Os azeites de oliva extravirgem produzidos na Região da Serra da Mantiqueira, entre os estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, têm se destacado em premiações internacionais e conquistado chefs de cozinha e consumidores

Desde a extração pioneira, realizada no Campo Experimental da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), em Maria da Fé (MG), em 2008, pesquisadores e produtores se aprimoraram nas técnicas de cultivo, tratos culturais, extração e apresentação do produto ao público, agregando valor e excelência.

“Hoje nós temos focado, principalmente, em estudos de colheita e pós-colheita, passando pela extração. Nosso grande objetivo é ofertar aos consumidores produtos de boa qualidade. Não temos condições ou intenção de competir em termos quantitativos, por exemplo, com os países do Mediterrâneo”, explica o coordenador do Programa Estadual de Pesquisa em Olivicultura da EPAMIG, Luiz Fernando de Oliveira.

Desde 2014, Moacir Carvalho Dias e a família investem no plantio de oliveiras na Fazenda Irarema, localizada entre os municípios de Poços de Caldas (MG) e São Sebastião da Grama (SP). “A Fazenda foi fundada em 1870 e, desde então só cultivávamos café. Começamos com a olivicultura depois de experimentarmos um azeite aqui da região. Ficamos impressionados com a qualidade”, conta.

Em abril de 2018, o azeite Irarema conquistou o prêmio de melhor Blend no Concurso Mundial de Azeite, realizado em Nova Iorque. Em 2019, o blend das cultivares Koroneiki, Arbequina, Arbosana e Grapollo recebeu a Medalha de Ouro em nova edição do Concurso. “Chegamos a conclusão que um fator importante para a qualidade do nosso produto é o solo vulcânico de Poços de Caldas. Além do Irarema, azeites vizinhos se destacam entre o melhores do Brasil. A qualidade vem de um conjunto de fatores, maquinário de última geração, importado da Itália; conhecimento na extração; processo bem feito; terroir próprio; e envolvimento da família em todo o processo”, conta Moacir, que responde pelo processamento do azeite, enquanto o pai dele e responsável pela parte agrícola e a mãe e as irmãs se encarregam do restaurante, da cafeteria e das visitações à propriedade.

Além do Irarema,  sete azeites brasileiros conquistaram medalha de ouro na última edição do Concurso em Nova Iorque, incluindo outro mineiro, o Casa Mantiva, do município de Consolação. No último mês de maio, o azeite Arbequina da marca Prado & Vazquez foi escolhido o Melhor Azeite Frutado Ligeiro do Hemisfério Sul e o Grapollo da mesma marca recebeu menção honrosa na Expoliva 2019, em Jaén, na Espanha. “Esse ano os organizadores resolveram dividir os azeites produzidos nos dois hemisférios. Segundo os consultores do Instituto Politécnico de Bragança/Portugal, José Alberto Pereira e Nuno Rodrigues, nosso azeite não melhor ou pior que os do Norte. Mas diferente, com aromas característicos e excelente qualidade”, revela o produtor Márcio Eduardo Prado Vazquez.

Márcio conta que a olivicultura é sua primeira iniciativa agrícola. “Eu havia comprado terras em Alagoa (MG) para deixar como reserva ecológica. Quando um amigo me falou do trabalho da EPAMIG em Maria da Fé, fui visitar. Daí começou minha paixão pela atividade, decidi plantar algumas oliveiras. Inicialmente foram 5 mil pés”. Atualmente, são 14 mil oliveiras plantadas em 40 hectares da Fazenda Cauré. “Possuímos um lagar próprio (espaço destinado à extração de azeite) e estamos construindo um mais moderno, que deve ficar pronto em 2020, quando esperamos ter uma excelente safra”, informa o produtor.

Degustação comentada de azeites

A EPAMIG é pioneira em pesquisas sobre olivicultura, que vão da seleção das variedades mais adequadas, à produção de mudas de qualidade e do azeite extravirgem. Na próxima semana, a empresa, vinculada à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, completa 45 anos. Para marcar a data, será realizada, durante quatro semanas do mês agosto, a segunda edição do Harmonize, evento que oferece degustações comentadas de azeite, vinho, queijo e café.

A programação teve início em 8 de agosto com o tema Conhecendo os azeites mineiros abordado pela azeitóloga, Ana Beloto. Além de dar dicas sobre a escolha e conservação dos azeites, Ana, mostrou que o produto pode ser utilizado em combinações que vão muito além de saladas e peixes, por exemplo, na harmonização com iogurte e doce de leite. Houve ainda a degustação guiada de três azeites da safra 2019, entre eles o da marca Irarema.

Mais informações pelos telefones (31) 3489-5023 / 3489-5022.

Harmonize EPAMIG 2019

8 de agosto (quinta-feira)Olive Talk: Conhecendo os azeites mineiros, com Ana Beloto – 17h e 19h.

14 de agosto (quarta-feira) – Iniciação ao vinho, com Isabela Peregrino – 17h e 19h.

22 de agosto (quinta-feira) – Queijos, instrutores Fernando Magalhães e Adauto Lemos – 17h e 19h.

29 de agosto (quinta-feira) – Cafés, instrutor Leandro Paiva – 17h e 19h.

Avenida José Cândido da Silveira, 1647, bairro União – Belo Horizonte.