*

Grupo Zelo estimula boas práticas por meio de apoio a projetos de inclusão e cidadania

O período do fim de ano costuma ser um convite a reflexões. O que foi celebrado e aprendido, o que se perdeu e o que ficou por ser conquistado. O ano de 2020, especialmente, com a pandemia do novo coronavírus no Brasil, que já soma mais de 170 mil mortes, vem despertando algumas reflexões urgentes. Uma delas é a importância da responsabilidade social corporativa. O momento e a sociedade têm exigido que as organizações demonstrem compromisso com boas práticas sociais, de inclusão e de sustentabilidade.

Entre as ações mais recentes, o Grupo Zelo, referência em assistência familiar funeral em Minas Gerais e em outros cinco estados brasileiros, realizou a live “Conectando Memórias”, no último dia 2 de novembro, em prol das pessoas idosas institucionalizadas. Nesse dia, a aquisição dos planos de assistência funeral familiar do Grupo Zelo teve 100% do valor da taxa de adesão revertido, como doação, para o CeMAIS – Centro Mineiro de Alianças Intersetoriais. A organização social promove o fortalecimento, por meio de capacitações e assessorias, das 28 Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) em Belo Horizonte. Nelas, aproximadamente 800 pessoas idosas são assistidas.

“Ajudamos o CeMAIS como forma de contribuir para uma melhor qualidade de vida para a terceira idade e também promover a reflexão sobre o que pode ser feito para auxiliá-los, pois sem dúvida eles estão entre os mais afetados pela pandemia”, compartilha Lucas Provenza, CEO do Grupo Zelo. A diretora-presidente do CeMAIS, Marcela Giovanna, pontua o surgimento de uma mensagem de transformação. “Por meio da live, trazemos uma mudança de conceito. A gente não fala mais de asilo, de um lugar fim, mas sim de um lar onde vivem pessoas idosas que têm direitos, que vivem com qualidade, com toda estrutura que precisam de psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas, fisioterapeutas, médicos e a gente tem a oportunidade de mostrar para todo o Brasil que esses idosos clamam por vida.”

Marcela reforça como a pandemia trouxe a pessoa idosa institucionalizada para o centro da pauta, principalmente a partir das experiências de países da Europa, cujo percentual de mortes pela Covid-19 chegava a quase 70% de idosos institucionalizados. Na avaliação da diretora-presidente do CeMAIS, a sociedade civil braisleira se mobilizou rapidamente para evitar que o cenário da Europa com esse grupo se repetisse no Brasil. Entre as ações, as casas foram isoladas – sem a possibilidade de receber familiares, amigos, voluntários –, houve cuidados especiais com as equipes de trabalho para não colocar os moradores dos lares e os próprios profissionais em risco, e buscou-se soluções tecnológicas para que as pessoas idosas e suas famílias pudessem se comunicar e manter vínculos afetivos.

Atos de cidadania – Durante a pandemia, o Grupo Zelo tornou-se também parte do grupo dos Amigos da Baleia. O selo é concedido a empresas parceiras que fortalecem, especialmente na luta contra a Covid-19, a causa da saúde, com doação de recursos para que o Hospital da Baleia siga desempenhando o trabalho de manutenção da vida. “Conseguimos ampliar os nossos atendimentos, aumentar o número de leitos e equipar profissionais com todas as proteções necessárias. As doações contribuíram para que o acesso à saúde da população de 88% dos municípios mineiros não fosse prejudicado”, afirma Tereza Guimarães Paes, diretora-presidente da Fundação Benjamin Guimarães/Hospital da Baleia.

Na pauta da inclusão social, o Grupo Zelo, desde 2019, tem realizado ações em prol do Instituto Mano Down, entidade que atua na inclusão de pessoas com deficiência intelectual na sociedade. O valor da taxa de adesão dos planos funerários no Dia de Finados, no ano passado, foi 100% destinado ao Mano Down. Em 2020, as contribuições envolveram patrocínios a ações e iniciativas para arrecadar fundos para manter os projetos realizados pela instituição, produção de conteúdo e divulgações realizadas pelo Grupo Zelo, a fim de engajar a sociedade a conhecer o trabalho do Mano Down.

Estímulo – Além de todas as frentes de solidariedade na área da saúde neste momento delicado, o Grupo Zelo apoia também o Estímulo 2020, movimento sem fins lucrativos que mobiliza apoio financeiro e capacitação profissional para que pequenos empreendedores retomem seus negócios, que foram afetados pela Covid-19. “Conhecemos os desafios enfrentados pelas pequenas empresas e sabemos do grande potencial que elas possuem, por isso é tão importante buscar formas de apoiá-las”, ressalta Lucas Provença, CEO do Grupo Zelo. O projeto está sendo realizado nos estados do Ceará, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Sobre o Grupo Zelo

O Grupo Zelo nasceu em 2017, com a aquisição da Funerária Bom Jesus e da carteira de clientes das empresas Santa Clara, Santa Rita e Bom Pastor. Teve as suas atividades iniciadas no mercado funerário de Minas Gerais em conformidade com a Lei Federal 13.261/2016, que dispõe sobre a normatização, a fiscalização e a comercialização de planos de assistência funerária em âmbito nacional.

Em apenas três anos, o Grupo Zelo aumentou sua área de atuação de 15 para mais de 80 cidades. Ampliou o número de 350 para cerca de 1.700 colaboradores. E aumentou seu número de clientes de 500 mil para dois milhões de associados. De lá para cá, o Grupo cresce continuamente com foco na oferta de estrutura completa para o atendimento, do início ao fim, de serviços de assistência funerária.

A empresa mineira já é uma das maiores do setor e segue investindo em gestão e inovação como nenhuma outra. Mensalmente, são prestados diversos serviços – ornamentação, velório, transporte para qualquer lugar do país, cremação, sepultamento, manutenção de jazigos, tanatopraxia e serviço funerário completo – com alto índice de satisfação apontado pelos seus clientes

O Grupo Zelo atende hoje a mais de 2000 mil cidades em todo o país e está presente em mais de 80 cidades em seis estados. Conta com uma frota de 300 veículos diversificados em funerários, administrativos, comerciais, manutenção, suporte a família, ônibus e caminhões.

Para garantir a prestação do serviço funerário, com qualidade e excelência, através de um atendimento humanizado e profissional e assegurar a satisfação total dos clientes, o Grupo Zelo utiliza um moderno de sistema integrado de serviços, planos e cemitérios, com gestão integrada de controle de folha, estoque, ativos e demais processos. As tecnologias implantadas garantem também o sistema de roteirização de frota e de atendimento eletrônico de clientes.