O convidado foi o Senador Rodrigo Pacheco que falou sobre questões pontuais para o país voltar a crescer

A Associação de Dirigentes Cristãos de Empresa (ADCE Minas Gerais) promoveu na última sexta-feira, dia 28 de junho, na sede da Fiemg, a última edição do “almoço-palestra” deste semestre. O senador Rodrigo Pacheco (DEM) foi o convidado para a palestra, que contou com a presença de empresários e autoridades.

Em sua apresentação, o senador Rodrigo Pacheco destacou que diante de um cenário de crise aguda, a desburocratização e a segurança jurídica devem ser os pilares nos trabalhos do congresso para estimular o setor produtivo no país. “Não se pode ter desenvolvimento humano e social sem o desenvolvimento econômico”, afirmou o senador. Outros pontos apresentados foram as recentes votações no senado, com destaque para as medidas anticorrupção, a lei da posse de armas, a grave crise do nosso Estado e a proposta de reforma da previdência.

O presidente da ADCE Minas Gerais, Sérgio Frade, enfatizou que o país assiste perplexo às divergências entre os poderes da nação. “A sobrevivência de muitos negócios ainda é incerta e a retomada dos empregos tímida. É urgente retomar caminhos que restabeleçam, entre todos os brasileiros, uma sociedade do diálogo, sem o qual não haverá avanços. O nosso legislativo tem um importante papel na reorganização da sociedade brasileira nesse momento”, pontuou Frade.

Presente ao almoço, o presidente da Fiemg, Flávio Roscoe, destacou que o Brasil precisa de homens públicos com coragem de enfrentar posicionamentos que podem não agradar. “Muitos sabem dos problemas, mas na hora do enfrentamento, poucos têm essa coragem”, afirmou Roscoe. O presidente da Fiemg também deu um alerta sobre outra pauta delicada, a “Reforma Tributária”. Segundo Roscoe, estudos realizados recentemente na entidade apontam que teremos um aumento brutal da carga tributária, que vai incidir sobre bens.

Ao longo do 1º semestre do ano, os temas apresentados nos almoços-palestra da ADCE-MG, realizados em parceria com o Sistema Fiemg, por meio do Sesi-MG, proporcionaram aos associados, empresários e dirigentes de empresas, elevar o conhecimento, adquirir informações, estimular o pensamento crítico e incentivar a prática da gestão sustentável e valorização da ética nos negócios.