Pesquisa da BizCapital mostra que apesar da queda, os empreendedores buscam se reinventar com o uso de delivery e opções de entregas rápidas

A BizCapital, fintech que concede empréstimo online para micro e pequenas empresas, realizou uma pesquisa com cerca de dois mil empreendedores e levantou que o segmento de bares, restaurantes e lanchonetes foi o mais afetado com a quarentena: houve uma queda de 69% na receita desses pequenos negócios. Já os varejos de roupas e acessórios ocupam a segunda posição, com uma redução de 66% em suas receitas.

“Desde o começo da pandemia, a BizCapital teve um aumento de 20% no número de empréstimo, em especial quando se trata bares e restaurantes. Depois do susto inicial, muitos empreendedores estão buscando se adaptar a crise, com o uso de soluções online mais eficientes. No entanto, para lojas de roupas essa medida não é tão fácil de ser colocada em prática e são esses os segmentos que estão perdendo mais renda”, explica Francisco Ferreira, CEO da BizCapital.

A pesquisa também revela que as empresas de Turismo e Transporte perderam 64% de receita, o mesmo percentual para serviços de beleza. Em contrapartida, farmácias e mercados intensificaram seu fluxo de vendas ao longo desse período, com queda de 29% e 32% respectivamente. “Temos dois cenários bem distintos, enquanto as pessoas não conseguem fazer cabelos e unhas de forma online e nem viajar, farmácias e mercados são serviços essenciais. Muitas delas tomaram crédito para acertar conta com fornecedores ou fazer o capital girar, mas perderam pouca receita”, analisa Francisco.

Apesar dos impactos negativos nos pequenos e médios empreendimentos, Francisco acredita que a crise causada pelo coronavírus têm mostrado que é hora de se reinventar. “São em tempos de ‘caos’ que surgem as soluções mais criativas. Muitos empresários buscaram novas soluções e estão conseguindo manter seus negócios na ativa, mesmo que com perspectivas menos otimistas. Um conselho que sempre reforço é sobre a necessidade de fazer um planejamento e ter gestão financeira. É fundamental para segurar sua empresa em momentos como esse”, finaliza.

Fundada em 2016, a fintech se destaca por conceder empréstimo online para pequenas e médias empresas, por meio de um processo rápido e seguro para tornar o crédito mais acessível. A ideia da empresa surgiu para atender os empreendedores de diversos segmentos que precisam de empréstimos para capital de giro ou ainda para comprar estoques ou equipamentos. A velocidade na entrega do dinheiro é o grande diferencial da startup carioca que deposita o dinheiro na conta em até 1 dia e sem burocracias.