucos anos para a aposentadoria. E agora? Bem, se você é participante de um fundo de pensão, contratou um plano privado de aposentadoria de uma instituição financeira sólida e ou tem uma boa reserva financeira em outros investimentos, preocupação quase nenhuma. Porém, se nada disso…

Após um ano desfavorável na bolsa de valores brasileira, as perspectivas para 2013 parecem mais otimistas. A volatilidade provocada em 2012 por medidas intervencionistas do governo federal, pela crise da dívida europeia, pelo crescimento menor da China e pelas dúvidas sobre o déficit fiscal americano, deve dar lugar à retomada de um cenário positivo no…

José Domingos FurtadoPresidente da Apimec MG*   Mesmo com a expectativa de desaceleração e baixo crescimento da economia mundial nos próximos anos, o Banco Central aposta na retomada consistente da atividade econômica no país no segundo semestre de 2012. A afirmação foi feita pelo diretor de Política Monetária da instituição, Aldo Mendes, que realizou palestra para os associados da Apimec MG…

O movimento começou não há muito tempo, mas vai muito bem. Foi o que se verificou nas palestras realizadas no II Seminário Internacional de Sustentabilidade Empresarial, promovido pela Cemig e pela Apimec MG e realizado em BeloHorizonte, no final de fevereiro passado, reunindo mais de duas centenas de analistas e profissionais de empresas ligados ao…

José Domingos FurtadoPresidente da Apimec MG Para as coisas darem certo, conforme as boas estratégias do futebol, um olho deve estar na bola e o outro em quemparticipa da jogada. No caso das bolsas de valores, é preciso mais. A complexidade do assunto, certamente, é muito maior e exige, no mínimo, os seguintes pontos de…