*

Agradeço a todos que nos honram através de apoios especiais e institucionais nesta edição comemorativa do 25º Prêmio Top of Mind – Marcas de Sucesso – Minas Gerais – 2020.

Nesta oportunidade, agradeço a todos os anunciantes que nos brindam com as suas publicidades nesta edição.

Agradecimentos especiais destinamos também ao Instituto Olhar – que há oito anos vem realizando, com enorme competência e qualidade, a pesquisa e o estudo que validam esta premiação.

                A marca é um dos ativos mais valiosos de uma empresa e sempre é recomendável dela cuidar como um relevante patrimônio e um precioso ativo.

                Segundo o estudo intitulado “Global 500 2020” divulgado pela Brand Finance, as 10 marcas mais valiosas do planeta representavam, em conjunto, um valor de US$ 1,105 trilhão – o equivalente a quase 80% de todo o PIB-Produto Interno Bruto brasileiro previsto para este ano. Cabe destacar que o PIB-Produto Interno Bruto de Minas em 2018 – ou seja tudo o que o estado produziu em termos de bens e serviços – é estimado em cerca de US$ 160 bilhões.

A marca Amazon – que é a primeira colocada do referido ranking mundial, está avaliada em US$ 221 bilhões. Em 2º lugar vem a marca Google, valendo US$ 160 bilhões. Na terceira posição encontra-se a Apple, valendo US$ 141 bilhões. Logo a seguir, está a Microsoft – que vale US$ 117 bilhões e, depois a Samsung, avaliada em US$ 94 bilhões. As seguintes, em ordem de classificação, são a ICBC, Facebook, Walmart, Ping Na e Huawei.

Observem que a maioria destas empresas são da área de tecnologia e boa parte delas não existia algumas poucas décadas atrás. Esses valores aqui mencionados se referem apenas ao valor da marca e não necessariamente ao valor patrimonial das empresas, ou o seu valor de mercado e junto às bolsas de valores.

Durante os 25 anos deste estudo Top of Mind em Minas foram realizadas 32.795 entrevistas, compreendendo 1.432 Segmentos pesquisados e, no total, foram premiadas 2.243 Marcas de diversas categorias.

Considerada uma das publicações mais antigas do Estado, MercadoComum está iniciando, agora em agosto, o seu 28o ano de circulação levando, principalmente a Minas Gerais e a todo o país, as informações relevantes da nossa economia, das finanças e dos negócios em geral.

A Newsletter MercadoComum Online, com edições eletrônicas postadas na internet (www.mercadocomum.com), já é encaminhada diretamente para um público de 120 mil e-mails mensalmente.

Tenho certeza que este Prêmio Top of Mind – MercadoComum – Marcas de Sucesso de Minas Gerais chega agora à sua 25ª edição por ter assumido, durante todo este tempo, uma posição transparente, de muita credibilidade e seriedade. A metodologia aplicada para a realização desta premiação, assim como todas as demais, sempre foi se aprimorando e buscou incorporar novos padrões de qualidade e de modernidade com o passar dos anos.

Assim, esta premiação, entendemos, é antes de tudo uma expressão de credibilidade, é uma certificação de idoneidade na qual se baseia toda a pesquisa e as suas respectivas metodologias.

Esta premiação já se tornou uma das mais antigas de nossa capital e de nosso estado, sendo considerada das mais amplas e completas de seu gênero no país. Pode-se contar as iniciativas similares em nosso estado que conseguiram se manter por tanto tempo.

Esta edição eletrônica de MercadoComum que está circulando neste início de agosto e que estará também exibida em nosso site na internet traz, em suas páginas, as principais características deste estudo intitulado Top of Mind, assim como o detalhamento da pesquisa realizada, a metodologia utilizada e as informações sobre cada segmento, categoria e marcas vencedoras.

Não posso concluir esta apresentação sem antes e mais uma vez, apresentar algumas considerações pessoais sobre a situação econômica, política e social brasileira.

Elas são exatamente as mesmas aquelas aqui feitas há um ano, há cinco anos, há dez anos e já há mais de 20 anos, muitas das vezes de forma cansativa e até mesmo enfadonha, reconheço.

O Brasil precisa resgatar a bandeira de todas as bandeiras, que é a Esperança! A união e a integração nacional são algumas das nossas mais importantes virtudes e, nesse sentido, nossas diferenças – rincipalmente as políticas e de ideologia necessitam ser minimizadas, buscando tudo aquilo que nos aproxima e converge, não o que nos distancia ou nos diverge.

O País precisa se reconciliar com o desenvolvimento e retomar o crescimento econômico vigoroso, consistente, contínuo e sustentável.

Temos de buscar nos transformar em país desenvolvido.

Crescer ou Crescer! Esta é a saída, esta a solução!

Os piores inimigos da democracia são a fome, a miséria, o desemprego e a desesperança.

País que não cresce é país condenado ao subdesenvolvimento e à ampliação das desigualdades sociais. E, nessa condição, a sua trajetória será, sem dúvida, a de uma nação sem futuro!

O desenvolvimento precisa voltar a ser a trilha natural do Brasil rumo ao futuro, como já afirmava Juscelino Kubitschek há mais de 60 anos.

A busca de um futuro melhor para o Brasil passa, inexoravelmente, pela urgente decisão de deixarmos de ser emergentes para nos convolar em país desenvolvido. Esta precisa ser a nossa causa e missão maiores, imprescindíveis e inadiáveis por mais tempo.

O crescimento econômico vigoroso deve deixar de ser apenas uma casualidade, uma questão episódica, uma efemeridade ou um acontecimento meramente fortuito, para se transformar, efetivamente, na grande meta econômica nacional, permeando a convolação do País em uma economia madura e desenvolvida.

Nesta direção já tivemos, antes, vários exemplos bem sucedidos e que poderiam nos servir de inspiração, como foi o caso do Plano de Metas e a definição de um planejamento estratégico de longo prazo, realizados durante o Governo JK.

O grande objetivo política brasileira não pode estar mais focado na discussão de temas meramente à esquerda, à direita ou para trás. Exige-se avançar, ir em frente, assumir posturas pragmáticas, modernas e factíveis.

É preciso despolitizar e desideologizar o debate econômico. Nesse sentido, lançamos em 18 de junho do ano passado o livro de minha autoria intitulado “Juscelino Kubitschek – Profeta do Desenvolvimento/Exemplos e Lições ao Brasil do Século XXI” – em três volumes divididos em 2.336 páginas. Todos os senhores estão convidados para participar da leitura dessa colossal publicação que eu espero possa contribuir para o reencontro do nosso País com o crescimento econômico vigoroso e contínuo.

Quero, por fim, cumprimentar e parabenizar todos os agraciados deste XXV Prêmio Top of Mind – Marcas de Sucesso de Minas Gerais.

Recebam todos vocês o nosso fraterno e especial abraço.

Carlos Alberto Teixeira de Oliveira

Presidente/Editor Geral de MercadoComum